Monte San Lorenzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monte San Lorenzo (Monte Cochrane)
Vista aérea do Monte San Lorenzo, do lado sul
Monte San Lorenzo (Monte Cochrane) está localizado em: Argentina
Monte San Lorenzo (Monte Cochrane)
Coordenadas 47° 35' 30" S 72° 18' 24" O
Altitude 3706 m (12159 pés)
Proeminência 3319 m
Posição: 60
Listas Ultra
Localização Andes, fronteira Argentina-Chile
Primeira ascensão 1943 por Alberto María de Agostini[1]

O Monte San Lorenzo ou monte Cochrane é uma montanha ultraproeminente dos Andes, situada na fronteira Argentina-Chile. Tem 3706 m de altitude e 3319 m de proeminência topográfica[2] [3] .

É a montanha mais alta da Província de Santa Cruz (Argentina) e uma das maiores da Patagónia.

Em território argentino situa-se no departamento de Río Chico a cerca de 100 km da "Ruta Nacional 40" e a alguns quilómetros a norte do Parque Nacional Perito Moreno.

Em território chileno situa-se na Região de Aysén del General Carlos Ibáñez del Campo, Província de Capitán Prat, comuna de Cochrane.[4]

A primeira ascensão foi feita em 1943 pelo padre salesiano Alberto De Agostini aos 60 anos de idade, juntamente com o suíço Alejandro Hemmi e o austríaco Heriberto Schmoll, ambos residentes em San Carlos de Bariloche.

Esta montanha está coberta por três grandes glaciares (dois na Argentina e um no Chile). O glaciar argentino mostra claras evidências de retração.[5]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Peter Barry, "San Lorenzo", American Alpine Journal, 1973, p. 475. Ver AAJ Online (PDF).
  2. "Monte San Lorenzo, Argentina/Chile" Peakbagger.com. Acesso em 2011-11-20.
  3. "Argentina and Chile, Southern - Patagonia Ultra Prominences" Peaklist.org. Acesso em 2011-11-20.
  4. DIFROL
  5. USGS. P 1386-I Chile and Argentina - Wet Andes: Northern Patagonian Andes. Visitado em 04-11-2006.