Milagres (Leiria)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Portugal Milagres 
  Freguesia  
Santuário do Senhor Jesus dos Milagres
Santuário do Senhor Jesus dos Milagres
Símbolos
Brasão de armas de Milagres
Brasão de armas
Gentílico Milagrense
Localização
Milagres está localizado em: Portugal Continental
Milagres
Localização de Milagres em Portugal
Coordenadas 39° 47' 17" N 8° 47' 37" O
Município LRA.png Leiria
História
Fundação 24 de Junho de 1750[1]
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Mário Sousa Gomes (PPD/PSD)
Características geográficas
Área total [2] 17,35 km²
População total (2011) [3] 3 071 hab.
Densidade 177 hab./km²
Código postal 2415
Outras informações
Orago Sr. Jesus dos Milagres[1]
Sítio www.milagresleiria.com

Milagres é uma freguesia portuguesa do município de Leiria[4], com 17,35 km² de área e 3 071 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 177 hab/km².

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Milagres [5]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 459 1 494 1 753 2 021 2 451 2 463 2 540 3 304 3 813 4 221 3 635 4 267 2 744 2 961 3 071

Com lugares desta freguesia foi criada, pela Lei n.º 108/85, de 4 de Outubro, a freguesia de Bidoeira de Cima

História[editar | editar código-fonte]

No ano de 1750 foi desanexada da freguesia de Regueira de Pontes. A freguesia dos Milagres foi criada a 24 de Junho de 1750[1], alguns anos depois de ter sido erguido o magnífico templo do Senhor dos Milagres, composta por treze lugares. Destes lugares 9 foram cedidos pela então freguesia de Colmeias e 4 pela freguesia de Regueira de Pontes. Ficaram então a fazer parte da freguesia dos Milagres os lugares de Bidoeira de Cima, Bidoeira de Baixo, Mata da Bidoeira, Val de Coelhos, Casal da Quinta, Ínsua, Figueiras, Balres, Mata da Ribeira da Godim, Alcaidaria, Bulhão, Quintas da Ribeira da Godim e Carreira. Mais tarde foram também criados os lugares de Triste Feia, Casal dos Maios, Outeiro das Quintas, Corredoura, Portela da Mata, Mata, Texugueira, Carriço, Casal do Pilha e Colónia Agrícola. Alguns destes lugares foram desanexados de outros já existentes.

Em 1926 foi aqui instalada o primeiro ensaio de colónia agrícola de âmbito estatal pela Junta de Colonização Interna.

Em 4 de Outubro de 1985 foi constituida a freguesia da Bidoeira de Cima[6] retirando aos Milagres os lugares de Bidoeira de Cima, Bidoeira de Baixo, Val Coelho, Mata da Bidoeira, Texugueira e Carriço.

Património Histórico e Cultural[editar | editar código-fonte]

Eventos Culturais (Festas populares e religiosas)[editar | editar código-fonte]

  • Tradicional Romaria ao Senhor Jesus dos Milagres (realiza-se no dia 14 de setembro, se este caí à segunda-feira ou na primeira imediata àquele dia, caso este não caia à segunda-feira)
  • Festa em Honra de Nossa Senhora da Graça (Maio)

Lugares Importantes[editar | editar código-fonte]

Lugares da Freguesia[editar | editar código-fonte]

  • Casal da Quinta
  • Ínsua
  • Figueiras
  • Balres
  • Mata da Ribeira da Godim
  • Alcaidaria
  • Bulhão
  • Quintas da Ribeira da Godim
  • Carreiras
  • Triste Feia
  • Casal dos Maios
  • Outeiro das Quintas
  • Corredoura
  • Portela da Mata
  • Mata
  • Casal do Pilha
  • Colónia Agrícola
  • Vale Pereiro
  • Martos
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Milagres (Leiria)

Referências[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Paróquia de Milagres». Arquivo Distrital de Leiria. Consultado em 28 de Abril de 2014 
  2. «Áreas das freguesias, municípios e distritos da CAOP2013». Separador Areas_Freguesias_CAOP2013. Direcção-Geral do Território. 2013. Consultado em 1 de Abril de 2014. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  3. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 1 de Abril de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  4. «Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias)» (pdf). Diário da República eletrónico. Consultado em 1 de Abril de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 6 de janeiro de 2014 
  5. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  6. «Lei n.º 108/85» (PDF). Diário da República eletrónico. Consultado em 26 de Abril de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.