Miguel Borges (ator)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miguel Borges
Miguel Borges
Nascimento 7 de setembro de 1966 (52 anos)
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Ator
Outros prémios
Prémio Sophia (2017)
IMDb: (inglês)

Miguel Borges (7 de setembro de 1966) é um actor português.

Concluiu o Curso de Formação de Actores, na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa. Iniciou-se em teatro nos Netos do Metropolitano e nas Marionetas de Lisboa. Posteriormente, trabalhou com o Teatro da Cornucópia (sob a direcção de Miguel Guilherme, Stephan Stroux e Luís Miguel Cintra), no projecto Olho (com João Garcia Miguel), Depois da Uma – Teatro?, Sensurround (direcção de Lúcia Sigalho) e Artistas Unidos (com Jorge Silva Melo, Joana Bárcia, Américo Silva, Cláudio da Silva, João Fiadeiro e António Simão). Já interpretou peças de Bertolt Brecht, Harold Pinter, Antonio Onetti, Samuel Beckett, William Shakespeare, Jon Fosse, José Maria Vieira Mendes ou Miguel Castro Caldas. Co-encenou Café, a partir de Spiro Scimone, nos Artistas Unidos.

No cinema trabalhou com os realizadores Teresa Villaverde nos filmes Três Irmãos e Água e Sal; Edgar Pêra em Manual de Evasão – LX94, A Konspiração dos Mil Tímpanos, A Janela Não é a Minha Paisagem e A Janela – Maryalva Mix, João Pinto, Florence Strauss, Tiago Guedes e Frederico Serra (O Ralo, Alta Fidelidade e Coisa Ruim), Manuel Mozos, José de Sá Caetano, Leonel Vieira e no fime de João César Monteiro Vai e Vem.

É desde 2006 presença frequente nas campanhas "Roucos" da Vodafone, fazendo uma dupla engraçada com o actor Luís Gaspar.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências