Modern Family

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre uma série televisiva em exibição.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 13 de dezembro de 2018)
TV Future Icon.svg
Modern Family
Uma Família Muito Moderna (PT)
Família Moderna (BR)
Informação geral
Formato Série
Gênero Comédia
Pseudodocumentário
Duração 22 minutos
Criador(es) Christopher Lloyd
Steven Levitan
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) Steven Levitan
Christopher Lloyd
Câmera Câmera única
Elenco Ed O'Neill
Sofía Vergara
Julie Bowen
Ty Burrell
Jesse Tyler Ferguson
Eric Stonestreet
Sarah Hyland
Ariel Winter
Nolan Gould
Rico Rodriguez
Tema de abertura "Big and Bad" por Big Bad Voodoo Daddy
Empresa(s) de produção Lloyd/Levitan Productions
Steven Levitan Productions
Picador Productions
Exibição
Emissora de televisão original ABC
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 23 de setembro de 2009 – presente
N.º de temporadas 10
N.º de episódios 220 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados The Middle

Modern Family (Família Moderna BRA ou Uma Família Muito Moderna POR) é uma série de televisão de comédia norte-americana. Cada episódio da série tem duração média de 22 minutos. Criada por Christopher Lloyd e Steven Levitan, é produzido pela ABC. Em 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014, ganhou o Emmy de Melhor Série de Comédia, assim como outros 14 Emmys.

A série segue as famílias de Jay Pritchett (Ed O'Neill), sua filha Claire Dunphy (Julie Bowen), e seu filho Mitchell Pritchett (Jesse Tyler Ferguson) que vivem em Los Angeles. Claire é uma mãe e dona de casa casada com Phil Dunphy (Ty Burrell) e o casal têm três filhos: Haley, Alex e Luke . Jay é casado com uma mulher Colombiana muito mais jovem que ele chamada Gloria (Sofía Vergara), que é ajudada por Jay a criar seu filho pré-adolescente, Manny (Rico Rodriguez). Mitchell é casado com Cameron Tucker (Eric Stonestreet), e eles adotaram uma bebê vietnamita chamada Lily. A série estreou na ABC em 23 de setembro de 2009 sendo aclamada pela crítica.

Seu episódio piloto foi visto por 12,61 milhões de telespectadores. Logo após, a série foi confirmada para ter uma temporada completa em 8 de outubro de 2009.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A série foca-se nos relacionamentos entre uma família liderada por Jay Pritchett (Ed O'Neill), que após divorciar-se, casou-se com uma mulher colombiana mais nova e atraente Gloria Delgado (Sofia Vergara), mãe do pré-adolescente Manny Delgado (Rico Rodriguez). O pai da família tem dificuldade em adaptar sua família à chegada de novas pessoas. Enquanto isso, Gloria lida com o machismo, a xenofobia e lidar com a adolescência do filho, o atípico Manny. Enquanto Luke (Nolan Gould), Alex (Ariel Winter) e Haley (Sarah Hyland) se preocupam com questões típicas da juventude, Manny é um rapaz romântico, poético e intelectual. A filha de Jay, Claire Dunphy (Julie Bowen) e o esposo , Phil (Ty Burrell), pais de Haley, Alex e Luke preocupam-se com o stress cotidiano, com a escola, o trabalho e a rebeldia e o filho Mitchell (Jesse Tyler), casado com seu marido Cameron (Eric Stonestreet) vivem situações humorísticas diariamente. A série aborda diversos pontos das famílias atuais, como a homoafetividade, a adoção e o divórcio.

Produção[editar | editar código-fonte]

Concepção[editar | editar código-fonte]

Lloyd e Levitan sempre contavam um para o outro as histórias sobre suas famílias, foi então que ocorreu-lhes que isso poderia ser a base para um show de TV. Eles começaram a trabalhar na ideia de uma família num estilo de Pseudodocumentário. Mais tarde, eles decidiram que poderia ser uma história sobre três famílias e as suas experiências. A série foi originalmente chamada de "My American Family". Os criadores levaram a ideia para três das quatro grandes redes (Eles não mostraram a ideia da série para a Fox por causa de problemas que Lloyd teve com a rede sobre sua antiga série "Back to You"). A CBS não aceitou o projeto pelo estilo de filmagem ser Found Footage. A NBC, já tendo dois shows com um formato Pseudodocumentário (The Office e Parks and Recreation) decidiu não aceitar temendo que as séries já em exibição perdessem audiência. A ABC aceitou o projeto e assinou contrato para uma temporada inteira.

Captura[editar | editar código-fonte]

A série tornou-se rapidamente uma prioridade para a ABC, após o episódio piloto ter tido grande audiência, a rede encomendou mais 16 episódios para adicioná-los logo após o hiato de 2009-2010 e anunciaram oficialmente no calendário oficial da rede. A série foi logo renovada para uma temporada completa em 8 de outubro de 2009. Em 12 de janeiro de 2010, o presidente da ABC Entertainment Stephen McPherson anunciou que Modern Family havia sido renovada para uma segunda temporada. A terceira temporada foi encomendada pela ABC dia 10 de janeiro de 2011. A série também foi comprada para ser distribuída pelos EUA durante a primeira temporada por 1,5 milhões de dólares e para 10 afiliadas da Fox durante a segunda temporada. A série vai ao ar no Reino Unido e Irlanda através do canal Sky1.

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens principais acontecem em Los Angeles, Califórnia. os Criadores, Christopher Lloyd e Steven Levitan, cujos créditos incluem tanto o Frasier, Wings e Just Shoot Me são os produtores executivos da série, servindo como escritores principais sob o rótulo Lloyd-Levitan Productions em associação com a Twentieth Century Fox Television. Os outros produtores da equipe são Paul Corrigan, Sameer Gardezi, Joe Lawson, Dan O'Shannon, Brad Walsh, Caroline Williams, Bill Wrubel, Danny Zuker e Jeff Morton. A primeira equipa de directores incluem Jason Winer, Michael Spiller, Randall Einhorn e Chris Koch. Jason Winer já dirigiu 19 episódios da série, fazendo dele o mais prolífico director da série.

Processo[editar | editar código-fonte]

Como resultado do sucesso da série, o elenco tentou, no verão de 2012 renegociar seus contratos existentes para obter maiores porcentagens em seus salarios por episódios. No entanto, as negociações fracassaram e a primeira leitura de mesa da quarta temporada teve de ser adiada. Cinco dos membros do elenco (Ty Burrell, Julie Bowen, Jesse Tyler Ferguson, Eric Stonestreet e Sofia Vergara) contrataram o escritório de advocacia Quinn Emanuel Urquhart & Sullivan e processaram a 20th Century Fox Television no Superior Tribunal em Los Angeles dia 24 de julho de 2012.

Embora não faça parte do processo, Ed O'Neill (que recebe mais por episódio do que os outros cinco) se juntou a seus colegas de elenco em busca de aumentos para cada um, cerca de US $ 200.000 por episódio. Sua queixa apelou para a "regra de sete anos" que está vigente no Código de Trabalho da Califórnia, Seção 2855, pois, o contrato dos atores é para nove temporadas, que correspondem a nove anos e solicitou uma declaração de que seus contratos eram nulos, porque tal como foi redigido, os contratos violavam essa regra.

Embora o processo ainda esteja pendente, os artistas concordaram em continuar com a série e voltaram a trabalhar nela dia 26 de julho de 2012, com a condição de que os produtores renegociem seus contratos de boa-fé.

Árvore Genealógica[editar | editar código-fonte]

Essa é a Árvore Genealógica das três famílias de "Modern Family" que estão interligadas entre elas seja por parentesco ou adoção. As linhas tracejadas indicam um divórcio entre os personagens.

Javier Delgado
Gloria Pritchett
Jay Pritchett
DeDe Pritchett
Gracie Dunphy †
Frank Dunphy
Merle Tucker
Barb Tucker
Manny Delgado
Fulgencio Joseph "Joe" Pritchett
Cameron Tucker
Mitchell Pritchett
Claire Dunphy
Phil Dunphy
Lily Tucker-Pritchett
Haley Dunphy
Alex Dunphy
Luke Dunphy

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

A Recepção da Crítica[editar | editar código-fonte]

A primeira temporada foi recebida com aclamação da crítica mundial. Ele recebeu uma pontuação no Metacritic de 86 de 100. Entertainment Weekly deu um A-, chamando-o de "imediatamente reconhecível como a melhor nova sitcom da decada". Na revisão do jornal Time's ela classificou como, "a comédia mais engraçada do ano". BuddyTV disse: todos os actores são fantásticos, cada família é interessante, e ao contrário de muitos shows, não há um elo fraco".

A segunda temporada recebeu críticas positivas tanto quanto a primeira temporada, apesar de ter sido dado críticas por uma queda significativa. Robert Bianco do EUA Today deu quatro estrelas para a nova temporada, dizendo: "Não, desde Frasier não tem uma sitcom oferendo tal mistura ideal de coração e inteligência ". Robert Bianco numa revisão mais tarde declarou "tão bom como foi em seu primeiro ano, é ainda melhor no segundo" positivamente comparando os personagens com os personagens de The Mary Tyler Moore Mostrar e Friends. Durante a segunda temporada, Adweek nomeou Modern Family como um dos 100 programas de TV mais influentes.

A terceira temporada recebeu uma recepção geral mista. Slant Revista revisor Peter Swanson escreveu que, enquanto o primeiro episódio recebeu críticas ruins os episódios seguintes receberam críticas melhores. Ele também criticou os escritores por confiarem demais em participações especiais de celebridades, como David Cross.

Crítica e Polêmica[editar | editar código-fonte]

Modern Family atraiu críticas de comunidades LGBT por sua interpretação de Cameron e Mitchell não sendo fisicamente afetuosos um com o outro. A crítica gerou uma campanha no Facebook exigindo que Mitchell e Cameron se beijassem. Em resposta à polêmica, os produtores divulgaram um comunicado de que um episódio da segunda temporada resolveria o desconforto de Mitchell com demonstrações públicas de afeto. O Produtor executivo Levitan disse que era lamentável que a questão tinha surgido, desde que os escritores do show já tinham planeado essa cena como parte do desenvolvimento natural do show. O episódio "The Kiss" finalmente foi ao ar com a cena do beijo no fundo, que recebeu elogios de múltiplos críticos.

Durante a terceira temporada, o colunista Frank Bruni do The New York Times argumentou que as críticas sobre Cameron e Mitchell, na verdade, mostrou que os gays têm feito progresso em direcção a aceitação social.

Outra crítica notável de Modern Family veio a partir de fontes on-line de que o show reforça os papéis de género e estereótipos sexuais. Enquanto todos os maridos têm empregos, as mulheres ficam em casa. Ali Waller disse no twitter: Se Modern Family é tão "moderna", então por que nenhuma das mulheres da série tem emprego?

Estereótipos de género ocorrem freqüentemente na série: "A mulher e a filha são incapazes de aprender a usar o comando e deve ser ensinado pelo pai, enquanto o filho é "bom com electrônica", apesar de ele ser considerado como o mais estúpido membro da família".

Em 29 de agosto de 2010, Modern Family ganhou prémio de Melhor Série de Comédia, Melhor Roteiro para Série de Comédia (para o episódio piloto), e melhor Actor Coadjuvante em Série de Comédia (Eric Stonestreet). O show também mais tarde recebeu uma GLSEN Prêmio Respeito por sua interpretação de "imagens positivas e histórias que reflectem uma América diversificada, incluindo a representação de uma família chefiada por um casal gay". Em 2010, o elenco ganhou um Screen Actors Guild de Melhor Performance de Elenco em Comédia , batendo o vencedor do ano anterior, "Glee". Em 14 de julho de 2011, a série recebeu 17 indicações ao Emmy, Os prémios da série incluíam: Melhor Série de Comédia, Melhor Actor Coadjuvante para uma Série de Comédia e Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia. Em 2012, o espetáculo recebeu um total de 14 indicações ao Emmy Award, incluindo Melhor Série de Comédia, e nomeações para todos os seis de seus atores adultos nas categorias Actor e Actriz Coadjuvante de Comédia.

Ambos Ann Romney (esposa do candidato a presidência dos EUA Mitt Romney) e a primeira-dama Michelle Obama em uma entrevista com Kal Penn na Convenção Nacional Democrata de 2012 citaram Modern Family como seu programa de TV favorito.

Episódios e audiência[editar | editar código-fonte]

Temporada Episódios Data de estreia Data de encerramento Nielsen ratings
Estreia de temporada Final de temporada Posição Audiência
(em milhões)
1 24 23 de Setembro de 2009 19 de Maio de 2010 36 9.49[1]
2 24 22 de Setembro de 2010 25 de Maio de 2011 24 11.89[2]
3 24 21 de Setembro de 2011 23 de Maio de 2012 15 12.93[3]
4 24 26 de Setembro de 2012 22 de Maio de 2013 18 12.31[4]
5 24 25 de Setembro de 2013 21 de Maio de 2014 19 11.79[5]
6 24 24 de Setembro de 2014 20 de Maio de 2015 24 11.91[6]
7 22 23 de Setembro de 2015 18 de Maio de 2016 36 9.83[7]
8 22 21 de Setembro de 2016 17 de Maio de 2017 34 8.79[8]
9 22 27 de Setembro de 2017 16 de Maio de 2018 58 7.09[9]
10 22[10] 26 de Setembro de 2018[11] TBA TBA TBA

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Em 2012 Modern Family recebeu 14 indicações ao Primetime Emmy Awards. Todos os personagens adultos foram indicados. Das 14 indicações a série levou 5 prêmios, inclusive o prémio principal na categoria comédia: Melhor Actor Coadjuvante de Comédia (Eric Stonestreet), Melhor Actriz coadjuvante de Comédia (Julie Bowen), Mixagem de Som, Melhor Direcção (Steven Levitan) e Melhor Série de Comédia, pela terceira vez consecutiva.[12]

Referências

  1. Andreeva, Nellie. (27 de Maio de 2010) Full Series Rankings For The 2009-10 Broadcast Season –. Deadline.com. Consultado em 2 de Julho de 2010.
  2. Gorman, Bill (1 de Junho de 2011). «2010-11 Season Broadcast Primetime Show Viewership Averages — Ratings | TVbytheNumbers». Tvbythenumbers.zap2it.com. Consultado em 24 de Outubro de 2011. Arquivado do original em 20 de Junho de 2011 
  3. «Full 2011-2012 TV Season Series Rankings». Deadline Hollywood. Consultado em 25 de Maio de 2012 
  4. «Complete List Of 2012-13 TV Show Viewership: 'Sunday Night Football' Tops, Followed by 'NCIS', 'The Big Bang Theory' & 'NCIS: Los Angeles'». TV by the Numbers. Consultado em 29 de Maio de 2013 
  5. «Full 2013-2014 TV Season Series Rankings». Deadline Hollywood. 22 de Maio de 2014. Consultado em 1 de Outubro de 2014 
  6. de Moraes, Lisa (21 de Maio de 2014). «Full 2014–15 TV Season Series Rankings: Football & 'Empire' Ruled». Deadline Hollywood. Consultado em 10 de Junho de 2015. Arquivado do original em 22 de Maio de 2015 
  7. «Full 2015–16 TV Season Series Rankings». Deadline Hollywood. 26 de Maio de 2015. Consultado em 26 de Maio de 2015 
  8. «Final 2016-17 TV Rankings: 'Sunday Night Football' Winning Streak Continues». Deadline Hollywood. 26 de Maio de 2017. Consultado em 26 de Maio de 2017 
  9. «2017-18 TV Series Ratings Rankings: NFL Football, 'Big Bang' Top Charts». Deadline Hollywood. 22 de Maio de 2018. Consultado em 26 de Maio de 2018 
  10. Ausiello, Michael (18 de junho de 2018). «How Many Episodes of Your Fave Shows Were Ordered for Next Season?». TVLine. Consultado em 27 de julho de 2018 
  11. Donnelly, Jim (24 de julho de 2018). «ABC Fall Premiere Dates 2018: See the Complete Schedule!». ABC. Consultado em 24 de julho de 2018 
  12. iG São Paulo (24 de setembro de 2012). «Updated: "Homeland" e "Modern Family" dominam Emmy 2012». Consultado em 24 de setembro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre séries de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Portal A Wikipédia tem o portal:

|}