Mirada de mujer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mirada de mujer
Olhar de Mulher (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Antonio Serrano
Produtor(es) Epigmenio Ibarra
Carlos Payán
Elenco Angélica Aragón
Ari Telch
Fernando Luján
Evangelina Elizondo
Martha Mariana Castro
María Renée Prudencio
Bárbara Mori
Plutarco Haza
Margarita Gralia
Paloma Woolrich
Verónica Langer
ver mais
Tema de abertura "Dime", por Aranza
Tema de encerramento "Ese", por Jerry Rivera
Exibição
Emissora de televisão original México Azteca 13
Brasil Rede Record
Transmissão original México 9 de junho de 1997 — 5 de junho de 1998
Brasil 5 de junho de 2000 — 1 de junho de 2001
N.º de episódios México 260
Brasil 260
Cronologia
Último
Nada personal
Señora
Próximo

Mirada de mujer (no Brasil, Olhar de Mulher) é uma telenovela mexicana exibida pela TV Azteca e produzida por Epigmenio Ibarra e Carlos Payán em 1997[1] .

Foi protagonizada por Angélica Aragón em seu debut na TV Azteca, Ari Telch e Fernando Luján[2] com antagonização de Evangelina Elizondo.

No Brasil, a novela foi exibida pela Rede Record entre 5 de junho de 2000 e 1 de junho de 2001, às 20h45[3] [4] .

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios TVyNovelas 1998[editar | editar código-fonte]

Categoria Indicado(a) Resultado
Melhor telenovela Epigmenio Ibarra
Carlos Payán
Indicado
Melhor atriz protagonista Angélica Aragón Venceu
Melhor ator protagonista Ari Telch Indicado
Melhor atriz principal Evangelina Elizondo Indicado
Revelação feminina Bárbara Mori Venceu

Prêmios El Heraldo[editar | editar código-fonte]

  • Melhor telenovela

Referências

  1. «Mirada de mujer, Azteca». Mirada de mujer. Consultado em 12 de maio de 2013. 
  2. «Que fúe de los protagonistas de Mirada de mujer?». TV Notas. Consultado em 12 de maio de 2013. 
  3. «Record adere aos dramas mexicanos e lança "Olhar de mulher"». Estadão. 4 de junho de 2000. Consultado em 24 de fevereiro de 2016. 
  4. «Record estréia novela mexicana em novo horário». Folha de S. Paulo. 5 de junho de 2000. Consultado em 24 de fevereiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]