Miesha Tate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miesha Tate
Miesha Tate.jpeg
Informações
Nascimento 18 de agosto de 1986 (32 anos)
Tacoma, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Outros nomes Cupcake, Takedown
Altura 1,68 m [1]
Peso 61 kg
Divisão Peso-Galo
Envergadura 165 cm [2]
Modalidade Jiu-jitsu, Wrestling
Posição Ortodoxa
Luta por Las Vegas, Nevada, United States[3]
Equipe Xtreme Couture Mixed Martial Arts
Graduação      Faixa Roxa em Jiu Jitsu Brasileiro
Período em
atividade
2007-2016
Cartel nas artes marciais mistas
Total 24
Vitórias 18
Por nocaute 3
Por finalização 7
Por decisão 8
Derrotas 6
Por nocaute 2
Por finalização 3
Por decisão 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog

Miesha Tate (Tacoma, 18 de agosto de 1986) é uma ex-lutadora estadunidense de MMA. Foi a penúltima campeã Peso Galo do extinto Strikeforce e é ex-Campeã Peso Galo Feminino do UFC.[4]

Ela é ex-campeã peso-galo do Strikeforce, título conseguido após vencer Marloes Coenen por finalização no quarto round, no Strikeforce: Fedor vs. Henderson[5] e perdido em sua primeira defesa, contra Ronda Rousey, por finalização no primeiro round, durante o Strikeforce: Tate vs. Rousey. Tate foi ainda campeã do UFC vencendo Holly Holm, se tornando também uma das três lutadoras que já venceram a americana em uma luta.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Strikeforce[editar | editar código-fonte]

Miesha fez sua estreia no Strikeforce em junho de 2008 no evento Strikeforce: Melendez vs. Thomson. Na ocasião, Tate venceu Elaina Maxwell por decisão unânime dos juízes.[6]

Tate enfrentou Sarah Kaufman no Strikeforce Challengers: Evangelista vs. Aina e perdeu por decisão unânime dos juízes após três rounds.

Tate voltou ao cage do Strikeforce em março de 2010 para enfrentar Zoila Gurgel no Strikeforce Challengers: Johnson vs. Mahe. Miesha encaixou uma chave de braço em Zoila no segundo round, vencendo por finalização.

Miesha realizou duas lutas em uma mesmo dia no Strikeforce Challengers: Riggs vs. Taylor. Na primeira, Tate venceu Maiju Kujala por decisão unânime e logo em seguida venceu Hitomi Akano também por decisão unânime dos juízes.

Tate ganhou a oportunidade de disputar o cinturão da categoria no Strikeforce: Fedor vs. Henderson no dia 30 de julho de 2011. Miesha enfrentou Marloes Coenen e acabou vencendo após encaixar um triângulo no quarto round, sagrando-se a campeão Peso Galo Feminino do Strikeforce.

Logo em sua primeira defesa de cinturão, Tate enfrentou a medalhista olímpica de judô, Ronda Rousey. A luta terminou no final do primeiro round com Ronda finalizando Miesha com uma chave de braço.

Após a perda do cinturão, Tate enfrentou Julie Kedzie no Strikeforce: Rousey vs. Kaufman. Tate venceu por finalização (chave de braço) no terceiro round.

Ultimate Fighting Championships[editar | editar código-fonte]

Sua estréia UFC foi contra a lutadora Cat Zingano no The Ultimate Fighter 17 Finale. A luta foi equilibrada, no 1 e 2 round, porém, com mais vantagem para Miesha, no 3 round, Zingano voltou mais focada e venceu a luta por nocaute técnico.

Após a vitória sobre Miesha, Zingano era esperada para ser treinadora do TUF 18, mas se lesionou e foi Substituída por Miesha Tate. A luta entre as Treinadoras aconteceu no UFC 168. Depois de dois difíceis rounds, e escapar de duas tentativas de finalização, Tate perdeu com um armlock no terceiro round.

Tate enfrentou Liz Carmouche no evento do UFC on Fox: Werdum vs. Browne. Ela venceu a luta por decisão unânime.

Miesha enfrentou então a invicta e recém-chegada Rin Nakai no UFC Fight Night: Hunt vs. Nelson, em 20 de setembro de 2014. Depois de dominar a Rin Nakai, defender a maioria das tentativas de quedas e conectar bons golpes. Ela venceu a luta por decisão unânime.

Tate também enfrentou Sara McMann em 31 de Janeiro de 2015 no UFC 183 e a venceu por decisão unânime. Ela também derrotou Jessica Eye em 25 de Julho de 2015 no UFC on Fox: Dillashaw vs. Barão II por decisão unânime.

Tate era esperada para enfrentar Amanda Nunes em 12 de Dezembro de 2015 no UFC 194, mas rejeitou por descontentamento com o UFC.

A lutadora, ex-campeã do Strikeforce, esperou sua chance diante de Holly Holm, no UFC 196: McGregor x Diaz. Após fazer uma luta dura, Miesha teve que esperar até o fim do quinto round pra superar a estratégia da campeã e, com um mata-leão, apagou Holm conquistando assim o Cinturão Peso Galo Feminino do UFC de melhor do mundo, em 05 de Março de 2016.

Após a remoção de Jon Jones do card principal do UFC 200, Tate foi promovida à luta principal do maior card de 2016 e um dos maiores da história da organização. No entanto, Tate viu seu cinturão ir embora ao ser dominada e perder para a brasileira Amanda Nunes, ao ser finalizada ainda no primeiro round.

Miesha anunciou sua aposentadoria dia 12 de novembro de 2016, no UFC 205. Após perder para sua compatriota Raquel Pennington, Tate afirmou que foi a última luta dela no evento e que tomou a decisão devido ao resultado negativo.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 18-7 Estados Unidos Raquel Pennington Decisão (unânime) UFC 205: Alvarez vs. McGregor 12/11/2016 3 5:00 Estados Unidos New York, New York Anunciou a sua Aposentadoria.
Derrota 18-6 Brasil Amanda Nunes Finalização (mata-leão) UFC 200: Tate vs. Nunes 09/07/2016 1 3:16 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Perdeu o Cinturão Peso Galo Feminino do UFC.
Vitória 18-5 Estados Unidos Holly Holm Finalização Técnica (mata-leão) UFC 196: McGregor vs. Diaz 05/03/2016 5 3:30 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Ganhou o Cinturão Peso Galo Feminino do UFC; Performance da Noite.
Vitória 17-5 Estados Unidos Jessica Eye Decisão (unânime) UFC on Fox: Dillashaw vs. Barão II 25/07/2015 3 5:00 Estados Unidos Chicago, Illinois
Vitória 16-5 Estados Unidos Sara McMann Decisão (majoritária) UFC 183: Silva vs. Diaz 31/01/2015 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 15-5 Japão Rin Nakai Decisão (unânime) UFC Fight Night: Hunt vs. Nelson 20/09/2014 3 5:00 Japão Saitama
Vitória 14-5 Estados Unidos Liz Carmouche Decisão (unânime) UFC on Fox: Werdum vs. Browne 19/04/2014 3 5:00 Estados Unidos Orlando, Flórida
Derrota 13-5 Estados Unidos Ronda Rousey Finalização (chave de braço) UFC 168: Weidman vs. Silva II 28/12/2013 3 0:58 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Pelo Cinturão Peso Galo Feminino do UFC.Luta da Noite.
Derrota 13–4 Estados Unidos Cat Zingano Nocaute Técnico (joelhadas e cotovelada) The Ultimate Fighter 17 Finale 13/04/2013 3 2:55 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Estreia no UFC; Pela vaga de desafiante n°1; Luta da Noite.
Vitória 13–3 Estados Unidos Julie Kedzie Finalização (chave de braço) Strikeforce: Rousey vs. Kaufman 18/08/2012 3 3:28 Estados Unidos San Diego, California
Derrota 12–3 Estados Unidos Ronda Rousey Finalização (chave de braço) Strikeforce: Tate vs. Rousey 03/03/2012 1 4:27 Estados Unidos Columbus, Ohio Perdeu o Cinturão Peso Galo Feminino do Strikeforce.
Vitória 12–2 Países Baixos Marloes Coenen Finalização (triângulo de braço) Strikeforce: Fedor vs. Henderson 30/07/2011 4 3:03 Estados Unidos Hoffman Estates, Illinois Ganhou o Cinturão Peso Galo Feminino do Strikeforce.
Vitória 11–2 Japão Hitomi Akano Decisão (unânime) Strikeforce Challengers: Riggs vs. Taylor 13/08/2010 3 3:00 Estados Unidos Phoenix, Arizona Venceu o Torneio de Galos Femininos do Strikeforce de 2010.
Vitória 10–2 Finlândia Maiju Kujala Decisão (unânime) Strikeforce Challengers: Riggs vs. Taylor 13/08/2010 2 3:00 Estados Unidos Phoenix, Arizona Semifinal do Torneio de Galos Femininos do Strikeforce de 2010.
Vitória 9–2 Estados Unidos Zoila Gurgel Finalização (chave de braço) Strikeforce Challengers: Johnson vs. Mahe 26/03/2010 2 4:09 Estados Unidos Fresno, Califórnia
Vitória 8–2 Estados Unidos Valerie Coolbaugh Finalização (chave de braço) Freestyle Cage Fighting 38 16/01/2010 1 4:45 Estados Unidos Tulsa, Oklahoma Defendeu o Cinturão Peso Galo Feminino do FCF.
Vitória 7-2 Estados Unidos Sarah Oriza Nocaute (chute na cabeça) CageSport MMA 03/10/2009 2 0:08 Estados Unidos Tacoma, Washington
Derrota 6-2 Estados Unidos Sarah Kaufman Decisão (unânime) Strikeforce Challengers: Evangelista vs. Aina 15/05/2009 3 3:00 Estados Unidos Fresno, Califórnia
Vitória 6-1 Estados Unidos Lizbeth Carreiro Finalização (estrangulamento) Freestyle Cage Fighting 30 04/04/2009 3 2:48 Estados Unidos Shawnee, Oklahoma Ganhou o Cinturão Peso Galo Feminino do FCF.
Vitória 5-1 Estados Unidos Dora Baptiste Finalização (triângulo) Atlas Fights: USA vs. Brazil 21/02/2009 1 1:48 Estados Unidos Biloxi, Mississippi
Vitória 4-1 Estados Unidos Jessica Bednark Nocaute Técnico (socos) Freestyle Cage Fighting 27 31/01/2009 1 1:22 Estados Unidos Shawnee, Oklahoma
Vitória 3-1 Estados Unidos Jamie Lynn Welsh Nocaute Técnico (socos) CageSport MMA 29/11/2008 1 2:21 Estados Unidos Tacoma, Washington
Vitória 2-1 Estados Unidos Elaina Maxwell Decisão (unânime) Strikeforce: Melendez vs. Thomson 27/06/2008 3 3:00 Estados Unidos San Jose, California
Derrota 1-1 Estados Unidos Kaitlin Young Nocaute (chute na cabeça) HOOKnSHOOT: BodogFIGHT 2007 Women's Tournament 24/11/2007 1 0:30 Estados Unidos Evansville, Indiana Semifinal do Torneio de Galos Femininos do BodogFIGHT de 2007.
Vitória 1-0 Estados Unidos Jan Finney Decisão (decisão do árbitro) HOOKnSHOOT: BodogFIGHT 2007 Women's Tournament 24/11/2007 4 3:00 Estados Unidos Evansville, Indiana Quartas de Final do Torneio de Galos Femininos do BodogFIGHT de 2007.

Referências

Precedido por:
Países Baixos Marloes Coenen
campeã do peso-galo feminino do Strikeforce
30 de julho de 2011 – 3 de março de 2012
Sucedido por:
Estados Unidos Ronda Rousey
Precedido por:
Estados Unidos Holly Holm
campeã do peso-galo feminino do UFC
5 de março de 2016 – 9 de julho de 2016
Sucedido por:
Brasil Amanda Nunes