Mikulin AM-42

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
AM-42
Motor de avião
Informações básicas
Tipo Motor V12
Fabricante Mikulin
Origem  União Soviética
Projetado por Alexander Mikulin
Primeiro teste setembro de 1942
Maiores aplicações Ilyushin Il-10
Quantidade
produzida
10232
Especificações
Diâmetro (cilindro(s)) 160 mm
Curso 190 mm
Peso 996 kg
Deslocamento 46.66 L
Compressor Supercompressor centrífugo
Potência 2.000 hp (1.490 kW)
Sistema de refrigeração Refrigerado a água
Relação potência / peso 1,50 kW/kg (0,91 hp/lb)
Desenvolvido de Mikulin AM-38
Desenvolvido em Mikulin AM-43
Notas
Fonte: Kotelnikov.[1]

O Mikulin AM-42 foi um motor aeronáutico a pistão soviético da década de 1940 projetado por Alexander Mikulin.[2] Sendo uma versão de alta potência do AM-38F, o AM-42 foi utilizado no caça Ilyushin Il-1 e nas aeronaves de ataque ao solo Il-8 e Il-10.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O AM-42 foi um motor de baixa altitude para aeronaves de ataque que evoluiu do AM-38F. Comparado com o AM-38F, tinha uma menor taxa de compressão, maior superalimentação, um virabrequim reforçado e contrabalanceado, bielas reforçadas e um sistema de lubrificação revisado. O AM-42 foi desenvolvido pela Fábrica nº 24, chamada atualmente de "Salyut", em Moscou. Os primeiros exemplos foram construídos em Novembro de 1942 e passou por 50 horas de testes da fábrica em Janeiro de 1943. Em Setembro de 1943 o AM-42 iniciou os testes do estado, que não foram concluídos por um dano no pistão enquanto era testado. Os testes foram encerrados apenas em 1944, com uma versão reforçada do AM-42. O AM-42 foi produzido em larga escala entre os anos de 1944-1948 e uma versão de maior vida útil, com 400 horas, foi produzida entre 1951 e 1954. A maior parte dos motores foram produzidos na Fábrica nº 24 que foi evacuada para Kuybyshev no final de 1941. 10.232 motores foram construídos até a produção se encerrar na União Soviética em 1954. Além da produção na URSS, foi também produzido na Checoslováquia como M-42 na fábrica de "Dimitrov" para ser utilizado na versão checa do Il-10, Avia B-33.[3]

Variantes[editar | editar código-fonte]

  • AM-42TK: Versão com um turbocompressor TK-300B.
  • AM-42FNV: Versão com injeção eletrónica.
  • AM-42B-TK: Versão com dois turbocompressores TK-300B.
  • AM-42FB-TK: Versão com dois turbocompressores TK-1A.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Notas
  1. Kotelnikov 2005, p. 114.
  2. Gunston 1989, p. 104.
  3. Kotelnikov 2005, p. 114.
  4. Kotelnikov 2005, p. 114.
Bibliografia
  • Kotelnikov, Vladimir (2005). Russian Piston Aero Engines. Ramsbury, Marlborough: Crowood Press. ISBN 1-86126-702-9 
  • Gunston, Bill (1989). World Encyclopedia of Aero Engines. Cambridge, Reino Unido: Patrick Stephens Limited. ISBN 1-85260-163-9