Montanhas de Santa Catalina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vista da "Ilha do Céu" a partir das Catalinas
Vista à altitude de 2100 m das montanhas de Santa Catalina, mostrando pinheiros e neve, enquanto no fundo se vê o árido deserto, no que constitui uma ilha do céu.

As montanhas de Santa Catalina, comumente referida como as montanhas Catalina ou as Catalinas, estão localizadas ao norte e nordeste de Tucson, Arizona, Estados Unidos, no norte do perímetro de Tucson. É a mais proeminente cordilheira da área de Tucson, com a maior elevação média. O ponto mais alto das Catalinas é o monte Lemmon a uma altitude de 2791 metros, e onde cai em média 180 cm de neve por ano.

Designação[editar | editar código-fonte]

Originalmente conhecida pelos povos Tohono O'odham como Babad Do'ag,[1] as Catalinas foram posteriormente nomeadas pelo padre jesuíta italiano Eusebio Francisco Kino em honra de Santa Catarina em 1697.[2]

Referências

  1. «Santa Catalina Mountains, Moon Handbooks: Arizona.» (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2014. 
  2. «Tucson Hiking Guide» (em inglês). Consultado em 1 de janeiro de 2014.