Montigny-lès-Cormeilles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Montigny-lès-Cormeilles
—  Comuna francesa França  —
Montigny-les-cormeilles 1.jpg
Brasão de armas de Montigny-lès-Cormeilles
Brasão de armas
Montigny-lès-Cormeilles está localizado em: França
Montigny-lès-Cormeilles
Localização de Montigny-lès-Cormeilles na França
Coordenadas 48° 59' N 2° 11' E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Val-d’Oise.svg Val-d'Oise
Administração
 - Prefeito Jean-Noël Carpentier
Área
 - Total 4,07 km²
Altitude máxima 168 m
Altitude mínima 61 m
População (2014)
 - Total 20 789
    • Densidade auto hab./km²
Gentílico: Ignymontains, Ignymontaines
Código Postal 95370
Código INSEE 95424 (ex 78424)
Sítio ville-montigny95.fr

Montigny-lès-Cormeilles é uma comuna francesa, situada no departamento de Val-d'Oise, na região de Ilha de França.

Assim como os de Montigny-le-Bretonneux no departamento de Yvelines, seus habitantes são chamados Ignymontains e Ignymontaines[1].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização e comunas vizinhas[editar | editar código-fonte]

O município tem uma área de 407 hectares, sendo 10 hectares de florestas ou em desenvolvimento. Os municípios limítrofes são Cormeilles-en-Parisis, La Frette-sur-Seine, Franconville, Herblay, Pierrelaye, Beauchamp e Le Plessis-Bouchard.

A velha vila está localizada na vertente norte /noroeste das buttes du Parisis , que são formadas de marga argilosa e de areias de Fontainebleau. Algumas ruas e caminhos da velha vila têm uma declividade muito íngreme, especialmente na face oeste, que leva até a RD 392.

As vias de tráfego mais importantes que cruzam a comuna são a autoroute A15 (2×3 vias), a estrada departamental 14 que atravessa uma importante área comercial, a Patte d'Oie d'Herblay, e a estrada departamental 392.

Duas estações SNCF servem a cidade : a estação de Montigny - Beauchamp (Réseau Nord e RER C) e a de La Frette - Montigny (Réseau Saint-Lazare).

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade é atestado na forma Montigneium juxta villam de Cormellis em 1200[2], Montiliacus, Montiniacus, Montignacum em 1207 ao século XIII[3].

Albert Dauzat[4] e em seguida Ernest Nègre atribuem a mesma origem a todas as Montigny, que viriam de uma mesma forma *Montaniacum : o nome de pessoa romano *Montanius o qual o associam ao sufixo de origem gaulesa -acum. Ele seria, portanto, o nome de um campo agreste da antiga Gália[5], e a primeira certificação de Montigny-lès-Cormeilles remonta ao ano de 862 na forma Montiniacus. Mesma opinião de Marie-Thérèse Morley que incluem o nome de Montigny-les-Cormeilles[6]. O fato de saber se tal ou tal *Montaniacum é formado sobre uma antropônimo ("domínio de Montanius") ou em um nome comum ("domínio montanhoso"), um e outro derivado de mons pode contudo ser uma fonte de discussão. O fato de que a velha vila está localizada na Butte de Cormeilles (por vezes referida como La Montagne), é um elemento a ser levado em conta, e Michel Roblin vê isso como um derivado do latim montanea "montanha", seguido pelo sufixo -acum no sentido locativo que ele tem na origem[7].

A ligação lès significa "perto de", e se refere a Cormeilles-en-Parisis, que é a sede do cantão de Montigny-lès-Cormeilles. O elemento Cormeilles quanto a ele é derivado do nome de cormier (sorva), uma árvore muito comum na montanha chamada apropriadamente de "Butte de Cormeilles".

História[editar | editar código-fonte]

Carlos Magno cedeu Montigny à abadia de Saint-Denis que manteve a propriedade até a Revolução.

Montigny tem sido uma fonte de inspiração para alguns artistas, por exemplo, Jean-Baptiste Camille Corot, que pintou o hôtel Corot (hoje um espaço concebido para acolher exposições), situado na praça da igreja, ou Maurice Utrillo.

Cultura e patrimônio[editar | editar código-fonte]

Lugares e monumentos[editar | editar código-fonte]

A Igreja De Saint-Martin.

Nenhum monumento histórico classificado ou inscrito está presente no território municipal.

  • Igreja Saint-Martin : A igreja primitiva de Montigny foi construída em 1710 no mesmo local, mas já ameaçava a arruinar em meados do século XIX. Uma nova igreja foi construída e concluída em 1898, de acordo com os planos desenhados por Marcel Lambert, arquiteto-chefe do domínio de Versalhes e dos Trianons. Apenas a torre do sino do século XVIII foi preservado, que tem a particularidade de ser octogonal[8].
  • Manoir Plisson, rua Fortué-Charlot: esta villa do final do século XIX abriga a prefeitura desde 1939.
  • Maison du Coq Hardi, situado perto do bairro de La Croix Blanche, e que apresenta sob o telhado a pintura de um galo esmagando uma serpente.
  • Belas casas do arquiteto Henri Lecoeur (1867-1951), construídas por volta de 1920 a Predefinição:N° rue de la Halte, e as Belas-Isloise a Predefinição:N° rue du Panorama.

Referências

  1. http://www.capeutservir.com/postaux/
  2. Hippolyte Cocheris, Anciens noms des communes de Seine-et-Oise, 1874, ouvrage mis en ligne par le «Corpus Etampois». www.corpusetampois.com .
  3. Albert Dauzat; Charles Rostaing (1979). Librairie Guénégaud, ed. Dictionnaire étymologique des noms de lieu en France (em français). Paris: [s.n.] p. 477b. ISBN 2-85023-076-6 
  4. ibidem
  5. Ernest Nègre, Toponymie générale de la France, où Montigny-lès-Cormeilles est nommément cité au § 9328.
  6. Noms de personne sur le territoire de l'ancienne Gaule du VIe au XIIe siècle, tome III, 1985.
  7. Michel Roblin, Le Terroir de Paris aux époques gallo-romaine et franque : peuplement et défrichement dans la Civitas des Parisii (Seine, Seine-et-Oise), préface de M. Albert Grenier, membre de l’Institut, éd. A. et J. Picard, Paris, 1951, 381 p.; rééd. A. et J. Picard, Paris, 1971, XIV-491 p. — Thèse soutenue à l’Université de Paris. — Compte-rendu d'Albert Dauzat in Revue Internationale d'Onomastique III, 1951, p. 231-236
  8. Farion, M.; Renard, Daniel; Rigault, M.; Chahmirian, Bernard; de Gaube, Carel; Gasser, Stéphane (outubro 1999). Flohic Éditions, ed. «Le patrimoine des communes du Val-d'Oise». Montigny-lès-Cormeilles. Paris. Collection Le Patrimoine des Communes de France (em francês). I: 170-175. ISBN 2-84234-056-6 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]