Monitoramento ambiental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Técnica avalia a emissão de poluentes utilizando uma escala de Ringelmann durante as obras de pavimentação da rodovia BR-448, no Rio Grande do Sul.

Monitoramento ambiental (português brasileiro) ou Monitorização Ambiental (português europeu) consiste num conjunto de observações e medições de parâmetros ambientais, de modo contínuo ou frequente, podendo ser usado para controlo ou alarme.

Micro escala[editar | editar código-fonte]

A monitorização será em micro escala quando se pretende monitorizar e acompanhar um ou vários parâmetros localizados num contexto geográfico pequeno e limitado, tal como o controlo de emissões gasosas à saída de uma fábrica.

Em termos de micro escala, a monitorização ambiental é, geralmente, usada para controlo de emissões poluentes, sejam elas gasosas ou líquidas. Através de medições frequentes, verifica-se a conformidade ou não com os requisitos legais e/ou operacionais.

Macroescala[editar | editar código-fonte]

É considerada em macroescala nos casos de uma área geográfica vasta, como o controlo da qualidade das águas de um lago, ou a evolução de um determinado equilíbrio entre espécies numa zona protegida.

A monitorização ambiental no quadro de uma gestão equilibrada e adaptativa permite avaliar se a evolução decorre de modo equilibrado, para que se possa corrigir situações de potencial risco ou desequilíbrio.

Assim, ao fornecer informações sobre o estado do ambiente, quer sejam relativamente a um dado momento ou referentes a sua evolução com o tempo, torna-se um importante instrumento para tomadas de decisão no âmbito do desenvolvimento sustentável.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • O'Riordan, T. Environmental Science for Environmental Management, Longman, Essex: 1995.
  • Santos, O. Gestão Ambiental, Editora Lidel, Lisboa: 2003.
Ícone de esboço Este artigo sobre ambiente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.