Mikhail Kalashnikov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mikhail Kalashnikov
Mikhail Kalashnikov no Kremlin, em 2009
Dados gerais
Nome de nascimento Михаил Тимофеевич Калашников
Nacionalidade União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Soviético
Residência Federação Russa
Nascimento 10 de novembro de 1919
Local Kuriya, Krai de Altai, URSS
Morte 23 de dezembro de 2013 (94 anos)
Local Ijevsk, Udmúrtia, Rússia
Cônjuge Ekaterina Viktorovna Kalashnikova (née Moiseyeva; 1921–1977)
Conhecido(a) por Criador do AK-47 e AK-74
Prêmio(s) Prêmio Stalin (1949)

Mikhail Timofeevich Kalashnikov, em russo: Михаил Тимофеевич Калашников (Kurya, Altai, 10 de novembro de 1919[1]Ijevsk, 23 de dezembro de 2013) foi um militar russo, inventor, engenheiro militar, escritor, notável por projetar armas, especialmente o célebre fuzil de assalto AK-47 e suas melhorias o AKM e AK-74, assim como a metralhadora PK[2], e pai do engenheiro Victor Kalashnikov.[3]

Kalashnikov era, de acordo com ele mesmo, um funileiro autodidata que combinava habilidades mecânicas inatas com o estudo de armamento para projetar armas que alcançaram a ubiquidade do campo de batalha.[4] Apesar do Kalashnikov sentir tristeza com a distribuição descontrolada das armas, ele se orgulhou de suas invenções e sua reputação de confiabilidade, enfatizando que seu fuzil é "uma arma de defesa" e "não uma arma para ofensa".[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Kalashnikov nasceu em Kurya, na província de Altai, no russo SFSR,[5] agora Altai Krai, Rússia, de Aleksandra Frolovna Kalashnikova (née Kaverina) e Timofey Aleksandrovich Kalashnikov. Em 1930, seu pai e a maioria de sua família foram privados da propriedade e deportados à vila de Nizhnyaya Mokhovaya, Oblast de Tomsk.[6][7] Em sua juventude, Mikhail sofria de várias doenças e estava à beira da morte aos seis anos.[8] Ele foi atraído por todos os tipos de máquinas,[6] mas também escreveu poesia, sonhando em se tornar poeta.[9] Ele passou a escrever seis livros e continuou a escrever poesia toda a sua vida.[7][10] Os pais de Kalashnikov eram camponeses, mas, depois da deportação para Oblast de Tomsk, tiveram de combinar a agricultura com a caça, e assim Mikhail frequentemente usava o rifle de seu pai na adolescência. Kalashnikov continuou caçando em seus 90 anos.[8]

Depois de completar a sétima série, Mikhail, com a permissão de seu padrasto, deixou sua família e voltou para Kurya, pedindo carona por quase 1.000 km. Em Kurya, ele encontrou um emprego em mecânica em uma estação de trator e desenvolveu uma paixão por armas. Em 1938, ele foi recrutado para o Exército Vermelho. Devido ao seu pequeno tamanho[11] e habilidades de engenharia ele foi designado como um mecânico de tanque, e mais tarde se tornou um comandante de tanque. Durante o treinamento, ele fez suas primeiras invenções, que diziam respeito não só aos tanques, mas também às armas pequenas, e foi pessoalmente premiado com um relógio de pulso por Georgy Zhukov.[12] Kalashnikov serviu no T-34 do 24º Regimento de Carros de Combate, 108º Divisão de tanques[13] estacionados em Stryi[12] antes que o regimento recuasse após a batalha de Brody em junho de 1941. Foi ferido no combate na batalha de Bryansk em outubro de 1941[12] e hospitalizado até abril de 1942.[13]nos últimos meses de estando no hospital, ouviu alguns companheiros soldados reclamando sobre os fuzis soviéticos da época e é quando ele veio com a ideia de fazer um novo rifle que mais tarde se tornou o AK47.[14]

Primeira submetralhadora Kalashnikov

Vendo as desvantagens das armas de infantaria padrão na época, ele decidiu construir um novo rifle para os militares soviéticos. Durante este tempo Kalashnikov começou a projetar uma submetralhadora.[15] Embora seu primeiro projeto de submetralhadora não fosse aceitado no serviço, seu talento como desenhista foi notado.[12] A partir de 1942, Kalashnikov foi designado para a Central de Desenvolvimento Centro de Desenvolvimento Científico de Armas Leves do Exército Vermelho.[16]

Em 1944, ele projetou uma carabina a gás para o novo calibre 7,62×39mm. Esta arma, influenciada pela do rifle M1 Garand, perdeu para a nova carabina Simonov que eventualmente seria adotada como a SKS; Mas se tornou uma base para sua entrada em uma competição de rifle de assalto em 1946.[17]

Um AK-47 Tipo 2, a primeira variação do receptor maquinado

Sua entrada vencedora, o "Mikhtim" (assim chamado tomando as primeiras letras de seu nome e patronímico, Mikhail Timofeyevich) tornou-se o protótipo para o desenvolvimento de uma família de rifles protótipos.[18] Este processo culminou em 1947, quando ele projetou o AK-47 (nomeado Avtomat Kalashnikova modelo 1947). Em 1949, o AK-47 transformou-se no rifle de assalto padrão do exército soviético e transformou-se na invenção mais famosa do Kalashnikov.[19] Ao desenvolver seus primeiros rifles de assalto, Kalashnikov competiu com dois projetos de armas muito mais experientes, Vasily Degtyaryov e Georgy Shpagin, ao qual ambos aceitaram a superioridade do AK-47. Kalashnikov nomeou Alexandr Zaitsev e Vladimir Deikin como seus principais colaboradores durante esses anos.[20] que viria a se tornar o fuzil de assalto padrão da infantaria soviética. Após isso, retirou-se da vida militar. Embora existam cerca de 100 milhões de rifles de assalto originados do AK-47, Kalashnikov não recebeu nenhum direito relativo a sua criação. Entretanto, parte de sua renda vem do uso do seu nome na vodka kalashnikov[21].

Posteriormente foi promovido honorificamente a Coronel em 1971. Recebeu o título de Doutor honorário em Engenharia (sem defesa de Tese). Em 1994 (seu 75º aniversário), foi promovido honorificamente a Major-General[22]. Em função de suas realizações, o então Sargento Kalashnikov se tornou um Tenente-General reformado do Exército Soviético e Russo. Viveu na cidade de Izhevsk, Udmurtia até sua morte.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Stalin de Primeira Classe (1949)
  • Ordem de Lenin (3 vezes)
  • Ordem da Grande Guerra Patriótica de Primeira Classe
  • Ordem da Estrela Vermelha
  • Herói do Trabalho Socialista (duas vezes)
  • Ordem de Santo André (Rússia)

Morte[editar | editar código-fonte]

Kalashnikov vinha sofrendo de problemas no coração e intestinais, e morreu no dia 23/12/2013 aos 94 anos de idade, na cidade de Ijevsk.

Frases[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira de Moçambique que exibe o desenho de um fuzil AK-47.

Referências

  1. Kalachnikov, Mikhail; Joly, Elena. Rajadas da história : o fuzil AK-47 da Rússia de Stalin até hoje. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2005. 167 p. (Tradução de Andre Telles)
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome bse
  3. «Калашников Михаил Тимофеевич» (em russo). Great Soviet Encyclopedia 
  4. a b Chivers, C. J. (23 December 2013). «Mikhail Kalashnikov, Creator of AK-47, Dies at 94». The New York Times [S.l.: s.n.] Consultado em 25 December 2013  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)
  5. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome bse3
  6. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r12
  7. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r22
  8. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r32
  9. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome KalashnikovSMHpoet2
  10. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome BBCpoet2
  11. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome n1
  12. a b c d Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r3
  13. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome kpss
  14. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r4
  15. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r5
  16. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r6
  17. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Bolotin
  18. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome k1
  19. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r10
  20. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome r33
  21. http://www.kalashnikovvodka.com/usa/
  22. http://www.kalashnikovvodka.com/the_general/index.php

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mikhail Kalashnikov