Moncarapacho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Moncarapacho 
  Freguesia portuguesa extinta  
Igreja Matriz de Moncarapacho.jpg
Gentílico Moncarapachense
Localização
município primitivo Olhão
História
Fundação 13 de Junho de 1471
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 75,19 km²
Outras informações
Orago Nossa Senhora da Graça

Moncarapacho é uma antiga freguesia portuguesa do município de Olhão distrito de Faro, com 75,19 km² de área e 7 717 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 102,6 hab/km².
Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2012/2013,[1] sendo o seu território integrado na União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta.

Localização da Freguesia de Moncarapacho no Município de Olhão

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Moncarapacho [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
4 064 5 064 5 470 7 486 7 643 6 640 7 161 7 576 7 390 6 938 5 913 6 449 5 518 7 591 7 717

Evolução da População 1864 / 2011; Variação da População 1864 / 2011; A População em 2001; A População em 2011

Património[editar | editar código-fonte]

Igreja Matriz de Moncarapacho

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Há muitas hipóteses da toponímia de Moncarapacho. Aqui estão algumas:

- Pode ter vindo do Monte do Carapacho. Carapacho é uma palavra espanhola que significa carapaça. Este nome foi criado devido da vista do mar, que parecia uma carapaça. Mais tarde o Monte do Carapacho evoluiu e originou a palavra Moncarapacho;

- Moncarapacho pode ter vindo do Cerro de São Miguel na parte em que este cerro é denominado Monte Escarpado devido ser alto, talhado a pique e sem o mais pequeno declive naquela parte. O nome Monte Escarpado evoluiu para Moncarapacho;

- Pode ter vindo também devido a uma senhora que morava no Cerro de São Miguel onde trabalhava com tecidos fazendo “capachos”que vendia. Dizia-se, no principio, Monte dos Capachos, mais tarde Montecapacho, que evoluiu para Moncarapacho.

Rancho Folclórico de Moncarapacho[editar | editar código-fonte]

O rancho de Moncarapacho, nascido em 1963 e durante os seus 49 anos de existência tem-se dedicado à recolha de danças e cantares, bem como de todos os seus trajes, dos quais fazem parte: o Aguadeiro, o Pescador, o Bioco, o Conquilheiro, além de outro trajes de trabalho e cerimónia. As suas danças sempre alegres e num ritmo contagiante são compostas por corridinhos, bailes de roda e baile mandado.

Durante a sua existência, o rancho folclórico de Moncarapacho tem participado em centenas de Festivais Nacionais e Estrangeiros destacando-se entre muitos os festivais realizados nos seguintes países: França, Bélgica, Holanda, Itália, Marrocos, Suíça, Espanha, Alemanha, Luxemburgo, Croácia, Hungria, Polónia, Bulgária, Eslovénia, Ucrânia, Rep. Checa e Sardenha.

Lugares[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Moncarapacho

Referências

  1. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.