Monte Negro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Monte Negro
Bandeira de Monte Negro
Brasão de Monte Negro
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 13 de fevereiro de 1992
Gentílico monte negrense, monte negrino
Prefeito(a) Evandro Marques da Silva (DEM)
(2017–2020)
Localização
Localização de Monte Negro
Localização de Monte Negro em Rondônia
Monte Negro está localizado em: Brasil
Monte Negro
Localização de Monte Negro no Brasil
10° 17' 40" S 63° 19' 31" W10° 17' 40" S 63° 19' 31" W
Unidade federativa  Rondônia
Mesorregião Leste Rondoniense IBGE/2008 [1]
Microrregião Ariquemes IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ariquemes, Cacaulândia, Governador Jorge Teixeira, Buritis e Campo Novo de Rondônia
Distância até a capital 250 km
Características geográficas
Área 1 931,371 km² [2]
População 14 090 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 7,3 hab./km²
Altitude 0 m
Clima Equatorial Am
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,607 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 133 903,312 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 535,27 IBGE/2008[5]
Página oficial

Monte Negro é um município brasileiro do estado de Rondônia.

História[editar | editar código-fonte]

Na década de 70 a empresa mineradora MIBREL do Grupo Paranapanema iniciou a exploração de minério de cassiterita até fins da década de 80. Por ocasião da descoberta do Garimpo de Bom Futuro paralisou as atividade e passou a comprar minério produzido no garimpo Bom Futuro. Em meados da década de 90 a MIBREL negociou amina que atualmente pertence a CEMAL Cooperativa Estanífera de Mineradores da Amazônia Legal Ltda., detentora do direitos minerários e que em 2005 realizou parceria com um grupo de Hong Kong que comprou e estimulou a produção de topázio, ano em que foi a maior produtora de topázio do mundo de excelente qualidade, pois o topázio dessa região possui características únicas, passando pelo processo de bombardeamento para coloração muito mais rápido que qualquer pedra do mundo, o que agregou valores e realizou abertura de empregos, pois as pedras ali produzidas eram trabalhadas antes de sua exportação. Atualmente ainda produz algo em torno de 80 toneladas de concentrado de óxido de estanho, a cassiterita. O município antes teve o nome de Boa Vista, mas por ser homônimo da capital de Roraima, foi mudado depois da emancipado em 1992, sendo o seu primeiro prefeito eleito o Sr. Paulo Amancio, com mandato de 1992 à 1996. Sendo a sua economia baseada na agricultura e pecuária, sendo uma das grande produtoras de café do estado, também explora o extrativismo vegetal e o turismo, sendo famosas as suas praias a beira do rio Jamari.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 10º17'40" sul e a uma longitude 63º19'31" oeste, estando a uma altitude de 0 metros. Sua população estimada em 2010 era de 14.090 habitantes.[3]

Possui uma área de 1.413,4 km².

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. a b «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "IBGE_Pop_2010" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  4. «Ranking IDHM Municípios 2010». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2013. Consultado em 14 de junho de 2015 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios de Rondônia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.