Moda na década de 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Duas modelos posam para uma sessão fotográfica (2015)

Até 2017, a década de 2010 se definiu por um retorno de peças de moda da década de 30 e dos anos de guerra da década de 1940, pela moda hipster e alternativa, pelas cores fluorescentes características dos anos 80 do século XX (de 2012 a 2017), por elementos unissexo característicos do início da década de 1990 (influenciados pelo grunge)[1][2] e pela moda skatista.[3]

Muitas das modas de meados e do final da década de 2000 se mantiveram populares na Europa, Estados Unidos, América do Sul, Austrália e Ásia oriental, especialmente o visual indie pop, que se baseou, em grande parte, em elementos do garage rock dos anos 70 do século XX, na contracultura da década de 60 e na moda alternativa contemporânea.

Entre as marcas de moda mais populares a nível mundial se incluem a Forever 21, Topshop, Topman, Uniqlo, Christian Dior, Hollister, Abercrombie e Fitch, Ben Sherman, Lacoste, Penshoppe, Bench, H&M, Nine West, Kashieca, Human, Burberry (especialmente na China, de 2010 a 2015),[4] Monsoon, River Island, Dorothy Perkins, Coach, Marks and Spencer, Hugo Boss e Alberto.

Relativamente ao homens, e influenciado pela moda hipster, as barbas, especialmente as barbas longas, têm sido populares durante toda a década (a moda teria as suas origens na época da crise financeira de 2008),[5] assim como os bigodes.[6] Quanto aos cabelos, o coque (carrapito em Portugal ou man bun nos países de língua inglesa) masculino tornou-se popular durante esta década, sendo particularmente usado em meados da mesma.[7]

Outra moda característica da década de 2010 são as calças estreitas. Moda já vinda dos finais da década de 2000, com origens na cultura emo, nos anos 2010 as calças coladas às pernas, jeans ou feitas de outro material, se tornaram um adereço de uso generalizado por pessoas com diferentes estilos de vida e ocupações.[8][9]

Referências essa era moda em 2010[editar | editar código-fonte]

  1. «Return of 'Teen Spirit'? Grunge is back in fashion (and that's not a bad thing)». Consultado em 28 de julho de 2014 
  2. Gautama, Madhulika (22 de julho de 2014). «Grunge is the way to go». The Hindu. Chennai, India. Consultado em 28 de julho de 2014 
  3. 1980s style Baseball jacket
  4. Burberry bubble bursts, 24 Oct 2015
  5. «Beard trend is 'guided by evolution'». BBC. 16 de abril de 2014. Consultado em 22 de julho de 2017 
  6. «BIGODES ESTÃO NA MODA». #PreparadoParaValer. 9 de março de 2017. Consultado em 24 de julho de 2017 
  7. «Top not: Is the man-bun for the chop?». 21 de junho de 2017. Consultado em 25 de julho de 2017 
  8. «An Illustrated History Of Skinny Jeans». Refinery29. 20 de novembro de 2016. Consultado em 22 de julho de 2017 
  9. «An Illustrated History Of Skinny Jeans». 20 de novembro de 2016. Consultado em 22 de julho de 2017