Miguel Morais Leitão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miguel Morais Leitão
Miguel Morais Leitão
Ministro(a) de Economia de Portugal Portugal
Período 30 de outubro de 2015
a 26 de novembro de 2015
Antecessor António Pires de Lima
Sucessor Manuel Caldeira Cabral
Dados pessoais
Nascimento 1964 (54–55 anos)
Partido CDS-PP
Profissão Gestor

Luís Miguel Gubert de Morais Leitão (6 de fevereiro de 1964) é um gestor e político português, que foi brevemente ministro da Economia do XX Governo Constitucional de Portugal.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho primogénito de João António de Morais da Silva Leitão e de sua mulher Maria Clymeni Zañartu Gubert e Mundet, de ascendência Espanhola e Inglesa.

É licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa. Fez o Programa Avançado de Gestão da Universidade Stanford, na Califórnia.[2]

A sua carreira profissional foi feita maioritariamente no Banco BPI, a partir de 1989; foi administrador da Allianz Portugal (1996-2002) e da companhia de seguros A Social (1994-1997), mas também de diversas empresas do Grupo BPI (BPI-Gestão de Ativos, BPI Vida, BPI Pensões e BPI Global Investment Fund Management Company), tendo sido Director Central do Banco entre 2005 e 2008.

No plano estatal e político, foi Presidente da Empordef, da Edisoft e das OGMA entre 2002 e 2004. Foi Secretário de Estado do Tesouro e das Finanças do XVI Governo Constitucional (2004-2005).

É vogal da comissão executiva do CDS-PP desde 2007.[3]

No XIX Governo Constitucional, foi Secretário de Estado dos Assuntos Europeus (2011-2013) e Secretário de Estado Adjunto do Vice-Primeiro-Ministro, Paulo Portas (2013-2015).

A 18 de Julho de 2012 foi feito Comendador com Estrela da Ordem do Mérito da Polónia.[4]

Em 2015, foi nomeado ministro da Economia do XX Governo Constitucional.[3]

Solteiro e sem geração.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Novo governo de Passos tem apenas seis caras novas» 
  2. «Miguel Morais Leitão - Ministro da Economia» 
  3. a b «Miguel Morais Leitão: Jurista da área financeira vai liderar pasta da Economia». Jornal de Negócios. Consultado em 30 de outubro de 2015 
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Estrangeiras». Resultado da busca de "Miguel Morais Leitão". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 31 de outubro de 2015 
Precedido por
António Pires de Lima
Ministro da Economia
XX Governo Constitucional
2015
Sucedido por
Manuel Caldeira Cabral
(como ministro da Economia)
Pedro Marques

(como ministro do Planeamento e das Infraestruturas)