Miss Universo 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Universo 2014
Miss-Universe2014 logo.jpg
Data: 25 de janeiro de 2015
Apresentadores: Transmissão oficial:
Natalie Morales, Thomas Roberts (palco)[1] e Jeannie Mai (bastidores)[2]
Transmissão para o Brasil:
Band: Renata Fan, Luiz Bacci (apresentação e comentários), Malcolm Forest e Simone Montgomery (tradução simultânea)[3]
TNT: Domingas Person (narração), Natália Guimarães (comentários) e Regina Pierantoni-McCarthy (tradução simultânea)[4]
Atrações Musicais: Prince Royce, Nick Jonas e Gavin DeGraw
Local: Arena da Universidade Internacional da Flórida, Miami, Flórida Estados Unidos
Emissora: NBC, Telemundo (transmissão oficial); Rede Bandeirantes, TNT (transmissão para o Brasil)
Candidatas: 88
Semifinalistas: 15
Não participaram do concurso: Azerbaijão, Botswana, Dinamarca, Estônia, Namíbia, Romênia e Vietnã
Voltaram a participar do concurso: Albânia, Egito, Geórgia, Irlanda, Kosovo, Portugal, Quênia, Santa Lúcia e Uruguai
Vencedora: Paulina Vega
Representou:  Colômbia

Miss Universo 2014 foi a 63ª edição do concurso Miss Universo, realizada em 25 de janeiro de 2015 na Arena da Universidade Internacional da Flórida em Miami, Flórida, EUA. A colombiana Paulina Vega foi coroada por sua antecessora, Gabriela Isler, da Venezuela. Este foi o segundo título da Colômbia, 56 anos após a coroação de Luz Marina Zuluaga.[5] Esta também foi a primeira edição do concurso realizada fora do ano a que se refere.

Esta edição do Miss Universo marcou também a estreia do novo modelo de coroa, adotado pela empresa tcheca Diamonds International Corporation, que também passa a desenhar os novos modelos de coroas para os concursos Miss USA e Miss Teen USA. De acordo com a organização, a peça simboliza a beleza, estabilidade e força da mulher[6] .

Processo de escolha da cidade-sede[editar | editar código-fonte]

Doral estava praticamente certa para ser escolhida a sede do Miss USA 2014. No entanto, com a oposição do conselho municipal, o concurso foi transferido para Baton Rouge, capital da Luisiana[7] . Após o Miss USA, as negociações com a cidade foram retomadas para o Miss Universo 2014.

Apesar do acerto inicial com a Prefeitura de Doral, a necessidade de um lugar maior obrigou a Miss Universe Organization a descartar a realização da final no Trump National Doral (resort de propriedade de um dos seus donos, o empresário e megainvestidor Donald Trump), cujo salão principal não atendia às exigências de público. Então, se decidiu pelo campus da Universidade Internacional da Flórida (FIU - Florida International University, na sigla em inglês), já no município de Miami (ao sul do limite com Doral), cuja arena da equipe de basquete e vôlei universitários da NCAA, o FIU Golden Panthers, tem capacidade para cinco mil espectadores sentados - contra três mil do Salão Donald J. Trump, que não ficaria pronto a tempo.

Esta foi a quarta vez em dez anos que o concurso se realizou em solo americano - a edição de 2006 foi realizada em Los Angeles e as edições de 2010 e 2012 foram realizadas em Las Vegas. No Condado de Miami-Dade, a arena esportiva da FIU foi o terceiro local a receber o Miss Universo desde 1960. Outros locais que receberam o concurso na região foram o Miami Convention Center (Miami Beach, 1960-1971 e 1997) e o James L. Knight International Center (Miami, 1984-1985).

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Em 22 de agosto de 2014, Trump postou em sua conta no Twitter que uma cidade na região da Miami e outras treze cidades estavam "lutando duro para sediar o Miss Universo" e que o esperado anúncio seria feito em um curto espaço de tempo; especialmente porque ele mencionou especificamente a cidade,que já sediou por 15 vezes o concurso de Miss Universo (1960 a 1971, 1984, 1985 e 1997), o que estava levando a muitas especulações na mídia especializada de que o certame poderia voltar para para a cidade pela primeira vez em dezessete anos.[8]

Em 9 de setembro de 2014, os jornais porto riquenho El Nuevo Dia e venezuelano El Nacional publicaram, cada um, que as candidatas do Miss Universo ficariam hospedadas em um hotel resort da Trump Collection, em Doral, confirmando os rumores que o concurso estaria voltando para a região de Miami.[9] [10] . Três dias depois, o prefeito da cidade, Luigi Boria, anunciou em sua conta oficial no Twitter que o concurso seria realizado no domingo 18 de janeiro de 2015, o que causou a princípio alguma polêmica entre entre os fãs do certame, já que pela primeira vez na história, tecnicamente, o Miss Universo irá "pular" um ano. [11] . Apesar disso, a vencedora será a Miss Universo 2014, pois abrange as candidatas nacionais eleitas durante o ano de 2014 (e como valia para o ano em questão), obedecidos os prazos estabelecidos pela Miss Universe Organization. O prefeito Boria posteriormente confirmou que o Miss Universo seria no domingo seguinte, 25 de janeiro.[12] [13] As autoridades da cidade, emancipada de Miami em 2003, esperavam atrair mais turistas com a propaganda do lugar e de outras áreas de Miami-Dade durante a final televisionada do certame, que teve três horas de duração, sem mudança de formato na classificação de suas semifinalistas.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Sede do Miss Brasil em 2012 e 2014, o Centro de Eventos do Ceará chegou a ser cotado para receber esta edição do Miss Universo. O local, a excelência na organização e as paisagens locais impressionaram de início a Miss Universe Organization, cujos diretores negociaram diretamente com a Enter Entertainment Experience, empresa de eventos do Grupo Bandeirantes de Comunicação, e a Secretaria de Turismo do Estado do Ceará. Caio Carvalho, então diretor-geral da Enter, confirmou que Fortaleza era cogitada como sede do certame.

Após duas edições seguidas com problemas de organização em 2012 (originalmente marcada para Punta Cana e transferida de última hora para Las Vegas) e em 2013 (a transmissão ao vivo para alguns dos principais mercados do concurso não foi possível devido as várias exigência dos organizadores locais), rumores apareceram na mídia brasileira sobre a escolha de Fortaleza como sede da edição seguinte do concurso, já que uma semana antes do Miss Brasil 2013, a presidente da MUO, Paula Shugart, e o diretor de negócios da entidade, Shawn McClain, se reuniram em Fortaleza com o titular da pasta, Bismarck Maia, e outras autoridades locais para assinarem um possível contrato que definiria a cidade como sede oficial do Miss Universo 2014, além de inspecionarem o Centro de Eventos, local provável do certame[14] . Em 11 de janeiro de 2014, Maia acenou com a realização do concurso em Fortaleza poucos meses após a realização da reunião anual dos BRICs na cidade[15] . Entretanto, em 27 de março, um e-mail da diretora de licenças nacionais da Organização Miss Universo, Annette Cammer, respondendo à indagação de um diretor nacional complicou a situação da capital cearense para receber o evento[16] .

Um mês e meio depois em 20 de maio, Carvalho (transferido nove dias mais tarde para a direção do canal pago Arte 1, de propriedade do mesmo grupo da Enter)[17] chegou a confirmar que o concurso seria realizado em uma outra cidade brasileira e que a MUO estaria analisando a proposta de quatro possíveis candidatas: Rio de Janeiro, Porto Alegre, Ribeirão Preto e Manaus.[18] . A desistência da capital cearense foi confirmada depois da constatação que a data original (outubro) tinha proximidade com as eleições gerais de 2014. Com isso, Fortaleza passaria a pleitear a sede do Miss Universo 2015.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Paulina Vega, Miss Universo 2014.
FIU Arena, o local do concurso.
Colocação Candidata País
Miss Universo 2014 Paulina Vega  Colômbia
2º lugar Nia Sanchez  Estados Unidos
3º lugar Diana Harkusha  Ucrânia
4º lugar Yasmin Verheijen  Países Baixos
5º lugar Kaci Fennell  Jamaica
Semifinalistas (Top 10): Tegan Martin
Desirée Cordero
Mary Jean Lastimosa
Valentina Ferrer
Migbelis Castellanos
 Austrália
Flag of Spain.svg Espanha
Filipinas
 Argentina
 Venezuela
Semifinalistas (Top 15): Melissa Gurgel
Camille Cerf
Noyonita Lodh
Elvira Devinamira
Valentina Bonariva
 Brasil
 França
 Índia
Indonésia
 Itália
Premiações especiais
Miss Simpatia Queen Celestine Nigéria
Miss Fotogenia Gabriela Berrios  Porto Rico
Melhor Traje Típico Elvira Devinamira Indonésia

NOTA: A partir deste ano,a 16ª semifinalista deixa de existir.

Forma de disputa[editar | editar código-fonte]

Preliminares[editar | editar código-fonte]

No dia 21 de janeiro, todas as candidatas competiram em trajes de gala (escolhidos pessoalmente por cada uma e concebidos pelos estilistas designados pelas coordenações nacionais) e trajes de banho (iguais para todas) durante as preliminares (chamado pela organização de Presentation Show).

Dois dias antes, elas tinham sido entrevistadas individualmente (e de forma reservada) por cada um dos jurados. Na véspera do Presentation, as candidatas foram avaliadas no aspecto plástico. Nesta etapa foram definidas nove das 15 classificadas.

Classificação das 15 semifinalistas[editar | editar código-fonte]

O formato do concurso, retornou ao formato usado até 2010, quando um grupo de 15 semifinalistas,foi conhecido no segundo e no terceiro blocos da transmissão ao vivo e não se deu conhecida qual foi a forma de escolha delas. Este grupo foi montado da seguinte forma:

  • O júri preliminar escolheu as candidatas que mais se destacaram nas três etapas de competição durante as preliminares (traje de banho, traje de gala e entrevista), reservando nove vagas;
  • A organização e o staff do Miss Universo reservaram outros 6 lugares para aquelas candidatas que, nas suas respectivas avaliações, foram uma boa opção para seguirem adiante na disputa da coroa, baseados no desempenho durante a programação de atividades e na apresentação pessoal perante os membros da organização;

Estas 15 semifinalistas foram novamente avaliadas por um júri final:

  • As 15 semifinalistas desfilaram em trajes de banho (iguais para todas), aonde cinco foram eliminadas.
  • As 10 que continuaram desfilaram em trajes de gala (escolhidos por cada candidata),aonde mais cinco foram eliminadas
  • As 5 que sobraram (finalistas) se submeteram a duas perguntas: a tradicional feita pelos jurados e mais a pergunta final que pela primeira vez foi selecionada pelo Facebook e foi a mesma para todas; e assim os jurados escolheram a Miss Universo 2014.

Jurados[editar | editar código-fonte]

Da final televisionada de 25/01/2015[editar | editar código-fonte]

O primeiro grupo de jurados foi anunciado pela NBC e pela MUO no dia 8 de janeiro[19] . O segundo grupo de jurados foi anunciado no dia 23 de janeiro[20] :

Da preliminar de 21/01/2015[editar | editar código-fonte]

Relação divulgada pela Miss Universe Organization no dia 17 de janeiro[21] :

  • Michelle McLeanMiss Universo 1992
  • Azucena Cierco – jornalista
  • Corinne Nicolas – presidente da Trump Models
  • Jimmy Nguyen – especialista e advogado de mídias digitais
  • Jeneine Doucette-White – gerente de site de internet
  • Lloyd Boston – especialista em moda
  • Tyler Tixier – gerente de vendas

Programação musical[editar | editar código-fonte]

Candidatas[editar | editar código-fonte]

88 países e territórios estiveram representados [22] A candidata que foi eleita Miss Universo 2014 está em negrito:

País Candidata Idade Altura Cidade
África do Sul Ziphozakhe Zokufa 22 1,79 Port Elizabeth
 Albânia Zhaneta Byberi 19 1,78 Tirana
 Alemanha Josefin Donat 20 1,68 Leipzig
 Angola Zuleica Wilson 21 1,77 Cabinda
 Argentina Valentina Ferrer 23 1,78 Córdoba
 Aruba Digene Zimmermann 20 1,80 Oranjestad
 Austrália Tegan Martin 22 1,78 Newcastle
 Áustria Julia Furdea 20 1,70 Linz
 Bahamas Tomacina Culmer 22 1,82 Nassau
 Bélgica Anissa Blondin 22 1,78 Bruxelas
 Bolívia Claudia Tavel 25 1,72 Santa Cruz de la Sierra
 Brasil Melissa Gurgel 20 1,68 Fortaleza[23]
 Bulgária Kristina Georgieva 22 1,76 Sofia
 Canadá Chanel Beckenlehner 26 1,74 Caledon
Cazaquistão Aidai Isayeva 25 1,79 Almaty
 China Yanliang Hu 24 1,80 Pequim
 Chile Hellen Toncio 20 1,78 Rancagua
 Colômbia Paulina Vega 22 1,76 Barranquilla
 Coreia do Sul Ye-Bin Yoo 22 1,73 Seul
Costa Rica Karina Ramos 20 1,78 Heredia
 Croácia Ivana Mišura 24 1,71 Zagreb
Curaçao Laurien Angelista 27 1,78 Willemstad
Equador Alejandra Argudo 21 1,80 Portoviejo
 Egito Lara Debbane 20 1,75 Cairo
El Salvador Patricia Murillo 21 1,76 Juayúa
 Eslovênia Urška Bračko 21 1,83 Ljubljana
Flag of Spain.svg Espanha Desirée Cordero Ferrer 21 1,80 Sevilha
 Estados Unidos Nia Sanchez 24 1,73 Las Vegas
 Etiópia Hiwot Bekele Mamo 23 1,77 Adis Abeba
Filipinas Mary Jean Lastimosa 26 1,70 Tulunan
 Finlândia Bea Toivonen 21 1,79 Jyväskylä
 França Camille Cerf 20 1,80 Calais
Gabão Maggaly Ornellia Nguema 22 1,76 Libreville
Gana Abena Appiah 21 1,75 Acra
Reino Unido Grã-Bretanha Grace Levy 24 1,82 Londres
 Grécia Ismini Dafopoulou 24 1,78 Atenas
Geórgia Geórgia Ana Zubashvili 21 1,77 Tbilisi
Guam Brittany Bell 26 1,74 Hagåtña
 Guatemala Ana Luisa Montúfar 20 1,75 Cidade da Guatemala
Guiana Niketa Barker 23 1,77 Georgetown
Haiti Christie Desir 25 1,78 Porto Príncipe
Honduras Gabriela Ordóñez 22 1,79 Comayagua
 Hungria Henrietta Kalemen 20 1,80 Budapeste
 Índia Noyonita Lodh 21 1,70 Bangalore
Indonésia Elvira Devinamira 21 1,78 Surabaya
Ilhas Virgens Britânicas Jaynene Jno Lewis 24 1,72 Road Town
 Irlanda Lisa Madden 22 1,79 Cork
 Israel Doron Matalon 20 1,80 Beit Aryeh-Ofarim
 Itália Valentina Bonariva 25 1,75 Milão
 Jamaica Kaci Fennell 20 1,77 Kingston
 Japão Keiko Tsuji 21 1,73 Nagasaki
Kosovo Artnesa Krasniqi 22 1,80 Pristina
Líbano Sally Greige 24 1,76 Beirute
Lituânia Lituânia Patricija Belousova 19 1,74 Vilnius
 Malásia Sabrina Bennett 23 1,80 Ipoh
Maurícia Pallavi Gungaram 20 1,78 Port Louis
 México Josselyn Garciglia 23 1,76 La Paz
Myanmar Sharr Htut Eaindra 21 1,78 Yangon
Nicarágua Marline Barberena 26 1,73 Chichigalpa
Nigéria Queen Celestine 21 1,79 Edo
 Noruega Elise Dalby 19 1,80 Hamar
 Nova Zelândia Rachel Maree Millns 24 1,82 Wellington
 Países Baixos Yasmin Verheijen 20 1,81 Amsterdã
 Panamá Yomatzy Hazlewood 22 1,76 Cidade do Panamá
Paraguai Sally Jara 20 1,75 San Lorenzo
 Peru Jimena Espinoza 25 1,85 Lima
 Polónia Marcela Chmielowska 23 1,77 Nowy Sącz
 Porto Rico Gabriela Berrios 23 1,75 San Juan
 Portugal Patrícia da Silva 24 1,78 Lisboa
 Quênia Gaylyne Ayugi 20 1,78 Nairobi
República Dominicana Kimberly Castillo 26 1,78 Higüey
Eslováquia República Eslovaca Silvia Prochádzková 21 1,80 Bratislava
República Checa República Tcheca Gabriela Franková 20 1,78 Brno
 Rússia Yulia Alipova 24 1,79 Balakovo
Santa Lúcia Roxanne Didier Nicholas 22 1,77 Castries
 Sérvia Andjelka Tomasevic 21 1,75 Zubin Potok
 Singapura Rathi Menon 23 1,73 Singapura
 Sri Lanka Avanti Marianne 24 1,82 Colombo
 Suécia Camilla Hansson 25 1,73 Estocolmo
Suíça Zoé Metthez 20 1,79 Berna
 Tailândia Pimbongkod Chankaew 20 1,87 Eagle Rock
Tanzânia Nale Boniface 23 1,77 Dar es Salaam
Trinidad e Tobago Jevon King 24 1,78 Diego Martin
Turks e Caicos Turks e Caicos Shanice Williams 20 1,80 Grand Turk
 Turquia Dilan Çiçek Deniz 19 1,79 Sivas
 Ucrânia Diana Harkusha 20 1,80 Carcóvia
Uruguai Johana Riva 23 1,78 Montevidéu
 Venezuela Migbelis Castellanos 19 1,75 Cabimas

Substituições[editar | editar código-fonte]

  • Tailândia Tailândia - Weluree Ditsayabut foi destronada por se pronunciar através de redes sociais que era a favor da pena de morte para os "camisas vermelhas", opositores políticos da junta militar que governa o país e que apoiam a primeira ministra deposta Yingluck Shinawatra.[24] . A segunda colocada no Miss Universo Tailândia 2014, Alisson Samson, a substituiu.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

  • A comunidade latino-americana nos Estados Unidos estaria representada pela primeira vez nessa edição do Miss Universo, com uma candidata usando a faixa de Miss Latina Universo, o que foi anunciado por Gabriela Isler, Miss Universo 2013, durante a cerimônia de entrega do Billboard Latin Music Awards em Miami. [25] O formato usado para escolher a vencedora seria um reality show com as candidatas escolhidas por meio de castings em várias cidades dos Estados Unidos. No entanto, uma situação imprevista aconteceu: muitas candidatas eliminadas em certames nacionais para o Miss Universo se inscreveram. Porém, elas não eram residentes legalmente nos Estados Unidos, o que quebrava as regras do programa. [26] Menos de uma semana antes de sua estreia, então, a rede Telemundo anunciou o cancelamento do programa por meio de um comunicado postado no seu perfil no Facebook, "para assegurar que o programa iria seguir a qualidade e os padrões das marcas do Miss Universo e da (emissora que o exibiria)". [27] Uma fonte da equipe de produção revelou ao site Huffington Post que dois motivos forçaram o seu cancelamento: o primeiro, de questões legais, envolvendo coordenações nacionais de países latinos que, eventualmente, poderiam ser prejudicadas na disputa internacional, e o segundo, de ordem cultural, devido ao fato de a Miss USA 2014, Nia Sanchez, ter raízes latinas. [28]
  • Antes de 12 de setembro de 2014, a data e a sede do concurso permaneciam em aberto. Mesmo assim a coordenação do concurso Miss Universo China publicou no cronograma de datas de seu site oficial que o evento seria em 9 de dezembro, em um local a ser divulgado, informação esta não confirmada pela Miss Universe Organization. Caso essa data fosse a escolhida, poderia haver um choque de datas com o cronograma de atividades do Miss Mundo 2014, que será realizado em Londres, no dia 14 de dezembro, e poderia afetar algumas franquias nacionais que enviam as mesmas candidatas para os dois concursos. Além desse aspecto, a coincidência de calendários poderia causar problemas na cobertura midiática desses eventos. [29] Com o anúncio da cidade-sede e da data, feitos pelo prefeito de Doral, ficou confirmado que a vencedora será eleita como Miss Universo 2014. A edição 2015 do Miss Universo seria realizada no fim do mesmo ano em local ainda a ser definido. A NBCUniversal e a Miss Universe Organization (parceiras na organização e propriedade do Miss Universo) emitiram comunicado conjunto anunciando a U.S. Century Bank Arena, localizada dentro do campus da FIU, como sede do concurso e centro nervoso de operações de todo o processo de competição. A data escolhida foi a de 25 de janeiro de 2015. [30] [31]
  • Uma polêmica envolvendo libaneses e israelenses ocorreu depois que a candidata de Israel, Doron Matalon, compartilhou em seus perfis de redes sociais uma selfie em que estava acompanhada da candidata do Líbano, Saly Greige. A foto provocou comentários positivos e negativos por parte dos libaneses. Greige declarou que "Desde que cheguei, tenho sido cuidadosa para não conversar e nem tirar fotos com a Miss Israel". Doron respondeu que "Isso não me surpreende, mas me deixa triste. Que tristeza não poder deixar as hostilidades de lado". [32]
  • Membros da comunidade acadêmica da Universidade Internacional da Flórida, entre estudantes, atletas e professores, questionaram a reitoria a respeito do legado que o evento deixaria para a instituição, já que os investimentos para a reforma do local passaram de US$ 500 mil, incluindo o reforço do teto da arena para suportar os equipamentos técnicos e cenográficos, luzes e câmeras.[33] .
  • Quando a candidata da Jamaica, Kaci Fennell, que se diferenciava das demais 87 candidatas por ter cabelos curtos e era favorita do público presente na FIU Arena, foi anunciada como quinta colocada, as vaias se espalharam. Além disso, muitas pessoas se manifestaram pelo Twitter para reclamar da posição em que Fennell terminou. Grande parte das candidatas eliminadas felicitaram e abraçaram a jamaicana. A candidata da Rússia, Yulia Alipova, manifestou na transmissão ao vivo sua infelicidade, abaixando seus braços e seus polegares como sinal de insatisfação. Ainda em protesto, Alipova saiu do palco antes mesmo do anúncio da vencedora.[34] [35] [36] .
  • Osmel Sousa, diretor-geral do concurso Miss Venezuela conhecido por ser um grande crítico das candidatas que não sejam venezuelanas e chamado pela imprensa especializada de "Czar da Beleza"[37] pelos sucessos que as suas candidatas tem conseguido em diversos concursos em décadas recentes, causou grande polêmica em seus país quando, mesmo antes da final, declarou que sua favorita à coroa era a candidata da Colômbia, Paulina Vega – a posterior vencedora – e não sua própria candidata, Migbelis Castellanos, que, segundo ele, era "indisciplinada" (aparentemente Migbelis apresentou-se para o concurso acima do peso).[38]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, a transmissão do Miss Universo 2014 rendeu à NBC 7,6 milhões de telespectadores, média de 4,9 e share domiciliar de 8 pontos. Foi a quinta maior audiência do certame desde a aquisição dos direitos pela emissora em 2003 e a maior até a ocasião nos anos 2010. Nas duas primeiras horas (20 às 22h, horários da costa leste americana), o certame chegou a perder em público para inéditos de Undercover Boss (8,8 milhões, 5,4/8) e CSI (8,2 milhões, 5,1/8), exibidos pela CBS. Nessas faixas, o certame registrou 7 e 7,4 milhões de telespectadores, respectivamente, com média de 4,3 e share de 7 em ambos os horários. A classificação da Miss USA 2014 Nia Sanchez entre as cinco finalistas fez a NBC liderar na faixa das 22h, com 8,4 milhões de telespectadores, média de 5 e share de 9, contra 8,2 milhões, média de 5,2 e 9 de outro inédito de CSI, na CBS.[39] . Se agregados os 2,27 milhões de telespectadores (média de 0,9) da Telemundo (que fez sua última transmissão em língua espanhola para o mercado americano antes da assinatura de contrato da MUO com a Univision)[40] , as emissoras da NBCUniversal terão registrado 9,87 milhões de telespectadores e média agregada de 5,8[41] .

Já a transmissão brasileira em TV aberta do Miss Universo 2014, feita pela Rede Bandeirantes, registrou a pior audiência desde que o país recebeu o certame em 2011: na medição do IBOPE Mídia realizada na Grande São Paulo, foram 2,7 pontos de média e 535.037 indivíduos em 181.205 domicílios na principal praça de decisões para o mercado publicitário do país. Cada ponto equivale a 67.113 domicílios e 198.162 telespectadores. Em 12 de setembro de 2011, a Band tinha registrado média de 8,2 e 1.504.864 telespectadores em 477.527 domicílios (nessa época, cada ponto equivalia a 58.235 domicílios e 183.520 telespectadores)[42] .

Referências

  1. "Natalie Morales e Thomas Roberts co-apresentarão o concurso de Miss Universo", UPI, 20-12-2014. Página visitada em 07-03-2015.(em inglês)
  2. "Miss Universo 2014: conheça os apresentadores", Heavy.com, 25-01-2015. Página visitada em 07-03-2015.(em inglês)
  3. Endruweit, Leila. "Final do Miss Universo ocorre neste domingo", Zero Hora, 24-01-2015. Página visitada em 07-03-2015.
  4. "Ex-miss Brasil comenta Miss Universo na TNT neste domingo", Notícias da TV, 23-01-2015. Página visitada em 07-03-2015.
  5. "Depois da vitória colombiana em 2014, como ficaram os jejuns mais longos de títulos no concurso de Miss Universo", TV em Análise Criticas, 30-01-2015. Página visitada em 28-02-2015.
  6. "Candidatas a Miss Universo 2014 conhecem a nova coroa: o que você precisa saber sobre a coroa de diamantes encrustrados", International Business Times, 25-01-2015.(em inglês)
  7. Miss USA Pageant No Longer in Negotiations to be Hosted in Doral. Visitado em 13 September 2014.
  8. https://twitter.com/realDonaldTrump/status/502955047421231104
  9. Miami podría ser sede de Miss Universe 2014 - El Nuevo Día El Nuevo Dia. Visitado em 13 September 2014.
  10. Miami podría ser sede del Miss Universo 2014. Visitado em 13 September 2014.
  11. OFFICIAL: MISS UNIVERSE 2014 WILL BE HELD IN DORAL, FL. Visitado em 13 September 2014.
  12. Julio Rodríguez Matute (12 de septiembre de 2014). Miss Universo 2014 será el 18 de enero en Doral, Miami Belleza venezolana.
  13. Alcalde Luigi Boria - Buenos Dias Miami: Miss Universe 2015 (Interview with Mayor Luigi Boria) Buenos Dias Miami (19 de septiembre de 2014).
  14. Quintela, Gabriela. "Brasil sedia concurso Miss Universo 2014", R7, 01-10-2013.
  15. Serpa, Egídio. "Bismarck: Aquário será o mais visitado", Diário do Nordeste, 11-01-2014.
  16. Rodríguez Matute, Julio (27-03-2014). Miss Universo 2014 não será no Brasil BellezaVenezolana.net. Visitado em 30-06-2014.(em espanhol)
  17. Ricco, Flávio. "Ex-ministro assume direção do canal Arte 1, da Band", UOL Entertenimento, 29-05-2014.
  18. "Miss Universo 2014 não será em Fortaleza", O Povo Online, 20-05-2014.
  19. "Nick Jonas e Prince Royce se apresentarão no 63º Concurso Anual de Miss Universo", NBCUniversal Media Village, 08-01-2015.(em inglês)
  20. "Gavin DeGraw se junta ao line-up musical do 63º Concurso Anual de Miss Universo", NBCUniversal Media Village, 22-01-2015.(em inglês)
  21. "Jurados Preliminares do Miss Universo", Miss Universe Organization, 17-01-2015.(em inglês)
  22. contestants:2014 Miss Universe Organizaton. Visitado em 01/02/2015.
  23. Em disputa acirrada, Melissa Gurgel, do Ceará, é eleita Miss Brasil 2014 Jornal Metro. Visitado em 26 de janeiro de 2015.
  24. Thai beauty queen quits after calling for ousted PM's supporters to be executed (em inglés) theguardian.com (9 de junio de 2014).
  25. [1]
  26. [2]
  27. [3]
  28. Fridman, Mandy (09-06-2014). Miss Latina Universo cancelado até segunda ordem Huffington Post. Visitado em 19-06-2014.(em espanhol)
  29. [4]
  30. OFFICIAL: MISS UNIVERSE 2014/2015 WILL BE HELD IN DORAL, FL. Visitado em 13 September 2014.
  31. "A 63ª edição do concurso Miss Universo será realizada em Doral-Miami, no dia 25 de janeiro, das 20h às 23h (horário da costa leste), na NBC". Página visitada em 14-10-2014.(em inglês)
  32. Selfie de Miss Israel com Miss Líbano vira 'incidente diplomático "veja.com.br" (19 de janeiro de 2015). Visitado em 19 de janeiro de 2015.
  33. MIss Universo, hoy es la competencia preliminar y mucho más. Belleza Venezolana (21 de enero de 2015). Visitado em 22 de enero de 2015.
  34. ¿Las candidatas al Miss Universo preferían que ganara Miss Jamaica y no Miss Colombia? (em español) E! Online (26 de enero de 2015). Visitado em 31 de enero de 2015.
  35. Miss Jamaica, la reina sin corona de Miss Universo Hola USA (27 de enero de 2015). Visitado em 31 de enero de 2015.
  36. Continúan las polémicas tras coronación de Miss Universo Metro, Puerto Rico (28 de enero de 2015). Visitado em 31 de enero de 2015.
  37. Osmel Sousa es reconocido en Miami El Nacional. Visitado em 02/02/2015.
  38. Osmel Sousa confiesa que Miss Colombia es su favorita Yahoo Noticias. Visitado em 02/02/2015.
  39. "Histórico da audiência americana do Miss Universo (1974-2014)", TV em Análise Críticas, 27-01-2015.
  40. Tinoco, Armando. "Miss Universo 2015 muda para Univisión e Telemundo perde direito de exibir concurso de beleza", Latin Times, 28-01-2015.(em inglês)
  41. "As audiências americanas do 21º SAG Awards e do Pro Bowl, que concorreram com o Miss Universo 2014", TV em Análise Críticas, 28-01-2015. Página visitada em 01-02-2015.
  42. "A involução da audiência do concurso Miss Universo na Band em telespectadores e domicílios (2011-2014)", TV em Análise Críticas, 26-01-2015.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]