Missão sui iuris das Ilhas Caimã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Missão sui iuris das Ilhas Caimã
Diœcesis
Localização
País Ilhas Cayman
Arquidiocese Metropolitana Arquidiocese de Kingston, na Jamaica
Estatísticas
População 58 548
Área 259 km²
Informação
Rito Romano
Criação da Diocese 28 de julho de 1934
Governo da Diocese
Bispo Allen Henry Vigneron
Jurisdição Missão sui iuris

A missão sui iuris das Ilhas Caimã (em latim: Missio sui iuris iInsularum Caimanensium) é uma missão sui iuris de rito latino da Igreja Católica Romana no Caribe. A missão compreende a totalidade da dependência britânica das Ilhas Caimã. A missão é sufragânea da Arquidiocese de Kingston e um membro da Conferência Episcopal das Antilhas.

Eregida em 14 de julho de 2000 na Arquidiocese de Kingston, na Jamaica, a Missão é servida pelo arcebispo Allen Vigneron.

Líderes[editar | editar código-fonte]

Relação com Detroit[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2000, foi atribuída a responsabilidade pastoral desta Missão à Arquidiocese de Detroit, para a Igreja Católica das Ilhas Caimã[1], que está sediada na paróquia de Santo Inácio em George Town e a igreja do Cristo Redentor, em West Bay[2] a Missão e a Arquidiocese estão relacionadas à pessoa do Arcebispo Ordinário da Missão, Vigneron, que é o atual arcebispo de Detroit.[3]

Referências

  1. «St. Ignatius Parish, Grand Cayman». The Official Web Site for the Archdiocese of Detroit. Archdiocese of Detroit. Consultado em 16 de março de 2011 
  2. «Welcome to Saint Ignatius Parish in the Cayman Islands». www.saint-ignatius-cayman.org. Consultado em 16 de março de 2011 
  3. «Cayman Islands (Mission "Sui Iuris")». Catholic-Hierarchy. www.catholic-hierarchy.org. Consultado em 16 de março de 2011