Monserrat (Buenos Aires)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Monserrat
Do topo, da esquerda para a direita: a Plaza de Mayo; o Cabildo de Buenos Aires; panorama de Buenos Aires observado da Avenida Presidente Julio Argentino Roca; e a Casa Rosada.
Do topo, da esquerda para a direita: a Plaza de Mayo; o Cabildo de Buenos Aires; panorama de Buenos Aires observado da Avenida Presidente Julio Argentino Roca; e a Casa Rosada.
Localização
Localização de Monserrat em Buenos Aires.
Localização de Monserrat em Buenos Aires.
Coordenadas 34° 36' 45" S 58° 23' O
Comuna 1
País  Argentina
Cidade Bandera de la Ciudad de Buenos Aires.svg Buenos Aires
Características geográficas
Área total 2,20 km²
População total (2010) 39 914 hab.
Densidade 18 142,7 hab./km²

Monserrat é um dos bairros da cidade de Buenos Aires, capital da Argentina. Pertencente à Comuna 1, o bairro possui uma área de 2,20 km² e tinha uma população de 39.914 habitantes em 2010, sendo 18.940 homens e 20.974 mulheres.[1]

O bairro concentra alguns dos mais importantes prédios públicos de Buenos Aires, entre eles a sede da prefeitura local, a Câmara Legislativa da cidade, a Casa Rosada, o Colegio Nacional de Buenos Aires e o Edifício Libertador.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Transportes[editar | editar código-fonte]

Parada Hipólito Yrigoyen do Metrobus de Buenos Aires.

O bairro de Monserrat é cortado de norte a sul pela Avenida 9 de Julho, a principal avenida de Buenos Aires. Ao longo do trecho desta avenida que passa pelo bairro, estão situadas as seguintes paradas do Corredor 9 de Julio do Metrobus de Buenos Aires: Hipólito Yrigoyen, Adolfo Alsina, Belgrano, Venezuela, México e Chile. Outras vias importantes de Monserrat são: a Avenida Belgrano, que corta o bairro de oeste a leste; a Avenida Rivadavia, que delimita o bairro a norte; a Avenida Independencia, que delimita o bairro a sul; a Avenida Entre Ríos, que delimita o bairro a oeste; a Avenida Ingeniero Huergo, que delimita o bairro a leste; a Avenida Paseo Colón, uma via que tem início no Parque Colón; a Avenida Presidente Julio Argentino Roca, que liga a Plaza de Mayo à Avenida Belgrano; e a Avenida de Maio, que começa na Praça do Congresso e termina na Plaza de Mayo.

Além das paradas do Metrobus e de diversas linhas de ônibus, Monserrat é atendido pelas seguintes estações do Metro de Buenos Aires, que atendem às linhas A, C e E do sistema:

Edifícios[editar | editar código-fonte]

Igrejas[editar | editar código-fonte]

Fachada da Igreja de Santo Inácio em 2016.

Em Monserrat, situam-se os seguintes templos católicos: a Basílica de São Francisco de Assis, uma igreja neobarroca inaugurada no dia 25 de março de 1754; a Igreja de Nossa Senhora de Monserrat, projetada pelo arquiteto Antonio Masella; a Igreja de Santo Inácio, inaugurada em 1722 e consagrada em 1734; e a Igreja de São João Batista, cuja atual edificação data de 1797.

Palácios[editar | editar código-fonte]

Fachada do Palacio Barolo em 2006.

Em frente à Plaza de Mayo, situada-se a Casa Rosada, sede do Poder Executivo da República Argentina. Inaugurada em 1898, durante o segundo mandato do presidente argentino Julio Argentino Roca, a casa também abriga o Museu Casa Rosada, onde são expostas peças que pertenceram a ex-presidentes argentinos.[2][3]

Na Avenida de Maio, nas proximidades da Estação Sáenz Peña, localiza-se o Palacio Barolo, um edifício que abriga escritórios. Inaugurado em 1923, o palácio foi projetado pelo arquiteto Mario Palanti. O edifício, que possui 22 andares e 2 subsolos, possui diversas analogias e referências ao poema A Divina Comédia, obra de Dante Alighieri.[4]

Outros palácios situados em Monserrat são: o Palacio Dassen, um edifício residencial de 1914 projetado pelo arquiteto Alejandro Christophersen e pelo matemático Claro Cornelio Dassen; o Palacio de Hacienda, situado ao lado da Casa Rosada e sede de diversos ministérios da República Argentina; o Palacio de la Legislatura de la Ciudad de Buenos Aires, sede da Legislatura da Cidade de Buenos Aires; o Palacio Municipal de la Ciudad de Buenos Aires, que foi até 2015 sede do Governo da Cidade de Buenos Aires; o Palacio Raggio, que atualmente abriga estabelecimentos comerciais, apartamentos e oficinas;[5] o Palacio Rams, um edifício residencial projetado pelo engenheiro inglês Edward Taylor; e o Palacio Vera, um dos mais importantes edifícios pertencentes ao estilo art nouveau austríaco localizado em Buenos Aires.

Espaços públicos e monumentos[editar | editar código-fonte]

Espaços públicos[editar | editar código-fonte]

Nas laterais do trecho da Avenida 9 de Julho que passa por Monserrat, estão situadas as seguintes praças, em sua maioria arborizadas: a Praça Província de Misiones; a Praça Província de Mendoza; a Praça Província de La Rioja; a Praça Província de La Pampa; a Praça Província de Jujuy; a Praça Província de Formosa; a Praça Província de Entre Ríos; a Praça Província de Chubut; e a Praça Província de Chaco. Os nomes destes logradouros foram dados em homenagem a algumas das províncias da Argentina.

Nas imediações do Palácio do Congresso da Nação Argentina, estão localizadas três praças: a Praça do Congresso; a Praça Mariano Moreno; e a Praça Lorea. Já no entorno da Casa Rosada, existem dois espaços públicos de convivência: a Plaza de Mayo, cujo nome é uma referência à Revolução de Maio, ocorrida em 1810 e que foi a primeira revolta bem sucedida no processo de independência de alguns países da América do Sul; e o Parque Colón. Na Avenida Paseo Colón, ficam outras duas praças: a Praça das Armadas "Exército Argentino"; e a Praça General Agustín Pedro Justo.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Museus[editar | editar código-fonte]

Interior do Museu Casa Rosada.

Anexo à Casa Rosada, funciona o Museu Casa Rosada, inaugurado em 24 de maio de 2011. Funciona nas galerias históricas que pertenciam à Aduana Nueva, o primeiro edifício público de grande volume construído em Buenos Aires.[3] Neste museu, são expostos mais de 10 mil peças históricas que pertenceram a diversos presidentes argentinos. O espaço também contém fotografias, pinturas e materiais audiovisuais que recriam, em uma espécie de linha do tempo, os diferentes períodos históricos da Argentina.

Outro museu situado em Monserrat é o Museu Etnográfico Juan B. Ambrosetti, gerido pela Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires. É uma instituição dedicada à pesquisa, divulgação e conservação do patrimônio histórico e antropológico a partir da perspectiva dos processos sociais e do respeito à pluralidade cultural. O museu possui vastas coleções relacionadas à arqueologia, etnografia e antropologia física.[6]

Outros museus localizados no bairro são: o Museu da Cidade, onde é compilada a história da cidade de Buenos Aires no que se refere aos habitantes, aos costumes, à arquitetura e às experiências de porteños e de turistas na capital argentina;[7] o Museu da AFIP, onde é apresentado ao público a história da administração tributária da Argentina;[8] e o Museu do Antigo Recinto do Congresso Nacional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Población total por sexo, superficie y densidad de población según comuna y barrio. Ciudad de Buenos Aires. Año 2010» (em espanhol). Portal de Estadística y Censos (Buenos Aires). Consultado em 8 de junho de 2018 
  2. «HISTORIA» (em espanhol). Casa Rosada. Consultado em 13 de junho de 2018 
  3. a b «El Museo del Bicentenario que inauguró CFK» (em espanhol). Perfil. 25 de maio de 2011. Consultado em 14 de junho de 2018 
  4. «Reseña Historica» (em espanhol). Palacio Barolo. Consultado em 13 de junho de 2018 
  5. «De almacén a complejo multifunción, el Palacio Raggio se transforma». Diario Clarín. 9 de setembro de 2015. Consultado em 15 de outubro de 2019 
  6. «El Museo Etnográfico Juan B. Ambrosetti» (em espanhol). Universidade de Buenos Aires. Consultado em 14 de junho de 2018 
  7. «Museo de la Ciudad» (em espanhol). Portal de Buenos Aires. Consultado em 14 de junho de 2018 
  8. «Museo de la AFIP» (em espanhol). Administración Federal de Ingresos Públicos. Consultado em 14 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Monserrat