Monte Sidley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sidley
Sidley está localizado em: Antártida
Sidley
Coordenadas 77° 2' S 126° 6' O
Altitude 4 285 m (14 058 pés)
Proeminência 2 517 m
Isolamento 943,89[1] km
Listas Ultra
Sete cumes vulcânicos
Localização Terra de Marie Byrd
Primeira ascensão 1990 por Bill Atkinson
Vulcão mais alto da Antártica

O monte Sidley é o vulcão de maior altitude da Antártida.[2] Atinge de 4181 m a 4285 m de altitude, sendo assim um dos "sete cumes vulcânicos".[3]

A montanha foi descoberta pelo contra-almirante Richard Byrd num voo em 18 de novembro de 1934, e deve o nome a Mabelle E. Sidley, filha de William Horlick, financiador da expedição de Byrd à Antártida em 1933–35.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Peakbagger.com. «Mount Sidley, Antarctica». Consultado em 18 de abril de 2018 
  2. «Mount Sidley». Geographic Names Information System (em inglês). Serviço Geológico dos Estados Unidos. Consultado em 24 de dezembro de 2013 
  3. Kurt S. Panter, Philip R. Kyle and John L. Smellie (1997). «Petrogenesis of a Phonolite-Trachyte Succession at Mount Sidley, Marie Byrd Land, Antarctica». Journal of Petrology. 38 (9): 1225-1253. Consultado em 24 de dezembro de 2013 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Picos ultraproeminentes da Antártida

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Antártida é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.