Monte Sanford

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sanford
Monte Sanford
Sanford está localizado em: Alasca
Sanford
Coordenadas 62° 12' 50" N 144° 7' 44" O
Altitude 4 949 m (16 237 pés)
Proeminência 2 328 m
Listas Ultra
Localização Parque Nacional e Reserva de Wrangell-St. Elias, Alasca,  Estados Unidos
Cordilheira Montes Wrangell
Primeira ascensão 21 de julho de 1938 por Terris Moore e Bradford Washburn
Rota mais fácil Glaciar Sheep (North Ramp)

O Monte Sanford é um vulcão em escudo[1]no campo vulcânico Wrangell, nos montes Wrangell, na Região Censitária de Valdez-Cordova, parte oriental do Alasca, Estados Unidos. É o terceiro mais alto vulcão dos Estados Unidos depois do Monte Bona e do Monte Blackburn. A face sul do vulcão, na cabeceira do glaciar de Sanford, ergue-se 2400 m para uma distância horizontal de 1600 m, no que é uma das vertentes mais inclinadas da América do Norte. É um pico ultraproeminente e está integrado no Parque Nacional e Reserva de Wrangell-St. Elias, ficando perto do rio Copper.

Montes Sanford (esq.) e Wrangell (dir.)

Esta montanha foi palco de um trágico acidente aéreo em 12 de março de 1948, quando o voo Northwest Airlines 4422, devido a uma colisão com o solo em voo controlado, se estatelou e provocou a morte a 30 pessoas. Os destroços só foram descobertos em 1999, 51 anos depois do acidente, e apenas se descobriu parte de um corpo.[2]

A primeira ascensão ao topo foi feita em 1938 por Terris Moore e Bradford Washburn, e a primeira ascensão solitária foi a do japonês Naomi Uemura, que morreria em 1984 a tentar escalar sozinha o Monte McKinley.[3]

Referências

  1. «Sanford». Programa Global de Vulcanismo. Smithsonian Institution. Consultado em 23 de dezembro de 2008 
  2. «Accident description». Aviation Safety Network. Consultado em 23 de dezembro de 2008 
  3. Vickery, Jim Dale (1998). Winter Sign. Minneapolis: University of Minnesota Press. pp. 50–51. ISBN 0-8166-2969-2