Milcíades Mário de Sá Freire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Milcíades Mário de Sá Freire
Nascimento 18 de fevereiro de 1870
Rio de Janeiro
Morte 8 de julho de 1947
Cidadania Brasil
Ocupação político,

Milcíades Mário de Sá Freire (Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 1870 — Rio de Janeiro, 8 de julho de 1947) foi um político brasileiro.[1]

Formou-se em ciências jurídicas pela Faculdade de São Paulo.[1] Abriu escritório de advocacia, mas foi seduzido pela política, e, em 1895, era eleito intendente. Conquistou uma vaga no Senado Federal em 1908 consentiu em integrar a comissão designada para rever o Projeto do Código Civil.[1] Foi de sua autoria o projeto vedando aos Estados, cuja maioria se achava em lamentáveis condições financeiras, contrair empréstimos externos, sem a necessária permissão da União Federal; infelizmente, os exageros federalistas de alguns parlamentares transmudaram-se em dificuldades àquela moralisadora providência. Assumiu a prefeitura do Distrito Federal em julho de 1919, por solicitação do Senador Feliciano Penna, naquele mesmo ano, a convite de Epitácio Pessoa, foi prefeito do então Distrito Federal, mas pouco demorou no cargo.[1] De 1924 a 1926 foi presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros o IAB.[1] Além da obra cultural, no Instituto, a Presidência de Milciades Mario de Sá Freire se caracterizou, igualmente, pela atividade administrativa: executou trabalhos na sede social, adquiriu mobiliário para a mesma. Foi prefeito do então Distrito Federal, de 29 de julho de 1919 a 6 de junho de 1920.[1]

Referências

  1. a b c d e f «FREIRE, Sá» (PDF). CPDOC. Consultado em 11 de março de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Paulo de Frontin
Prefeito do Distrito Federal (1889-1960)
1919 — 1920
Sucedido por
Carlos Sampaio


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.