Monocotiledóneas alismatídeas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMonocotiledóneas alismatídeas
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: Tracheophyta
Clado: Angiosperma
Clado: Monocots
Clado: Grado «monocotiledóneas alismatídeas»
Ordens

Monocotiledóneas alismatídeas (também alismatídeas ou monocotiledóneas basais) é o nome informal utilizado para designar um grupo monocotiledóneas que constitui um grado de ramificação precoce (portanto, basal por ter divergido das restantes monocots cedo), contituído pelas ordens Acorales e Alismatales.[1][2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

O nome também foi usado para se referir apenas as Alismatales. As monocotiledóneas são frequentemente tratados como três agrupamentos informais com base na sua ramificação a partir de monocotiledóneas ancestrais com características compartilhadas: (1) as monocotiledóneas alismatídeas; (2) as monocotiledóneas lilioides (as cinco outras ordens de monocotiledóneas não commelinídeas); e (3) as monocotiledóneas commelinídeas, agrupando as restantes ordens.

Trabalhos de investigação realizados nos Royal Botanical Gardens, Kew levou à organização em dois grupos: as monocotiledóneas alismatídeas e lilioides; e as commelinídeas.[1] Uma abordagem semelhante é feita por Walter S. Judd na sua Plant systematics (Sistemática das plantas).[2]

Filogenia[editar | editar código-fonte]

Cladograma seguinte mostra as ordens de monocotiledôneas (Lilianae sensu Chase & Reveal)[3] com base em evidências filogenéticas moleculares:

Lilianae sensu Chase & Reveal[3]



 Acorales 




 Alismatales 




 Petrosaviales 





 Dioscoreales 



 Pandanales 





 Liliales 




 Asparagales 


monocots commelinídeas

 Dasypogonaceae



 Arecales



 Poales




 Zingiberales



 Commelinales












Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]