Monster (canção de Big Bang)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Monster"
Single de Big Bang
do álbum Still Alive
Lançamento 3 de junho de 2012
Formato(s)
Gênero(s)
Duração 3:51
Gravadora(s) YG Entertainment
Composição
Produção
  • G-Dragon
  • Choi Pil-kang
Cronologia de singles de Big Bang
"Fantastic Baby"
(2012)
"Loser"/
"Bae Bae"
(M)
(2015)

"Monster" (hangul: 몬스터) é uma canção do grupo sul-coreano Big Bang. Lançada em 3 de junho de 2012 pela YG Entertainment, como o single principal da versão reembalada do extended play (EP) Alive, de nome Still Alive. Foi composta por G-Dragon e T.O.P e produzida por G-Dragon e Choi Pil-kang. Após seu lançamento, alcançou a primeira colocação na Coreia do Sul, através da parada da Gaon.

Antecedentes e promoção[editar | editar código-fonte]

Após o êxito do EP Alive, a YG Entertainment anunciou que o mesmo seria reembalado e se tornaria um álbum de edição especial, contendo novas canções adicionais. Este álbum recebeu o título de Still Alive. "Monster" tornou-se sua faixa-título e antes de seu lançamento, que ocorreu em 3 de junho de 2012, diversos vídeos teaser foram lançados diariamente, entre 25 de maio a 1 de junho de 2012, contendo em cada um deles, um membro do Big Bang.[1][2] Ainda no mês de maio, foi anunciado que o grupo iria focar-se em sua turnê mundial, a Alive Galaxy Tour, o que iria ocasionar em não promoção do álbum Still Alive e consequentemente de "Monster".[3]

Uma versão em língua japonesa de "Monster" foi incluída na versão reembalada do álbum Alive, de nome Alive -Monster Edition- (2012) e no álbum de maiores sucessos The Best of Big Bang 2006-2014 (2014). Esta versão foi promovida através do programa japonês Music Japan da NHK, sendo a sua única apresentação ao vivo na televisão.[4]

Composição[editar | editar código-fonte]

"Monster" foi anunciada como sendo uma canção poderosa e a mais ousada do que qualquer outra lançada anteriormente pelo grupo.[2] Composta por G-Dragon e T.O.P e produzida pelo primeiro juntamente com Choi Pil-kang, a canção possui uma letra que "retrata uma negação da própria natureza".[5] Ela foi descrita como "uma interpretação moderna das canções tristes e animadas do Big Bang do final dos anos 2000, como "Lies" e "Haru Haru".[6] Seu instrumental foi notado por confrontar "uma melodia suave contra uma cacofonia orquestral" [5] e por lançar "versos pensativos" com um "coro agressivo".[7]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Com recepções positivas recebidas, Tamar Herman da Billboard, classificou "Monster" como a oitava melhor canção do Big Bang, destacando que a mesma mostra o grupo "mais dramático" e que a "introdução sutil e os outros refrões realizados por T.O.P e G-Dragon" fornecem a canção "o toque perfeito de mistério".[5] Kaitlin Miller do jornal Sun-Times, nomeou-a como uma das melhores canções do grupo, afirmando que o Big Bang provou ser capaz de "fazer canções confiantes com o coração".[7]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O vídeo musical de "Monster" foi filmado através de uma produção em grande escala em uma colaboração com a marca sul-coreana de automóveis Hyundai,,[8] o mesmo recebeu o uso de efeitos especiais que "levou um mês para ficar pronto".[9] O Big Bang e a companhia, iniciaram o projeto intitulado "Re-Monster", com o intuito de promover seu vídeo musical e dar oportunidade para bandas indie reinterpretarem a canção. Como resultado deste projeto, as canções enviadas foram adicionadas ao Hyundai Music, onde foram julgadas e os músicos vencedores teriam a chance de lançar um single digital.[10]

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Na Coreia do Sul, "Monster" estreou no topo da Gaon Digital Chart, Gaon Download Chart e Gaon Streaming Chart, respectivamente, com vendas digitais de 757,501 mil cópias e 2,980,293 milhões em transmissões.[11][12][13] Na semana seguinte, moveu-se para o terceiro lugar na Gaon Digital Chart, vendendo 286,386 mil downloads digitais e sendo transmitida por 2,618,701 milhões de vezes. No fim do ano de 2012, "Monster" posicionou-se em número catorze na parada anual da Gaon Digital Chart[14] e tornou-se a vigésima canção mais vendida do ano no país.[15] Nos Estados Unidos, alcançou o pico de número três na Billboard World Digital Songs[16] e figurou no top 10 da Billboard Japan Hot 100.[17]

Posições[editar | editar código-fonte]

Paradas (2012) Melhor
posição
 Coreia do Sul (Gaon Weekly Digital Chart)[11] 1
 Coreia do Sul (Gaon Monthly Digital Chart)[18] 2
 Coreia do Sul (Gaon Yearly Digital Chart)[14] 14
 Coreia do Sul (Gaon Weekly Download Chart)[12] 1
 Coreia do Sul (Gaon Weekly Streaming Chart)[13] 1
 Coreia do Sul (Gaon Weekly BGM Chart)[19] 1
 Coreia do Sul (Billboard K-pop Hot 100)[20] 1
 Estados Unidos (Billboard World Digital Songs)[16] 3
 Japão (Billboard Japan Hot 100)[17] 6

Vendas[editar | editar código-fonte]

País Parada Vendas
Coreia do Sul Gaon Download Chart (2012)[15] 2,363,148

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Formato(s) Gravadora
 Coreia do Sul 3 de junho de 2012 CD, download digital YG Entertainment
Mundo
 Japão 20 de junho de 2012 YGEX, Avex Trax

Referências

  1. «Big Bang Releases Flaming G-Dragon Teaser for New Album "Still Alive"». Soompi. 25 de maio de 2012. Consultado em 26 de março de 2017 
  2. a b «Big Bang Releases Daesung's "Monster" Teaser Video». Soompi. 1 de junho de 2012. Consultado em 26 de março de 2017 
  3. «Big Bang will not promote "Still Alive"» (em inglês). Yahoo. 31 de maio de 2012. Consultado em 30 de abril de 2016 
  4. «Big Bang Performs "Monster" on Japanese TV». Soompi. 19 de junho de 2012. Consultado em 26 de março de 2017 
  5. a b c Tamar Herman (23 de dezembro de 2016). «The 10 Best BIGBANG Songs: Critics' Picks». Billboard. Consultado em 26 de março de 2017 
  6. Tamar Herman (23 de agosto de 2015). «K-Pop Mixtape: 9 Most Definitive Big Bang Songs». KpopStarz. Consultado em 26 de março de 2017 
  7. a b Kaitlin Miller (2 de maio de 2015). «Big Bang's 10 best songs of the past 10 years». Sun-Times. Consultado em 26 de março de 2017. Arquivado do original em 22 de novembro de 2016 
  8. «Big Bang, "Monster" Blockbuster Music Video». Korea Joongang Daily. 11 de junho de 2012. Consultado em 26 de março de 2017 
  9. «Big Bang′s ′Still Alive′ Sweeps Charts Without Promotion». Mwave. 3 de junho de 2012. Consultado em 26 de março de 2017 
  10. «Big Bang Asks Indie Bands for Help in Hyundai Card Collaboration Project». Mwave. 6 de junho de 2012. Consultado em 26 de março de 2017 
  11. a b «2012년 24주차 Digital Chart». Gaon Chart. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  12. a b «2012년 24주차 Download Chart». Gaon Chart. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  13. a b «2012년 24주차 Streaming Chart». Gaon Chart. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  14. a b «2012년 Digital Chart». Gaon Chart. Consultado em 28 de maio de 2016 
  15. a b «2012년 Download Chart». Gaon Chart 
  16. a b «World Digital Songs». Billboard. 16 de junho de 2012. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  17. a b «Billboard Japan Hot 100». Billboard Japan. 21 de julho de 2012. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  18. «2012년 06월 Digital Chart». Gaon Chart. 1 de julho de 2012. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  19. «2012년 24주차 BGM Chart». Gaon Chart. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  20. «Korea K-Pop Hot 100 Chart». Billboard Korea. 23 de junho de 2012. Consultado em 4 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]