Mitologia mamaiu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os Mamaiu são uma tribo amazônica que vive ao longo das margens do rio Xingu, no Brasil.

Segundo eles Kuat era o deus Sol. O mito da criação Mamaiu diz que no começo, era sempre noite e as tribos eram forçadas a viver no medo eterno de ataques dos animais selvagens. A luz não conseguia chegar aos Mamaius porque as asas dos pássaros tapavam o céu.

Foi então que Kuat e o seu irmão Iae decidiram roubar alguma luz ao deus abutre Urubutsin, que era o rei dos pássaros.

Os dois deuses esconderam-se num cadáver e esperaram que os pássaros se aproximassem. No momento que o rei Urubutsin aterrissou no cadáver para comer os vermes que poderia haver no cadáver, Kuat agarrou as pernas do abutre.

Sem condições de fugir e abandonado pelos seus companheiros pássaros, Urubutsin foi obrigado a concordar que iria partilhar a luz do dia com Kuat e Iae. Para fazer a luz durar muito tempo, acordaram que o dia alternaria com a noite. Como resultado, Kuat ficou associado ao Sol e Iae à Lua.