Minerva J. Chapman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Minerva J. Chapman
Auto-retrato, sem data
Nome completo Minerva Josephine Chapman
Nascimento 6 de dezembro de 1858
Sand Bank, hoje Altamar, Nova Iorque, Estados Unidos
Morte 14 de junho de 1947 (88 anos)
Palo Alto, Califórnia, Austrália
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Área Pintura
Formação Universidade de Chicago
The School of the Art Institute of Chicago
Academia Julian
Movimento(s) Impressionismo

Minerva Josephine Chapman (Sand Bank, 6 de dezembro de 1858 - Palo Alto, 14 de junho de 1947) foi uma pintora impressionista estadunidense, conhecida por suas obras de paisagens, miniaturas e natureza morta. Foi a primeira mulher a ser presidente da União Internacional de Arte[1].

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Minera nasceu em 1858[1], em Sand Bank, hoje a cidade de Altamar, condado de Oswego, no estado de Nova Iorque[2]. Seus pais eram Josephine e James L. Chapman[3]. Apelidada pela família de Minnie, ela cresceu em Chicago, Illinois, tendo três irmãos mais novos, Wilbert, Irving e James e uma irmã mais nova, Blanche[4].

Sua educação foi menos restritiva do que para outras mulheres, assim Minerva pode seguir uma vida independente e seguir para a faculdade devido também ao sucesso do pai, que era banqueiro[5]. Por volta dessa época, mulheres passaram a ter permissão para ingressar em prestigiadas academias e escolas de arte, tanto nos Estados Unidos quanto na França[2][5].

Em 1875, Minerva estudou na Universidade de Chicago. Entre 1880 e 1886, teve aulas particulares com Annie C. Shaw e John Vanderpoel, ambos da The School of the Art Institute of Chicago. Em 1886, viajou para a Europa, visitando a Suíça, Holanda, Bélgica e Paris, estudando em Munique com Georg Jocobedis[6]. Junto de sua irmã, Blanche, ingressou na Academia Julian, antes de optar por ter aulas particulares com Charles Augustus Lasar, que a encorajou a adotar o estilo impressionista[2]. Ainda em Paris, ela estudou, entre 1887 e 1897 com Raphaël Collin, Gustave-Claude-Etienne Courtois, Tony Robert-Fleury e William-Adolphe Bouguereau[2][6].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Minerva começou a carreira com retratos, miniaturas em marfim e tecido, paisagens e pinturas generalistas[5]. Boa parte de sua carreira foi em Paris, apesar das constantes viagens para Chicago, onde expôs diversos de seus trabalhos, como na Feira Mundial de 1893[5][6]. Em 1906, foi eleita membro do salão da Société Nationale des Beaux-Arts[7]. Foi membro da União Internacional de Arte, em 1909 e depois presidente em 1914, a primeira mulher no cargo[8].

Com o advento da Primeira Guerra Mundial, Minerva viajou para Liverpool, a bordo do SS New Iorque, em setembro de 1914, depois embarcando rumo a Chicago, após viver por 21 anos em Paris. Enquanto a guerra acontecia, Minerva morou em Chicago e San Diego. Suas pinturas costumavam retratar aquela "nova mulher" do início do século XX, independente, que queria buscar liberdade e educação superior, muitas vezes renegando casamento e filhos[9].

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 1925, mudou-se para Palo Alto, onde continuou morando e pintando até 1932[2], obrigada a parar pela péssima visão. Minerva faleceu em 14 de junho de 1947, aos 88 anos[6][7].

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Illinois Women Artists Project (ed.). «Minerva J. Chapman». Bradley University. Consultado em 18 de maio de 2017 
  2. a b c d e Art Institute of Chicago (ed.). «American Exhibition #91 Paintings and Sculpture». Art Institute of Chicago. Consultado em 18 de maio de 2017 
  3. Passaporte pedido em 18 de agosto de 1919 por Minerva J. Chapman. NARA Microfilm Publication M1490, 2740 rolls. Arquivos do Departamento de Estado, grupo de registro nº 59. Arquivos Nacionais, Washington, D.C.
  4. Censo de Chicago de 1880, Cook, Illinois; rolo: 186; filme da história da família: 1254186; página: 191C; numeração do distrito: 027; Imagem: 0383. Décimo Censo dos Estados Unidos, 1880. (NARA publicado no microfilme T9, 1,454 rolos). Registros do Departamento do Censo, grupo de registro nº 29. Arquivos Nacionais, Washington, D.C.
  5. a b c d Christine Schwartz Collection (ed.). «Minerva Chapman». Christine Schwartz Collection. Consultado em 18 de maio de 2017. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2014 
  6. a b c d National Museum of Women in the Arts (ed.). «Minerva J. Chapman». CLARA Database of Women Artists. Consultado em 18 de maio de 2017 
  7. a b American Association of University Women (ed.). «Minerva Chapman, Painter». Women of Courage Profiles. Consultado em 18 de maio de 2017. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2005 
  8. American Art Directory. R.R. Bowker.; 1914. p. 351.
  9. "Minerva Chapman's Miniatures: Costume and the New Woman." Dress, January 1, 2002. 29(1), pp. 75–85.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Minerva J. Chapman