Mikhail Tikhonravov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mikhail Tikhonravov, 1925

Mikhail Klavdievich Tikhonravov (29 de julho de 1900, Vladimir - 3 de março de 1974) foi um projetista Soviético, pioneiro no projeto de espaçonaves e foguetes. Ele serviu na Academia da Força Aérea de Zhukovsky de 1922 a 1925, onde construiu planadores e teve contato com as idéias de viagens espaciais de Konstantin Tsiolkovsky. Em 1932, ele se associou ao GIRD, como um de seus quatro líderes de brigada. A sua brigada, foi a que construiu o foguete GIRD-09, alimentado por Oxigênio líquido e gasolina gelatinosa, lançado em 17 de agosto de 1933.[1]

Tikhonravov permaneceu no GIRD enquanto ele evoluia para o RNII, o instituto de propulsão a jato, e depois o NII-1. Em 1946, ele se tornou o chefe da academia de ciências de artilharia do NII-4. Lá, ele liderou uma equipe de pesquisadores conduzindo importantes estudos nas áreas de: estágios paralelos, movimento orbital de satélites, programas de controle de atitude para atingir a órbita desejada, trajetórias de reentrada e escudos térmicos.[1]

Essa equipe, acabou projetando as seguintes sondas: Sputnik-3, Luna-1, Luna-3, Luna-4 e as primeiras sondas de Venus e Marte. Em 1956, Sergey Korolev transferiu Tikhonravov e sua equipe para o seu instituto, o OKB-1.

Pouco antes da sua morte em 1974, Tikhonravov recebeu várias das principais honrarias civis da União Soviética, tais como: a Ordem de Lenin, e a Bandeira Vermelha de Trabaho, além do título de "Heroi do Trabalho Socialista", e o Premio Lenin.[2]

A cratera Tikhonravov, em Marte, foi batizada em homenagem a ele.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.