Missões de serviço do Hubble

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As Servicing Missions são missões especiais com os ônibus espaciais para a manutenção do Hubble. As missões são realizadas periodicamente, para instalar novos equipamentos e corrigir problemas ocorridos entre as missões.

Servicing Mission 1 (SM-1)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: STS-61
Astronautas fazem os primeiros reparos no telescópio na missão SM-1.

A SM-1, lançada em dezembro de 1993, foi a primeira oportunidade de conduzir a manutenção já planejada no telescópio. Nessa missão, novos instrumentos foram instalados, e o problema no espelho primário do Hubble foi arrumado (consertado) . Aproveitando a oportunidade, instrumentos do originais do Hubble foram trocados e novos foram instalados:

  • COSTAR (Lente de Correção Axial do Telescópio)
  • WFPC2 (Câmera Planetária de Longo Alcance 2)
  • Painéis solares
  • SADE (Dispositivo de Movimentação dos Painéis Solares)
  • Magnetômetros
  • Novos processadores para o computador de bordo
  • Duas Unidades de Controle Giroscópicas.

Servicing Mission 2 (SM-2)[editar | editar código-fonte]

Astronautas consertam o Hubble durante a SM-2.
Ver artigo principal: STS-82

A segunda Servicing Mission (SM-2) , lançada em 11 de Fevereiro de 1997, graduou muito a produtividade do telescópio. A instalação de novos instrumentos estendeu o comprimento de ondas do Hubble, permitindo que ele observasse os locais mais distantes do universo.A recolocação de componentes falhados ou degradados da nave espacial aumentou a eficiência e o desempenho.

Três categorias de artigos compuseram a carga da missão:

  • Instrumentos científicos para aumentar a produtividade
  • Itens para manutenção primários
  • Itens para manutenção secundários.

Novos instrumentos científicos[editar | editar código-fonte]

  • STIS (Imageador Espectrográfico do Telescópio)
  • NICMOS (Câmera Infravermelha e Espectrômetro para Multiobjetos)

Instrumentos originais removidos ou trocados[editar | editar código-fonte]

  • FGS (Sensor Fino de Orientação)
  • OCE-EK (Kit de Reparo do Controle de Óptica Eletrônico)
  • RWA (Engrenagens de Controle de Posição)
  • SADE (Dispositivo de Movimentação dos Painéis Solares)