Moeda (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Moeda, veja Moeda (desambiguação).
Moeda
  Município do Brasil  
Símbolos
Brasão de armas de Moeda
Brasão de armas
Hino
Gentílico moedense
Localização
Localização de Moeda em Minas Gerais
Localização de Moeda em Minas Gerais
Moeda está localizado em: Brasil
Moeda
Localização de Moeda no Brasil
Mapa de Moeda
Coordenadas 20° 19' 58" S 44° 03' 10" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Belo Vale, Ouro Preto, Itabirito, Brumadinho
Distância até a capital 61 km
História
Fundação 12 de dezembro de 1953 (66 anos)
Administração
Prefeito(a) Leonardo Moura (PHS, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 154,228 km²
População total (IBGE/2014[3]) 4 903 hab.
Densidade 31,8 hab./km²
Clima tropical de altitude (Cwa)
Altitude 812 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35470-000 a 35472-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,733 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 26 508,117 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 5 698,22
Outras informações
Padroeiro(a) São Caetano[6]
Website www.moeda.mg.gov.br (Prefeitura)
www.camaramoeda.mg.gov.br (Câmara)

Moeda é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a uma latitude 20º19'59" sul e a uma longitude 44º03'10" oeste, estando a uma altitude de 812 metros. Sua população estimada em 2014 era de 4 903 habitantes. Possui uma área de 154,764 km².

Moeda oferece a oportunidade de se conhecer um trecho da Estrada Real. O pessoal adepto à prática de voo livre tem no alto da Serra da Moeda seu ponto de encontro.

História[editar | editar código-fonte]

As primeiras pessoas de origem europeia a circularem pela região onde se localiza o atual município foram sertanistas das expedições de Fernão Dias Paes, que exploravam os vales dos rios Grande, Pardo, São Francisco e das Velhas em busca de minerais preciosos e índios para apreensão.[7]

Durante o auge do Ciclo do Ouro em Minas Gerais, após decisão da Coroa Portuguesa em instalar casas de fundição de moedas oficiais na colônia, onde seria pago o quinto do ouro, e de proibir o comércio de ouro em pó, houve revolta entre os principais produtores mineiros. O evento ficou conhecido como Revolta de Vila Rica e terminou com a execução de Filipe dos Santos, seu principal líder. Nesse contexto, os produtores mineiros procuraram outros locais para produzir ouro. Nessa conjuntura, a serra do Paraopeba e seus vários caminhos passaram a ser usados para contrabando da produção das minas.[8]

Na vertente oriental da serra do Paraopeba, num lugar escondido das estradas reais por onde passavam os ouvidores da Coroa que fiscalizavam a produção de ouro, um fazendeiro chamado Inácio de Souza Ferreira instalou uma fundição clandestina para fabricação de moedas. A fundição era conhecida como Casa de Moeda Falsa do Paraopeba, ou Casa de Fundição de São Caetano, e funcionou por muitos anos, até ser desativada a mando do ouvidor geral Diogo Cotrim de Souza em 1731. A Casa de Moeda foi responsável pelos topônimos serra da Moeda bem como do município de Moeda. Atualmente a construção se encontra em ruínas.[8]

Moeda pertenceu como distrito criado em 1938 a diversos municípios e foi elevado à categoria de município pela Lei Estadual Nº 1039 de 12 de dezembro de 1953.[9][10]

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 19. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (maio de 2007). «Distrito Industrial de jeceaba - Estudo de Impacto Ambiental» (PDF). Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais. Consultado em 23 de março de 2018 
  8. a b Campos, Luana (novembro de 2011). «Patrimônio arqueológico da Serra da Moeda, Minas Gerais: uma "unidade histórico-cultural"». São Paulo. Revista CPC (13): 6-31 
  9. «IBGE - cidades@ - Histórico - MOEDA (mg)». ibge.gov.br. 2012. Consultado em 19 de junho de 2012 
  10. «Moeda - MG». moedamg.com.br. 2012. Consultado em 19 de junho de 2012 [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.