Mitzvá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Mitzvá (מצוה; transl.: miṣwāh; lit. mandamento; plural, מצות; transl.: miṣwōth; mitzvás ou mitzvot está relacionada com a palavra צוה; transl.: ṣiwā, tzavá, Ele mandou). No judaísmo na Literatura rabínica diz que na Torá (os primeiros cinco livros da Bíblia Hebraica) aparece trezentas vezes de forma variada com esse significado. O Talmud diz que foram dados 613 mandamentos à Moisés no Sinai (Veja: Torá oral). O termo refere-se ao cumprimento de uma mitzvá como a do primeiro dos dez ditos de lembrar (Veja: Shemá Israel) quem é o Deus de Israel.[1]

Maimonides no Sefer ha-Mitzvot fornece uma lista detalhada, com exemplo; declarar a unicidade de D'us e de não emprestar dinheiro e cobrar juros abusivos.

No uso comum o termo Mitzvá expressa qualquer ato de boa ação, como o ato de ajudar uma pessoa desconhecida, como exemplo; uma pessoa idosa com seus pacotes. De acordo com os ensinamentos do Judaísmo todas as leis morais são derivadas dos mandamentos divinos.

As opiniões dos rabinos talmúdicos são divididas entre aqueles que buscam o propósito das mitzvot e aqueles que não os questiona. Os primeiros argumentam que se a razão para cada mitzvá pudesse ser determinada, as pessoas podem tentar alcançar o que vêem como o propósito da mitzvá, sem realmente realizar a mitzvá por si só. Dentro do judaísmo rabínico o termo é aplicado a sete mitzvot:

  1. Lavar as mãos para o pão.
  2. Leis de Erub.[2][3]
  3. Recitar uma benção antes de usufruir de qualquer prazer, como o ato de comer.
  4. Iluminação por velas no Shabath.
  5. Celebração de Purim.
  6. Celebração de Hanucá.
  7. Recitação da oração Hallel em determinada ocasiões.

Para cada uma delas (com exceção do número 3; logicamente), há bênçãos que começam exatamente da mesma forma que uma bênção dita sobre uma mitzvá da Torá:

Bendito seja Você, Senhor nosso D'us, Rei do Universo, que nos santificou com Seus mandamentos que nos ordenou...

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Mitzvah | Judaism». Encyclopedia Britannica (em inglês) 
  2. «Definition of ERUB». www.merriam-webster.com (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2018. 
  3. «'ERUB - JewishEncyclopedia.com». www.jewishencyclopedia.com. Consultado em 10 de junho de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]