Midostaurina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Midostaurina
Alerta sobre risco à saúde
Midostaurin Structural Formula V1.svg
Midostaurin molecule ball.png
Nome IUPAC (9S,10R,11R,13R)-2,3,10,11,12,13-Hexahydro-10-methoxy-9-methyl-11-(methylamino)-9,13-epoxy-1H,9H-diindolo[1,2,3-gh:3',2',1'-lm]pyrrolo[3,4-j][1,7]benzodiamzonine-1-one
Identificadores
Número CAS 120685-11-2
DrugBank DB06595
Primeiro nome comercial ou de referência Rydapt
Propriedades
Fórmula química C35H30N4O4
Massa molar 570.62 g mol-1
Farmacologia
Via(s) de administração via oral
Página de dados suplementares
Estrutura e propriedades n, εr, etc.
Dados termodinâmicos Phase behaviour
Solid, liquid, gas
Dados espectrais UV, IV, RMN, EM
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Midostaurina é um fármaco do grupo dos inibidores de inibidores de quinase utilizado para tratamento da leucemia mieloide aguda. Foi aprovado pela ANVISA para uso no Brasil em abril de 2018.[1] É uma droga semi-sintética produzida a partir da estaurosporina, um alcaloide, que provém da bactéria Streptomyces staurosporeus.[2]

Referências

  1. «Aprovado novo medicamento para tratar leucemia mieloide aguda - Notícias». portal.anvisa.gov.br. Consultado em 3 de junho de 2018 
  2. Gallogly, Molly Megan; Lazarus, Hillard M (19 de abril de 2016). «Midostaurin: an emerging treatment for acute myeloid leukemia patients». Journal of Blood Medicine. pp. 73–83. PMC 4848023Acessível livremente. PMID 27186148. doi:10.2147/JBM.S100283. Consultado em 3 de junho de 2018