Mokele-mbembe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Esboço artístico do mokele-mbembe

Mokele-mbembe (Lingala: mókɛlɛ ᵐbɛ́ᵐbɛ, "aquele que interrompe o fluxo dos rios"[1]) refere-se a um animal ainda desconhecido pela ciência que deveria viver ou ter vivido nos afluentes do rio Congo, que serve como uma fronteira natural entre a República Democrática do Congo, a República do Congo e Angola. Por causa de seu tamanho e morfologia, acredita-se que esteja relacionado ao Sauropodomorpha. Sua existência não é comprovada e permanece no reino da criptozoologia, devido à ausência de prova material de sua existência.[2]

Durante o início do século XX, as descrições da entidade refletiram cada vez mais o fascínio do público com os dinossauros, incluindo aspectos de determinadas espécies de dinossauros agora conhecidas entre os cientistas como sendo incorretos, e a entidade tornou-se cada vez mais descrita ao lado de uma série de dinossauros que supostamente viveram na África. [3]

Com o tempo, a entidade tornou-se um ponto de foco em particular entre os adeptos das pseudociências da criptozoologia e do Criacionismo da Terra Jovem, resultando em inúmeras expedições lideradas por criptozoologistas e financiadas por criacionistas e grupos da Terra Jovem com o objetivo de encontrar evidências que invalidassem o consenso científico sobre evolução. O paleontólogo Donald Prothero observa que "a busca pelo Mokele Mbembe ... é parte do esforço dos criacionistas para derrubar a teoria da evolução e o ensino da ciência por qualquer meio possível".[4] Além disso, Prothero observa que "as únicas pessoas à procura do Mokele-mbembe são ministros criacionistas, não biólogos da vida selvagem" .[5]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Regusters, Herman A. (1982). Munger, Ned, ed. «Mokele-Mbembe: An Investigation into Rumors Concerning a Strange Animal in the Republic of the Congo, 1981» (PDF). Pasadena: California Institute of Technology. Munger Africana Library Notes (64): 4. ISSN 0047-8350. OCLC 810484029. OL 12484505W. Cópia arquivada (PDF) em 5 de fevereiro de 2017. In ... Lingala ... the animal is called 'mokele-mbembe,' interpreted as 'one who stops the flow of rivers.' 
  2. «The hunt for Mokele-mbembe: Congo's Loch Ness Monster». BBC News 
  3. Loxton & Prothero (2013), p. 266–267.
  4. Loxton & Prothero (2013), p. 262–295.
  5. Prothero, Donald R. (25 de agosto de 2015). The Story of Life in 25 Fossils: Tales of Intrepid Fossil Hunters and the Wonders of Evolution. [S.l.]: Columbia University Press. pp. 233–235. ISBN 978-0-231-53942-5 

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre criptozoologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.