Miss Internacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Miss Beleza Internacional)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Internacional
Lema "Cheer All Women"
Tipo Concurso de Beleza
Fundação 1960 (61 anos)
Sede Japão Tóquio
Línguas oficiais Japonês e Inglês
Presidente Akemi Shimomura

O Miss International Beauty Pageant ou somente Miss International (também conhecido no Brasil como Miss Beleza Internacional) é o terceiro mais tradicional e reconhecido concurso de beleza internacional feminino do mundo, atrás somente do Miss Mundo (criado em 1951) e do Miss Universo (em 1952). Fundado em 1960, o concurso foi vendido no início dos anos 1970 para a "Associação Cultural do Japão" e passou a integrar o calendário cultural do país.

"Desde então, tem desenvolvido um amplo leque de intercâmbios, sob o lema 'o correto entendimento do Japão pela comunidade internacional' e 'o alcance da paz mundial através da compreensão mútua', escreve a organização em seu website, afirmando também que o concurso "tem desempenhado um papel importante na publicidade turística do Japão ao ampliar o círculo de atividades de boa-vontade das representantes de cada país".[1]

O atual lema do concurso é "Torça por todas as mulheres" (em inglês: Cheer All Women) e o recorde de países participantes é de 83, no concurso de 2019. Sob o lema "Cultivando um único movimento de amor" (em inglês: Cultivate One Love Movement), o concurso apoia uma iniciativa da Associação Cultural Internacional, que tem por objetivo a "boa-vontade e a paz mundial". A iniciativa arrecada fundos para a UNICEF Japão, em favor de pessoas desfavorecidas, com problemas físicos e mentais, bem como para crianças desprivilegiadas de todo mundo.[1][2]

A MIO chama as vencedoras de "embaixadoras da beleza da boa-vontade".[1]

História[editar | editar código-fonte]

O Miss Internacional foi realizado pela primeira vez em 1960, como um evento da cidade de Long Beach, Califórnia, que havia deixado de ser sede do Miss Universo, concurso transferido para Miami Beach.[1]

Ele não foi realizado duas vezes na história, em 1966 e 2020, e passou às mãos da Japan Beauty Congress Association entre 1969 e 1970.[2][3]

Fatos históricos [2][3][editar | editar código-fonte]

  • Em 1964, uma Miss Filipinas (Gemma Cruz) venceu o concurso pela primeira vez;
  • Em 1967, Ingrid Finger se tornou a miss com o maior tempo de reinado. Ela reinou por mais de 20 meses, uma vez que não houve uma edição Miss Internacional 1966;
  • Em 1968 o concurso foi realizado pela primeira vez no Japão;
  • Em 1970, quando aconteceu durante o Osaka World Expo, uma Miss Japão recebeu um título pela primeira vez, ao terminar em 4º lugar;
  • Em 1971, o concurso foi realizado novamente, uma única vez, em Long Beach;
  • Em 1984 foi criada da Associação Cultural Internacional, com o objetivo de " nutrir uma alma amante da natureza e da paz, acima das diferenças de língua e raça, através do amor e da bondade das mulheres";[4]
  • Em 1985, uma Miss Venezuela (Nina Sicilia) venceu o concurso pela primeira vez;
  • Em 2004, o concurso foi realizado pela primeira vez fora do Japão desde 1971, quando a China sediou o concurso - e voltaria a fazê-lo em 2006 e entre 2008 (Macau) e 2011;
  • Em 2004, pela primeira vez na história, a vencedora do concurso foi uma miss afrodescendente (Paola Vargas);
  • Em 2012, uma Miss Japão venceu o concurso pela primeira vez;
  • Em 2013, pouco antes de coroar sua sucessora, a Miss Internacional 2012, Ikumi Yoshimatsu, denunciou estar sendo perseguida por um stalker, Genichi Taniguchi, dono de uma agência de talentos. Devido a isto, ela não coroou sua sucessora;[5]
  • Em 2018, com a vitória da Miss Venezuela, Mariem Velazco, as Américas passaram a ser o continente com mais títulos, com 25 vencedoras;
  • Em 2018 também, com a coroação de Mariem Velazco, a Venezuela passou a ser o país com mais títulos, mais especificamente com oito (08);
  • Em 2020, o concurso não foi realizado pela segunda vez na história - devido a pandemia de COVID-19;[6]
  • Em 2021, Sireethorn Leeramwat, a tailandesa eleita em 2019, se torna a miss de reinado mais longo da história, uma vez que a edição de 2020 não acontecerá devido a pandemia de COVID-19. Ela deve reinar por cerca de 24 meses.

Fundação Miss Internacional[editar | editar código-fonte]

A Fundação Miss Internacional (Miss International Fund) doa dinheiro para deficientes e crianças carentes em todo o mundo, por meio do Unicef ​​e de outras instituições de caridade.[1][4]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão apenas as três últimas vencedoras do concurso:

Edição Ano Anfitrião Local da final Vencedora Segundo lugar Terceiro lugar Candidatas Ref
57ª 2017 Flag of Japan.svg
Japão
Tóquio Flag of Indonesia.svg
Indonésia
Kevin Lilliana
Flag of Curaçao.svg
Curaçao
Chanelle de Lau
Flag of Venezuela.svg
Venezuela
Diana Croce
69 [7]
58ª 2018 Flag of Venezuela.svg
Venezuela
Mariem Velazco
Flag of the Philippines.svg
Filipinas
Ahtisa Manalo
Flag of South Africa.svg
África do Sul
Reabetswe Sechoaro
77 [8]
59ª 2019 Flag of Thailand.svg
Tailândia
Sireethorn Leeramwat
Flag of Mexico.svg
México
Andrea Toscano
Flag of Uganda.svg
Uganda
Evelyn Karonde
82 [9]
2020 O concurso foi cancelado em 01/06/2020 por Akemi Shimomura.
É a segunda vez que o evento não é realizado, a primeira foi em 1966.
O motivo trata-se da epidemia global de Covid-19.
[10]

Títulos por país[editar | editar código-fonte]

País Vitórias Títulos
Venezuela Venezuela 8 1985, 1997, 2000, 2003, 2006, 2010, 2015, 2018
Filipinas Filipinas 6 1964, 1970, 1979, 2005, 2013, 2016
Espanha Espanha 3 1977, 1990, 2008
Colômbia Colômbia 1960, 1999, 2004
Polónia Polônia 1991, 1993, 2001
Austrália Austrália 1962, 1981, 1992
Reino Unido Reino Unido 1969, 1972, 1986
Estados Unidos Estados Unidos 1974, 1978, 1982
Porto Rico Porto Rico 2 1987, 2014
México México 2007, 2009
Noruega Noruega 1988, 1995
Alemanha Alemanha 1965, 1989
Costa Rica Costa Rica 1980, 1983
Tailândia Tailândia 1 2019
Indonésia Indonésia 2017
Japão Japão 2012
Equador Equador 2011
Líbano Líbano 2002
Panamá Panamá 1998
Portugal Portugal 1996
Grécia Grécia 1994
Guatemala Guatemala 1984
França França 1976
Jugoslávia Iugoslávia 1975
Finlândia Finlândia 1973
Nova Zelândia Nova Zelândia 1971
Brasil Brasil 1968
Argentina Argentina 1967
Islândia Islândia 1963
Países Baixos Países Baixos 1961

Títulos por Continente[editar | editar código-fonte]

Continente Vitórias Último título
Americas (orthographic projection).svg Américas 25 (2018) - Venezuela
Europe orthographic Caucasus Urals boundary.svg Europa 20 (2008) - Espanha
Asia (orthographic projection).svg Ásia 10 (2019) - Tailândia
Oceania (orthographic projection).svg Oceania 4 (1992) - Austrália
Africa (orthographic projection).svg África 0

Referências

  1. a b c d e «ABOUT | Miss International Beauty Pageant 2020». www.miss-international.org. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  2. a b c MISS INTERNATIONAL ORG., By (18 de maio de 2020). «History of Miss International!». Miss International Official Website 
  3. a b «Locations | HISTORY | Miss International Beauty Pageant 2020». www.miss-international.org. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  4. a b «ABOUT | Miss International Beauty Pageant 2020». www.miss-international.org. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  5. Adelstein, Jake (11 de dezembro de 2013). «Celebrity stands up to talent agency 'stalker'». The Japan Times (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2020 
  6. «To our valued followers and supporters:Notice of Cancellation of Miss International 2020 | NEWS & INFORMATION | Miss International Beauty Pageant 2020» (em japonês). Consultado em 7 de outubro de 2020 
  7. THE JAKARTA POST, By (14 de novembro de 2017). «Indonesia's Kevin Lilliana wins Miss International 2017!». The Jakarta Post 
  8. DE PAULA, Fábio Luís (9 de novembro de 2018). «Venezuelana vence Miss Internacional 2018; brasileira foi eliminada na primeira fase!». Folha de S.Paulo 
  9. DE PAULA, Fábio Luís (12 de novembro de 2019). «Tailândia vence pela primeira vez a coroa de Miss International!». Folha de S.Paulo 
  10. ADINA, Armin (3 de junho de 2020). «Miss International pageant cancels 2020 competition!». Lifestyle 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]