Mimi Coertse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mimi Coertse
Nascimento 12 de junho de 1932 (87 anos)
Durban
Cidadania África do Sul
Alma mater Universidade de Pretória, Universidade de Música e Performances Artísticas de Viena
Ocupação cantora, cantora de ópera
Prêmios Condecoração Austríaca de Ciência e Arte

Mimi Coertse (12 de junho de 1932) é uma soprano sul-africana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mimi Coertse nasceu em Durban e matriculou-se em uma escola em Johannesburgo. Começou a estudar canto na África do Sul em 1949. Em julho de 1953 casou com o compositor Dawid Engela. Mudou-se da África do Sul para Londres em setembro de 1953. Em janeiro de 1954 começou a estudar com Maria Hittorff e Josef Witt. Ela fez sua estreia em janeiro de 1955 como Primeira Flor em Parsifal, de Richard Wagner, no Teatro de São Carlo em Nápoles, com a regência de Karl Böhm. No dia 17 de março de 1956, Coertse fez sua estreia na Ópera Estatal de Viena como Rainha da Noite na ópera Die Zauberflöte, de Mozart, e ficou na companhia até 1978. Sua estreia no Covent Garden foi em 1956, no mesmo papel.

Coertse cantou a parte de soprano de Matthäus-Passion, de Bach, na primeira performance de Fritz Wunderlich em Viena, em 1958. No mesmo ano, eles começaram a trabalhar juntos no Festival de Aix-en-Provence, na ópera Die Zauberflöte. Em 1965 ela interpretou Konstanze em Die Entführung aus dem Serail, na Ópera Estatal de Viena. Desde que voltou para à África do Sul, em 1973, ela se apresentou em vários programas de rádio e televisão.

Seu repertório inclui:

Coertse cantou nos teatros de Aix-en-Provence, Atenas, Barcelona, Bruxelas, Covent Garden, Düsseldorf, Glyndebourne, Graz, Hamburgo, Linz, Londres, Melk, Nápoles, Palermo, Salzburgo, Stuttgart, Haia, Turim e Wiesbaden. Cantou sob a batuta de maestros como: Karl Böhm, Vittorio Gui, Alberto Erede, Heinrich Hollreiser, Herbert von Karajan, Joseph Keilberth, Jascha Horenstein, Rudolf Kempe, Josef Krips, Rafael Kubelík, Erich Leinsdorf, Wilhelm Loibner, Lorin Maazel, Dimitri Mitropoulos, Edouard van Remoortel, Rudolf Moralt, Heinz Wallberg, Nello Santi, Giuseppe Patane, John Pritchard, Argeo Quadri, Mario Rossi, Sir Malcolm Sargent, Hermann Scherchen, Georg Solti, Hans Swarowsky, Horst Stein, George Szell, Silvio Varviso, Antonino Votto e Berislav Klobučar.

Coertse cantou ao lado de Eberhard Wächter, Jean Madeira, Giuseppe di Stefano, Alfredo Kraus, George London (baixo-barítono), Walter Berry, Rudolf Christ, Renate Holm, Boris Christoff, Anton Dermota, Otto Edelmann, Cesare Siepi, Giuseppe Taddei, Ettore Bastianini, Luciano Pavarotti, Aldo Protti, Simon Estes, Hilde Gueden, Johannes Heesters, Sena Jurinac, Waldemar Kmentt, Peter Schreier, Gottlob Frick, Paul Schöffler, Erich Kunz, Christa Ludwig, Julius Patzak, Murray Dickie, Luigi Alva, Helge Rosvaenge, Rudolf Schock, Birgit Nilsson, Teresa Stich-Randall, Gwyneth Jones, Otto Wiener, Heinz Holecek, Giuseppe Zampieri, entre outros.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Helmuth Furch, 'Die Wiener Jahre von Kammersängerin Mimi Coertse,' ('The Viennese years of Kammersängerin Mimi Coertse'), Bulletin of Museums- und Kulturverein Kaisersteinbruch No. 41, 20-56, March 1996: also 'Mimi Coertse, die hochgeschätzte Konzert- und Liedsängerin' ('A reverence for a great Concert- and Lieder-singer'), December 1998.
  • Helmuth Furch, Eva Hilda Smolik and Elfriede Werthan, Kammersängerin Mimi Coertse, eine Wienerin aus Südafrika (Kammersängerin Mimi Coertse, a Viennese woman from South África) (with a preface by Marcel Prawy), (Vienna 2002).