Mirta Ibarra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mirta Ibarra
Nascimento 28 de fevereiro de 1946 (75 anos)
San José de las Lajas
Cidadania Cuba
Alma mater Universidade de Havana
Ocupação atriz, diretora de cinema, roteirista

Basilia Mirtha Ibarra Collado (San José de las Lajas), 28 de fevereiro de 1946) é uma roteirista, dramaturga e atriz cubana.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mirtha nasceu na pequena cidade de San José de las Lajas, 30 km a sudeste de Havana. Estudou na Escola Nacional de Artes de Cuba e formou-se em Literatura Latino-Americana na Universidade de Havana. Começou sua carreira de atriz em 1967 em diferentes companhias teatrais. Integrou o júri de vários festivais internacionais de cinema, incluindo o de San Sebastián. De 2000 a 2001 percorreu a Espanha com a obra Obsesión habanera, da qual é autora e onde atua. Em 2008 realizou o documentário Titón: de La Habana a Guantanamera, uma biografia do seu falecido marido, o cineasta Tomás Gutiérrez Alea (1928-1996).[2]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Mirtha Ibarra: "Siempre hay que volver a Titón"». Cubacine (em espanhol). 16 de dezembro de 2020. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  2. «Atriz cubana Mirta Ibarra desembarca no Recife». portal NE10. 4 de abril de 2014. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]