Microbiota decussata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMicrobiota decussata
Imagem exemplo
Imagem exemplo
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Pinophyta
Classe: Pinopsida
Ordem: Pinales
Família: Cupressaceae
Género: Microbiota decussata
Espécies
Ver texto.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Microbiota decussata

Microbiota decussata, Komarov, 1923 (cipreste-da-sibéria) é a única espécie do seu género – uma planta da família Cupressaceae, da divisão Pinophyta, portanto, aparentada com os sabinas e ciprestes. É um arbusto endémico das montanhas da Sibéria, de folhagem persistente, com uma altura máxima de 50 cm (mas atinge um metro quando cultivada), mas que por vezes pode cobrir uma área que chega a quatro milhas quadradas.

É uma planta monoica, ou seja, os órgãos masculinos e femininos encontram-se na mesma planta. Os ramos são achatados, com casca castanha. As folhas dos ramos férteis são ovais, com 2 mm de comprimento, enquanto nos ramos vegetativos são pontiagudas, com uma glândula elíptica na página superior, mas apenas as do exterior da planta; algumas das folhas podem ter forma de agulha.

Os gálbulos são lenhosos, com 6 mm de comprimento por 3 mm de largura e cada um produz uma única semente arredondada, lisa, castanha e sem asa. A polinização ocorre em abril-maio e as sementes amadurecem de agosto a outubro.

A espécie está listada como rara no “Livro Vermelho da Rússia, mas não se encontra ameaçada, uma vez que a maior parte existe em montanhas raramente visitadas. Está bem adaptada ao fogo, mas os raios por vezes provocam explosões espectaculares por causa do óleo que a Microbiota produz, mas não prejudicam as plantas. O povo ude chama a esta espécie kurumkurinda, que significa “almofada de pedra”.

Ícone de esboço Este artigo sobre coníferas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.