Milton Vargas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Milton Vargas (Niterói, 17 de fevereiro de 1914São Paulo, 12 de maio de 2011) foi um filósofo, engenheiro eletricista e civil brasileiro, especializado em mecânica de solos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Participou do projeto da Usina hidrelétrica de Tucuruí e, como pesquisador no IPT desde 1938, com contribuições importantes para a disciplina de Mecânica dos Solos. Foi agraciado com o título de doutor honoris causa pela UFRJ, e foi professor doutor emérito da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EPUSP), maior honraria concedida a um professor da escola, desde 1988.

Participou do Centro Interunidade de História da Ciência da USP, foi membro fundador do Instituto Brasileiro de Filosofia e pertenceu à Academia Paulista de Letras.

Em 1961 fundou, com quatro outros consultores, a Themag Engenharia Ltda que prestou serviços para empresas como as Centrais Elétricas de Urubupungá, DERSA, Fepasa, Eletronorte. Como diretor e engenheiro responsável da Themag participou da elaboração dos projetos das usinas hidrelétricas de Jupiá, Ilha Solteira, Tucuruí, Paulo Afonso, Itaipu, Porto Primavera e Ilha Grande.[1]

Em 2007 recebeu a Medalha do Conhecimento do Governo Federal.[1]

Formação[1][editar | editar código-fonte]

Carreira[editar | editar código-fonte]

  • Pesquisador do IPT (1938)
  • Um dos primeiros a lecionar Mecânica dos Solos no Brasil, no início dos anos 1940
  • Um dos fundadores da ABMS (1950)
  • Primeiro presidente da ABMS, até 1952
  • Primeiro vice-presidente da ISSMFE para a América do Sul, em 1953

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Introdução à Mecânica dos Solos (1978, ganhador dos prêmios Jabuti e Roberto Simonsen),
  • Verdade e Ciência (1981),
  • Metodologia da Pesquisa Tecnológica (1985),
  • Poesias e Verdade (1991) e
  • Para uma Filosofia da Tecnologia (1994).
  • mais de 110 artigos em congressos e revistas, dezenas de crônicas sobre Filosofia e História da Ciência na Folha de S.Paulo.
  • História da técnica e da tecnologia no Brasil;
  • História da ciência e da tecnologia no Brasil: uma súmula.
  • Fundações de edifícios

Homenagem[editar | editar código-fonte]

O Centro Acadêmico de Engenharia Civil (CEC) da Escola Politécnica da USP leva o nome do professor Milton Vargas, em sua homenagem.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Agraciados com a Medalha do Desenvolvimento». Governo Federal. Consultado em 27 abr 2013. Arquivado do original em 4 de outubro de 2013 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Ciências (Tecnologia)

1978
Sucedido por
Maurício Prates de Campos Filho


Professor Emérito da EPUSP em 1988