Moncarapacho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Moncarapacho 
  Freguesia portuguesa extinta  
Concelho primitivo Olhão
Fundação 13 de Junho de 1471
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
 - Total 75,19 km²
Gentílico Moncarapachense
Orago Nossa Senhora da Graça

Moncarapacho é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Olhão distrito de Faro, com 75,19 km² de área e 7 717 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 102,6 hab/km².
Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2012/2013,[1] sendo o seu território integrado na União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta.

Localização da Freguesia de Moncarapacho

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Moncarapacho [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
4 064 5 064 5 470 7 486 7 643 6 640 7 161 7 576 7 390 6 938 5 913 6 449 5 518 7 591 7 717

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011; A População em 2001; A População em 2011

Património[editar | editar código-fonte]

Igreja Matriz de Moncarapacho

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Há muitas hipóteses da toponímia de Moncarapacho. Aqui estão algumas:

- Pode ter vindo do Monte do Carapacho. Carapacho é uma palavra espanhola que significa carapaça. Este nome foi criado devido da vista do mar, que parecia uma carapaça. Mais tarde o Monte do Carapacho evoluiu e originou a palavra Moncarapacho;

- Moncarapacho pode ter vindo do Cerro de São Miguel na parte em que este cerro é denominado Monte Escarpado devido ser alto, talhado a pique e sem o mais pequeno declive naquela parte. O nome Monte Escarpado evoluiu para Moncarapacho;

- Pode ter vindo também devido a uma senhora que morava no Cerro de São Miguel onde trabalhava com tecidos fazendo “capachos”que vendia. Dizia-se, no principio, Monte dos Capachos, mais tarde Montecapacho, que evoluiu para Moncarapacho.

Rancho Folclórico de Moncarapacho[editar | editar código-fonte]

O rancho de Moncarapacho, nascido em 1963 e durante os seus 49 anos de existência tem-se dedicado à recolha de danças e cantares, bem como de todos os seus trajes, dos quais fazem parte: o Aguadeiro, o Pescador, o Bioco, o Conquilheiro, além de outro trajes de trabalho e cerimónia. As suas danças sempre alegres e num ritmo contagiante são compostas por corridinhos, bailes de roda e baile mandado.

Durante a sua existência, o rancho folclórico de Moncarapacho tem participado em centenas de Festivais Nacionais e Estrangeiros destacando-se entre muitos os festivais realizados nos seguintes países: França, Bélgica, Holanda, Itália, Marrocos, Suíça, Espanha, Alemanha, Luxemburgo, Croácia, Hungria, Polónia, Bulgária, Eslovénia, Ucrânia, Rep. Checa e Sardenha.

Lugares[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Moncarapacho

Referências

  1. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.