Microfisioterapia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade. Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A microfisioterapia é uma técnica de Fisioterapia manual criada pelos franceses Daniel Grosjean e Patrice Bénini. Sua elaboração e formulação foram iniciadas na década de 80, baseando-se nos estudos de embriologia e também na filogênese.


Funcionamento[editar | editar código-fonte]

A técnica consiste em identificar os traços deixados por eventos ocorridos e não eliminados pelo organismo, que a posteriore, manifestam-se de diversas formas.

Acredita-se que cada evento, seja físico ou psicológico, deixe marcas no envólucro humano (corpo) que possam desencadear dores e doenças em outros órgãos.

O fisioterapeuta, através da micropalpação, procura no corpo do paciente o local onde foram instaladas as cicatrizes celulares (memórias), as quais provocaram os sintomas. Quando encontrados os “traumas”, estimula-se manualmente, com atos que simulam a agressão e desencadeiam o processo de auto-correção, restabelecendo as funções do organismo, eliminando as doenças e promovendo a saúde.

O tratamento pode ser preventivo ou curativo, sendo realizado após uma agressão ou um evento de perturbação, no intuito de auxiliar o corpo a reagir e promover sua autocura. Isso tudo não se opõe à medicina de emergência (drogas, cirurgias, etc.). A microfisioterapia não causa uma ação direta no sintoma, como um remédio de emergência, mas sim em sua causa primária.

Seus princípios de cura são semelhantes aos da homeopatia, já que ambas seguem duas leis: a cura pelo infinitesimal (o medicamento diluído, a palpação mínima) e pela similitude (o semelhante cura o semelhante). É um método que vem a complementar a medicina tradicional.

Atualmente cerca de 5.000 microfisioterapeutas atuam na Europa[carece de fontes?], a maioria na França e na Bélgica. No Brasil, a técnica começou a ser difundida em 2005, tratando-se de um curso de especialização para fisioterapeutas, com duração de dois anos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]