Missão sui iuris de Turks e Caicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A missão sui iuris de Turks e Caicos (em latim: Mission Sui Iuris Turcensium et Caicensium) é uma missão sui iuris de rito latino da Igreja Católica no Caribe. A missão abrange a totalidade da dependência britânica de Turks e Caicos. A missão é sufragânea da Arquidiocese de Nassau e um membro da Conferência Episcopal das Antilhas.

A missão de Turks e Caicos foi enviada pela Arquidiocese de Nassau, em 10 de junho de 1984. Foi inicialmente ligada à Arquidiocese de Nassau, e administrada por sacerdotes das Bahamas. No entanto, em 1998, a administração foi transferida para a Arquidiocese de Newark, nos Estados Unidos. O arcebispo de Newark é o superior da missão. Ele aponta um vigário-geral e sacerdotes de Newark para servir nas paróquias da missão.

Líderes[editar | editar código-fonte]

  1. Lawrence Aloysius Burke S.J. (1984-1998)
  2. Theodore Edgar McCarrick (1998-2000)
  3. John Joseph Myers (2001-)

Referências

]