Miss Brasil 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Brasil 2020
Data Abril de 2020
Transmissão Band
Candidatas 27
Cidade São Paulo, São Paulo

Miss Brasil 2020 será a 66ª edição do tradicional concurso de beleza feminino de Miss Brasil, válido para a disputa de Miss Universo. Após a saída do patrocinador principal do concurso (Polishop), [1] os direitos de realização e transmissão em âmbito nacional continuam com a TV Bandeirantes junto ao Miss Universe Organization. Estima-se que a competição seja realizada ainda no primeiro semestre de 2020 e que contenha todas as unidades de federação brasileira na disputa pelo título que pertence à mineira eleita Miss Brasil BE Emotion 2019, Júlia Horta. [2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Saída da Polishop[editar | editar código-fonte]

Patrocinadora oficial do concurso de Miss Brasil desde 2015, a Polishop [3] anunciou o rompimento contratual com a Rede Bandeirantes em de julho de 2019. A marca de cosméticos da empresa, a BE Emotion foi se tornando a logo marca do concurso ao longo dos cinco concursos realizados pela organização. A saída porém, pegou de surpresa os fanáticos pelo concurso e a imprensa de modo em geral, visto que em março de 2019, João Appolinário, presidente da Polishop havia demonstrado interesse na renovação e que havia investido R$35 milhões na disputa: [4]

Conseguimos melhorar a imagem do concurso, que voltou a ter o glamour de antes, além de alcançar a exposição esperada da marca Be Emotion. A renovação deve começar a ser discutida com a Band agora, depois de concluirmos o evento da final. Mas, a princípio, do nosso lado deve se renovar sim.

João Appolinário, Presidente do Grupo Polishop.

Em entrevista a Folha de São Paulo, João ainda declarou que a Polishop teria investido de R$6 milhões a R$8 milhões por ano no concurso. Só com o evento da final de 2019 e suas etapas, foram gastos entre R$3 milhões e R$4 milhões. Ainda segundo a reportagem, a Polishop encontrou muitos desafios na realização do evento. Entre eles estavam a lisura de cada etapa e monetizar os eventos. Entre as mudanças, a final do Miss Brasil passou a ser realizada em uma das convenções nacionais de vendedores e associados da Polishop, para aproveitar a estrutura e, de certa forma, economizar. [5]

Anúncio oficial da Band[editar | editar código-fonte]

Sem patrocinador principal para arcar com os custos milionários do certame, [6] a TV Bandeirantes não confirmou presença do País na disputa de Miss Universo em 2020 [7] e assim afirmou a imprensa dia 18/07/2019: [8]

Após oito anos realizando e exibindo os concursos Miss São Paulo e Miss Brasil, cinco dos quais ocorreram por meio de uma sólida parceria com a Polishop, a Band comunica que não houve renovação do contrato, o qual termina este ano. Por essa razão, a Band não realizará a temporada 2020 e, por consequência, não exibirá seus famosos concursos de beleza. Durante os últimos cinco anos, a Polishop, por meio de sua marca Be Emotion, foi a grande parceira da Band na realização dos concursos. Trouxe, com sua grande expertise, uma nova roupagem para os concursos de beleza, tornando-os mais próximos das mulheres modernas. Frente à decisão de não renovar o contrato, a Band e a Polishop/Be Emotion deixam de ter qualquer responsabilidade acerca da realização dos concursos estaduais ou nacional que tenham relação com a cadeia de concursos Miss Universo 2020. Tanto a Band, que continua detentora das marcas estaduais, quanto a Polishop, não detêm qualquer responsabilidade de realização ou de apoio aos concursos estaduais relativos à temporada 2020, mesmo que aconteçam durante o ano de 2019. Não obstante, nossa recém recém-eleita Miss Brasil Be Emotion 2019 segue sua trajetória de preparação para, ao final de 2019, representar belamente o Brasil no Miss Universo 2019, fechando assim o ciclo de concursos da franquia Miss Universo nas telas da Band e sob a parceria com a Polishop/Be Emotion. A Rede Bandeirantes de Comunicação agradece a sólida parceria Polishop/Be Emotion ao longo dos últimos cinco anos.

Rede Bandeirantes de Comunicação.

Júlia, a última Miss Brasil[editar | editar código-fonte]

Com o anúncio da saída da Polishop e a decisão da Band em não realizar o concurso nacional, Júlia Horta assim declarou ao jornal "Portal F5" da Folha de São Paulo: [9]

Eu espero que mude. Seria muito triste não ter uma representante brasileira no Miss Universo, que é um concurso bastante importante para tantas meninas no país. Fico chateada [com o fim da parceria], pois nos últimos anos vi que o concurso deu uma repaginada e melhorou. Acho que a Polishop trabalhou muito bem e contribuiu para isso.

Júlia Horta, Miss Brasil 2019.

Evandro Hazzy & Ex-Misses[editar | editar código-fonte]

Apesar de incerto, [10] o concurso conta com uma proposta de reestruturação para dar continuidade a disputa, feita em parte por Evandro Hazzy (ex-coordenador do Miss Rio Grande do Sul entre 1999 a 2013), [11] Patrícia Régia (diretora da Band) e ex-misses, como Natália Guimarães (Miss Brasil 2007 e Vice-Miss Universo 2007), [12] Deise Nunes (Miss Brasil 1986), Leila Schuster (Miss Brasil 1993), Flávia Cavalcanti (Miss Brasil 1989) e Carla Godinho (Miss Rio de Janeiro 1985) que pode ser aceito pela Band. [13]

Estou trabalhando em um projeto para o retorno do concurso. São 65 anos de história que não podemos deixar morrer. Ainda estamos em fase de conversas e definições, estou conversando com a Band e vou trabalhar em parceria com ex-misses. Vai ter Miss Brasil em 2020.

Evandro Hazzy.

Mesmo com o projeto em andamento, a Folha de São Paulo procurou a emissora, que assim declarou:

A Band, detentora das marcas do Miss Brasil, não confirma a realização do Miss Brasil e do Miss Universo 2020. Se existir algum grupo interessado que queira patrocinar, será motivo de estudos por parte da diretoria comercial.

Rede Bandeirantes de Comunicação.

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Até o momento, as candidatas eleitas para a disputa:

Estado Candidata I A Representação R
Goiás Goiás Lorena Campos 19 1.70 Goianápolis [14]
Santa Catarina Santa Catarina Milena Sens 18 1.77 Blumenau [15]
Sergipe Sergipe Caroline Andrade 22 1.68 Propriá [16]

Concursos Estaduais[editar | editar código-fonte]

Próximos concursos[editar | editar código-fonte]

Estado Data
Roraima Roraima 9 de Fevereiro
Pernambuco Pernambuco 13 de Março
Mato Grosso Mato Grosso 14 de Março
Paraná Paraná 20 de Abril

Realizados[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. DE PAULA, Fábio Luís (17 de abril de 2019). «Miss Brasil pode não ser realizado em 2020 por falta de acordo entre Polishop e Band!». F5 - Folha de São Paulo 
  2. REDAÇÃO, Da (9 de março de 2019). «Miss Minas Gerais Júlia Horta vence o concurso Miss Brasil 2019!». G1 - Portal da Globo 
  3. FREITAS, Aiana (18 de novembro de 2015). «Polishop compra Miss Brasil para bombar maquiagem vendida em lojas e na rua!». UOL 
  4. REDAÇÃO, Da (18 de abril de 2019). «Miss Brasil pode não ser realizado em 2020 por falta de acordo entre Polishop e Band!». Folha Press 
  5. REDAÇÃO, Da (18 de abril de 2019). «Miss Brasil pode não ser realizado em 2020 por falta de acordo entre Polishop e Band!». Folha Press 
  6. DE PAULA, Fábio Luís (18 de julho de 2019). «Band não renova com Polishop, e Brasil ficará de fora do Miss Universo 2020!». F5 - Folha de São Paulo 
  7. REDAÇÃO, Da (18 de julho de 2019). «Band não exibirá mais concursos de Miss Brasil e Miss São Paulo!». Terra 
  8. REDAÇÃO, Da (18 de julho de 2019). «Band não exibirá mais concursos de Miss Brasil e Miss São Paulo!». F5 - Folha de São Paulo 
  9. REDAÇÃO, Da (19 de julho de 2019). «Júlia Horta, atual Miss Brasil, afirmou que Brasil perde em não ter representante no concurso!». Revista Cláudia 
  10. REDAÇÃO, Da (18 de julho de 2019). «Band encerra parceria com Polishop e concurso Miss Brasil 2020 fica incerto!». Bahia Notícias 
  11. SANT'ANA, Thaís (10 de fevereiro de 2012). «Profissão, treinador de miss!». Revista Galileu 
  12. DE PAULA, Fábio Luís (17 de outubro de 2019). «Natália Guimarães diz que concursos de miss hoje priorizam comunicação em vez de visual!». F5 - Folha de São Paulo 
  13. DE PAULA, Fábio Luís (10 de outubro de 2019). «Ex-diretor do Miss Brasil se une a ex-misses para garantir o concurso em 2020!». F5 - Folha de São Paulo 
  14. PESSONI, Carolina (4 de dezembro de 2019). «Representante de Goianápolis é eleita a Miss Goiás 2020; veja como foi!». A Redação 
  15. FIGUEIRÓ, Kelly (25 de agosto de 2019). «Candidata de Blumenau é eleita Miss Santa Catarina 2020!». Rede Peperi 
  16. REDAÇÃO, Da (1 de agosto de 2019). «Miss Sergipe Universo!». Luxo Aju 

Links Externos[editar | editar código-fonte]

Sites