Monforte da Beira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Monforte da Beira 
  Freguesia  
Monforte da Beira está localizado em: Portugal Continental
Monforte da Beira
Localização de Monforte da Beira em Portugal
Coordenadas 39° 44' 24" N 7° 17' 46" O
País Portugal Portugal
Região Centro (Região das Beiras)
Sub-região Beira Interior Sul
Província Beira Baixa
Concelho Coat of Arms of Castelo Branco.png Castelo Branco
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Teresa Paula Baptista dos Santos Crúzio Freire (PS)
Área
 - Total 120,36 km²
População (2011[1])
 - Total 378
    • Densidade 3,1 hab./km²
Gentílico monforteiro
Código postal 6000-580 Monforte da Beira
Orago Nossa Senhora da Ajuda/S.João Baptista
Telefone - 272 924 145

Monforte da Beira é uma freguesia portuguesa do concelho de Castelo Branco, na província da Beira Baixa, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região da Beira Interior Sul, com 120,36 km² de área e 378 habitantes (2011) a que se junta uma população flutuante de 150 pessoas. A sua densidade populacional é de 3,1 hab/km².

Localização no Concelho de Castelo Branco

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Monforte da Beira [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 281 1 322 1 548 1 558 1 834 1 783 2 043 2 359 2 330 2 100 1 495 945 702 506 378

Evolução da População (1864 / 2011) Grupos Etários (2001 e 2011) Grupos Etários (2001 e 2011)

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Aglutinação de Monte + Forte (pois existiu um castelo até meados do século XVIII) adicionado de Beira, região histórica onde se inserem para diferenciar a povoação de outros locais como Monforte (no Alentejo), Monforte de Rio Livre (em Trás-os-Montes) e de Monforte de Lemos (na Galiza).

História[editar | editar código-fonte]

A sua origem está meio perdida no tempo, mas ficam lendas que contam que antigos guardadores de gado, ao verem aproximar-se uma grande tempestade, e a inquietação dos animais, soltaram-nos para que procurassem o melhor local de abrigo. O local escolhido por esses animais é onde se encontra hoje em dia a aldeia de Monforte da Beira. Tem este nome porque duas serras que se situam em volta da aldeia surpreenderam os guardadores de gado, os mesmos que por assim ser começaram a dizer que a aldeia estava guardada pelos ‘Montes Fortes’, a transformação ao longo dos tempos levou a Monforte da Beira, também para não se confundir com a vila de Monforte situada na região do Alentejo. »

A Freguesia[editar | editar código-fonte]

Monforte da Beira é a freguesia mais oriental que pertence ao concelho de Castelo Branco. Faz fronteira com as freguesias de Malpica do Tejo, Ladoeiro e Rosmaninhal (estas duas últimas pertencentes ao concelho de Idanha-a-Nova) e com Espanha. A sua área é superior à de concelhos como Lisboa ou Porto. Parte da freguesia está incluída no Parque Natural do Tejo Internacional. As localizações mais próximas são o Ladoeiro (a 12,2 km), Malpica (a 12,9 km) e as Cegonhas Novas.

Património Histórico[editar | editar código-fonte]

  • Igreja da Nossa Senhora da Ajuda, datada do século XVI: Altar-mor e laterais de talha dourada, Cristo Crucificado – século XIV (estilo gótico)
  • Portados manuelinos
  • Capela de S.António
  • Capela de S.Pedro
  • Capela da Misericórdia (Não existente)
  • Capela de S.Francisco D'sis (Não existente)
  • Capela de S.Silvestre (Não existente)
  • Torre do Relógio , datada do século XV.
  • Fonte de várias bicas
  • Adufes artesanais
  • Torre dos Cavaleiros
  • Castro romano do castelo, Identificado em 1908 por Francisco Tavares Proença Júnior, este castro data do Bronze Final (1000-800 a.C.) ao início da II Idade do Ferro (400-200 a.C.), encontrando-se ainda abundantes vestígios de cerâmica do período Bronze Final-Romano (Canas, 1999).

Turismo[editar | editar código-fonte]

Além dos monumentos atrás citados é de salientar as minas proto-históricas, O castelo e o parque nacionais do Tejo Internacional, onde se pode observar todo o tipo de aves e caça. Monforte possui também um alojamento local rústico e uma casa rústica alugavel.

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

  • Bica d'azeite
  • Sopa de Grão (Casamentos)
  • Cabrito no Forno
  • Ensopado de Cabrito
  • Ensopado de Borrego
  • Enchidos(Painhos,Morcelas,Chouriços,Farinheiras,Buchos)
  • Laburdo
  • Sopa de feijão com hortaliça

Doçaria[editar | editar código-fonte]

  • Broas de Mel
  • Filhós Fritas
  • Biscoitos
  • Borrachões
  • Argolas
  • Esquécidos
  • Bolos de tesourada

Economia[editar | editar código-fonte]

As principais actividades económicas são a agricultura (olivicultura e fruticultura (citrinos), pastorícia (gado ovino), pequenas indústrias ligadas à agricultura (lagares de azeite) e comércio.

Festas e Romarias[editar | editar código-fonte]

  • S.João Baptista (23 e 24 de Junho)
  • Senhora da Ajuda (15 de Agosto)
  • Natal (com os madeiros dia 8 de Dezembro)
  • Festa de S.António.
  • Festa do Divino Espírito Santo. (8 Domingos a contar da Páscoa)
  • Festa de S.Pedro. (29 Junho)

Feiras anuais[editar | editar código-fonte]

  • Feira de São Lourenço, a 10 Agosto (Já não se realiza. Foi substituída por um mercado mensal que ocorre no 2º sábado de cada mês)
  • Feira Da Bica D'Azeite

Associações[editar | editar código-fonte]

  • "Aldeia em Movimento- Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Monforte da Beira"
  • "Associação de Caçadores de Monforte da Beira"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 28 de Fevereiro de 2014.. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.