Microsoft Teams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Microsoft Teams
Microsoft Office Teams (2018–present).svg
Desenvolvedor Microsoft
Lançamento 2 de novembro de 2016 (3 anos)[1]
Idioma(s) 26 idiomas[2]
Sistema operativo Windows, macOS, iOS, Android, Linux
Gênero(s) Software colaborativo
Tamanho 180.2 MB (iOS), 56.99 MB (Android)
Página oficial https://teams.microsoft.com/

Microsoft Teams é uma plataforma unificada de comunicação e colaboração que combina bate-papo, videoconferências, armazenamento de arquivos (incluindo colaboração em arquivos) e integração de aplicativos no local de trabalho. O serviço se integra ao pacote de produtividade Office 365 e apresenta extensões que podem ser integradas a produtos que não são da Microsoft.

História[editar | editar código-fonte]

Em 4 de março de 2016, surgiram notícias de que a Microsoft havia considerado oferecer U$ 8 bilhões pelo Slack, mas Bill Gates era contra a compra, afirmando que a empresa deveria se concentrar em melhorar o Skype for Business. Qi Lu, vice-presidente executivo de aplicativos e serviços, liderava o esforço para comprar a empresa.[3] Após a saída de Lu no final daquele ano, a Microsoft anunciou o Teams ao público como concorrente direto do Slack em 2 de novembro de 2016.[4][5]

Em 3 de maio de 2017, a Microsoft anunciou que o Microsoft Teams substituiria o Microsoft Classroom no Office 365 Education (anteriormente conhecido como Office 365 for Education).[6][7]

Em 7 de setembro de 2017, os usuários começaram a receber uma mensagem que dizia "Skype for Business agora é Microsoft Teams".[8] Isso foi confirmado em 25 de setembro de 2017 na Ignite, uma conferência anual realizada pela Microsoft.[9]

Em 12 de julho de 2018, a Microsoft anunciou uma versão gratuita do Microsoft Teams, oferecendo a maioria das opções de comunicação da plataforma sem nenhum custo, mas limitando o número de usuários e a capacidade de armazenamento de arquivos.[10]

Em janeiro de 2019, a Microsoft lançou uma atualização direcionada para "Trabalhadores em primeira linha", a fim de melhorar a interoperabilidade das equipes da Microsoft entre computadores diferentes para trabalhadores de áreas de venda.[11][12]

Em 19 de novembro, a Microsoft anunciou que o Microsoft Teams atingiu 20 milhões de usuários ativos.[13] Este é um aumento de 13 milhões em julho.[14] A empresa anunciou um recurso "Walkie Talkie" no início de 2020 que usa o push-to-talk em smartphones e tablets por Wi-Fi ou dados de celular. O recurso foi desenvolvido para funcionários que conversam com clientes ou realizam operações diárias.[15]

Em 19 de março de 2020, a Microsoft anunciou que a Microsoft Teams atingiu 44 milhões de usuários diários, em parte devido à Pandemia de COVID-19 [16]. Por causa da pandemia de COVID-19, a Microsoft passou a oferecer gratuitamente o Microsoft Teams para a organizações e escolas de todo o mundo como alternativa de Ambiente virtual de aprendizagem. [17]

Referências

  1. «What's new in Microsoft Teams» (em inglês). 5 de novembro de 2019 
  2. «Microsoft demos vocal translator that uses your own voice» (em inglês). 6 de novembro de 2019. Consultado em 6 de novembro de 2019 
  3. «Microsoft mulled an $8 billion bid for Slack, will focus on Skype instead» (em inglês). TechCrunch. 4 de março de 2016. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  4. «Microsoft Teams launches to take on Slack in the workplace» (em inglês). The Verge. 2 de novembro de 2016. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  5. «Microsoft launches its Slack competitor, Microsoft Teams» (em inglês). ZDNet. 2 de novembro de 2016. Consultado em 30 de setembro de 2017 
  6. «Microsoft Classroom to be replaced by Microsoft Teams in Office 365 for Education» (em inglês). Salamandersoft. 3 de maio de 2017. Consultado em 21 de junho de 2017 
  7. «Microsoft Classroom Preview has officially been 'dropped'» (em inglês). TechCommunity. 3 de maio de 2017. Consultado em 21 de junho de 2017 
  8. «Microsoft may be repositioning some (or all) of Skype for Business as Teams» (em inglês). ZDNet. 7 de setembro de 2017. Consultado em 26 de setembro de 2017 
  9. «Microsoft Teams is replacing Skype for Business to put more pressure on Slack» (em inglês). The Verge. 25 de setembro de 2017. Consultado em 26 de setembro de 2017 
  10. «Microsoft launches free version of Teams» (em inglês). The Verge. 12 de julho de 2018. Consultado em 16 de julho de 2018 
  11. at 18:27, Richard Speed 9 Jan 2019. «Microsoft wins today's buzzword bingo with empowering set of updates to Teams» (em inglês) 
  12. «Microsoft demos vocal translator that uses your own voice». 12 de Março de 2012. Consultado em 6 de Novembro de 2019 
  13. «"Microsoft says it has 20 million daily active Teams users"». Consultado em 15 de abril de 2020 
  14. «"Microsoft Teams surpasses 20 million daily active users; rival Slack shares slip"». 20 de novembro de 2019. Consultado em 20 de novembro de 2019 
  15. «"Microsoft Teams is getting a Walkie Talkie feature so you can reach colleagues all day long"» 
  16. «"Microsoft Teams at 3: Everything you need to connect with your teammates and be more productive"». Consultado em 19 de março de 2020 
  17. «Microsoft oferece Microsoft Teams gratuitamente para manter organizações e escolas conectadas durante o COVID-19». 12 de março de 2020. Consultado em 28 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.