Mon oncle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mon Oncle
O meu tio (PT)
Meu tio (BR)
Ficheiro:Mon Oncle.jpg
 França /  Itália
1958 •  cor •  117 min 
Direção Jacques Tati
Produção Jacques Tati
Coprodução Louis Dolivet
Roteiro Jacques Lagrange
Jean L'Hôte
Jacques Tati
Elenco Jacques Tati
Jean-Pierre Zola
Adrienne Servantie
Lucien Frégis
Género comédia
Música Franck Bacellini
Alain Romains
Direção de fotografia Jean Bourgoin
Figurino Jacques Cottin
Edição Suzanne Baron
Idioma Francês
Página no IMDb (em inglês)

Mon Oncle: O Meu Tio (título em Portugal) ou Meu Tio (título no Brasil) é um filme ítalo-francês de 1958, do gênero comédia, dirigido pelo cineasta francês Jacques Tati.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Charles Arpel, rico industrial e orgulhoso de sua casa futurista eriçado com gadgets tecnológicos com uma utilidade improvável, quer evitar que o cunhado dele, o senhor Hulot com caráter sonhador e livre, influêncie o filho dele. Ele vai tentar atribuir-lhe um emprego em sua fábrica antes de o afastar. O filme é uma sátira à mecanização e à modernidade tecnológica.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Villa Arpel

Prêmios[editar | editar código-fonte]

França

  • Festival de Cannes: Grande Prêmio do Júri, 1958
  • Cannes: Grande Prêmio da Comissão Superior Técnica do Cinema, 1958
  • Prêmio Méliès da Associação francesa de crítica de cinema, 1958

Estados Unidos

  • NYFCC Awards: Melhor filme estrangeiro, 1958
  • Seleção dos dez melhores filmes do ano, New York Film Critics, 1958
  • Oscar: Melhor filme em língua estrangeira, 1959

Itália

  • Medalha de ouro da la Federazione Italiana del Circolo del Cinema, 1958

México

  • Mexico City : Diploma de Honra de la Resena Mundial, 1958

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]