Microvilosidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Amostra de microvilosidades.

Microvilosidade ou Microvilo é a projeção microscópica da membrana celular cujo interior é formado de 25 a 30 filamentos de Actina.[1]. Estão envolvidos em uma ampla variedade de funções, incluindo absorção, Secreção e a adesão celular.

Local[editar | editar código-fonte]

As microvilosidades formam uma estrutura semelhante aos dedos de uma luva que se encontram na superfície do tecido epitelial de certas células epiteliais, tais como o Intestino delgado. (Microvilosidade não deve ser confundido com Vilosidade intestinal).

A ocorrência das microvilosidades com forma e dimensões regulares é usualmente observada em dois tecidos, a superfície dos enterócitos que revestem o tubo digestório, onde formam a chamada borda estriada e na superfície das células que revestem os túbulos contorcidos proximais do néfron, no rim, onde formam a chamada borda em escova. Nos demais tecidos sua ocorrência pode ser em menor número e por vezes com comprimento variável.[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Estas projeções são sustentadas por citoesqueleto polimerizado por proteína actina, os microfilamentos. Sua ocorrência é predominantemente apical nas células epiteliais, mas podem, eventualmente, ocorrer nas regiões laterais de células polarizadas.[3]

Microvilosidades são também de importância para a superfície celular de glóbulos brancos.

as microvilosidades são denominadas planura estriada (nas células com origem a partir do endoderme) ou "borda em escova" (nas células de origem mesodérmica).A ponta da microvilosidade é constituída por substância amorfa, onde está imerso a extremidade (+) da actina, e a extremidade (-) está conectada ao córtex. Os feixes de filamentos de actina são dispostos paralelamente, interligados pela proteína vilina, que possui dois sítios de ligação. Os feixes laterais estão ligados a membrana plasmática através da miosina I.

Veja também[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

As microvilosidades se localizam no intestino delgado.

  1. http://www.ufrgs.br/biologiacelularatlas/memb2.htm
  2. http://www.icb.usp.br/mol/2-33epitespecial-1-33.html
  3. http://www.ufrgs.br/biologiacelularatlas/memb2.htm