Modo imperativo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O modo imperativo é o modo verbal pelo qual[1] se expressa uma ordem, pedido, desejo, súplica, conselho, convite, sugestão, recomendação, solicitação, orientação, alerta ou aviso. Este modo pode ser afirmativo ou negativo. No modo imperativo negativo é necessário uma palavra negativa precedendo o verbo. Sempre se retira a palavra que do presente do subjuntivo.

No modo imperativo ajuda você na locução adverbial, as formas de 2° pessoa (do singular e plural) originam-se do presente do indicativo, sem a última letra s; as demais são as mesmas do presente do subjuntivo, excetuando-se o verbo ser.

Formação[editar | editar código-fonte]

No imperativo, não existe a primeira pessoa do singular (eu). Pode-se posicionar os pronomes pessoais após os verbos. Retira-se a palavra que do presente do subjuntivo.

Afirmativo ou positivo[editar | editar código-fonte]

  • Segunda pessoa (singular e plural): usa-se o verbo conjugado nas segundas pessoas do singular e plural, respectivamente, do presente do indicativo, cortando-se a última letra s.
    • Exemplo 1: Corre (tu) até aqui.
  • Terceira pessoa (singular e plural): usa-se o verbo conjugado nas terceiras pessoas do singular e plural, respectivamente, do presente do subjuntivo.
    • Exemplo 1: Corra (ele,ela) até lá.
  • Primeira pessoa (apenas plural): usa-se o verbo conjugado na primeira pessoa do plural do presente do subjuntivo. Não se corta a letra s.
    • Exemplo 1: Façamos (nós) aquilo.

Negativo[editar | editar código-fonte]

O modo negativo requer que um advérbio negativo preceda o verbo conjugado.

  • Primeira pessoa (apenas plural), segunda e terceira pessoas (singular e plural): usa-se o verbo conjugado do singular e plural, respectivamente, do presente do subjuntivo. Não se corta a letra s.
    • Exemplo 1: Não corras (tu) para lá.

Exemplos de conjugação no Imperativo[editar | editar código-fonte]

Verbo amar no Imperativo afirmativo:

  • ama tu
  • ame você/ele
  • amemos nós
  • amai vós
  • amem vocês/eles

Verbo fazer no Imperativo afirmativo:

  • faze ou faz tu
  • faça você/ele
  • façamos nós
  • fazei vós
  • façam vocês/eles

Verbo amar no Imperativo negativo:

  • não ames tu
  • não ame você/ele
  • não amemos nós
  • não ameis vós
  • não amem vocês/eles

Verbo fazer no Imperativo negativo:

  • não faças tu
  • não faça você/ele
  • não façamos nós
  • não faças vós
  • não façam vocês/eles

Exceção à regra[editar | editar código-fonte]

Verbo ser:

  • sê tu (e não é tu)
  • seja você
  • sejamos nós
  • sede vós (e não soi vós)
  • sejam vocês

Referências

  1. Dylan, Bob (12 de maio de 1990). «pt-br:wiktionary». Wikcionário. Consultado em 23 de agosto de 1992.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.