Mina Loy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Myrna Loy.
Mina Loy
Mina Loy em 1917
Nascimento 27 de dezembro de 1882
Londres
Morte 25 de setembro de 1966 (83 anos)
Aspen
Cidadania Reino Unido, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Ocupação atriz, poetisa, escritora

Mina Gertrude Lowy (Londres, 27 de dezembro de 1882 - Aspen, Colorado, 25 de setembro de 1966)[1] foi uma poetisa, romancista e artista visual de vanguarda participante do primeiro modernismo de língua inglesa.

Viveu em Munique, Paris, Florença, Nova Iorque, entre outros lugares, e esteve ligada a artistas como Gertrude Stein e Picasso, e a movimentos como o Futurismo, quando vivia em Florença, tendo publicado poemas como "Aforismos sobre o Futurismo” (1914) na revista dos EUA, Camera Work, bem como ao Dadaísmo em Nova Iorque, publicando em revistas editadas pelo artista-poeta Marcel Duchamp e pelo poeta e crítico Walter Conrad Arensberg[2].

Sua obra, por longo tempo esquecida, embora poetas como Ezra Pound a considerassem uma das melhores produzindo poesia nos EUA no tempo em que lá residiu[3], começou a ser redescoberta e reunida a partir, apenas, da década de 1950.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.