Monjolo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monjolo em Caldas Novas, Goiás.
Monjolo comum, na pintura de Alfredo Norfini.

Monjolo é uma máquina hidráulica rústica, destinada ao beneficiamento e moagem de grãos. Foi introduzida no Brasil pelos portugueses durante o período colonial.[1]

Pode ser usado para descascar e triturar grãos secos , resultando numa farinha mais espessa.[2].

É formado por uma haste de madeira suspensa de forma que a parte que suporta o pau do pilão é maior que a outra, que termina por um cocho que enche com a água proveniente de uma calha, fazendo assim levantar o pau do pilão. Quando está cheio o cocho, este faz baixar a haste e, quando o cocho despeja a água, a outra extremidade cai sobre o pilão.Sendo assim, o monjolo é um importante material da facilitação agrícola.

Para o habitante do meio rural, é comum procurar morar nas proximidades dum rio ou riacho; um lugar onde haja água. Se ele é plantador de arroz ou milho terá uma das mais prestativas máquinas: o monjolo.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências