Saltar para o conteúdo

Monumento à Cidade do Salvador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Monumento à Cidade do Salvador
Monumento à Cidade do Salvador
Monumento à Cidade do Salvador em 2019.
Estilo dominante barroco
Arquiteto Mário Cravo
Construção 13 de janeiro de 1970 (54 anos)
Altura
  • 16 metro
Estado de conservação em reconstrução
Património nacional
Classificação Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado da Bahia (IPAC)
Data 5 de novembro de 2002 (21 anos)
Geografia
País Brasil
Cidade Salvador, BA
Coordenadas 12° 58' 27" S 38° 30' 52" O

O Monumento à Cidade do Salvador, também conhecido como Fonte da Rampa do Mercado, é uma escultura do artista baiano Mário Cravo, instalada no bairro do Comércio, em Salvador, no dia 13 de janeiro de 1970 .[1][2] Trata-se de monumento tombado, em nível estadual.[3][4] Está situado na Praça Visconde de Cairu, próximo a outras estruturas icônicas da cidade, igualmente tombadas, como o Elevador Lacerda e o Mercado Modelo.[1] Também está próximo da sede do 2.º Distrito Naval e do Terminal Turístico Náutico da Bahia.[5][6][7]

O monumento inaugurado em 1970[8] foi feito sob encomenda do então prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães.[1][9] Consiste de uma fonte com aproximadamente doze metros feita de fibra de vidro.[1][10] O projeto foi inaugurado em 13 de janeiro de 1970.[1]

Em 2002, o monumento passou pelo processo de tombamento junto ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), órgão estadual baiano responsável por conservar e resgatar a memória do Estado.[3][4]

À direita, o monumento com seu chafariz em funcionamento. Ainda na foto de 2006, aparecem a Avenida do Contorno, no centro, e a Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia, à esquerda.

Em 21 de dezembro de 2019, quarenta e nove anos após a sua inauguração, o monumento foi consumido por um incêndio.[5][11] Restaram apenas as estruturas de metal que o sustentavam.[12][13] Na ocasião, o então prefeito da cidade, Antônio Carlos Magalhães Neto lamentou o episódio e prometeu a reconstrução da obra.[14][15] No ano seguinte, especialistas vinculados à Fundação Gregório de Mattos (FGM) começaram a realizar vistorias para buscar caminhos para recuperar a obra, além de ouvir familiares de Mário Cravo.[16][17]

A obra foi restaurada e reinaugurada em 11 de janeiro de 2023. [18]

Referências

  1. a b c d e «Salvador - Fonte da Rampa do Mercado». iPatrimônio. Consultado em 22 de julho de 2021 
  2. «Monumento de Mário Cravo Jr será reconstruído e voltará ao Comércio». Jornal Correio. 5 de janeiro de 2021. Consultado em 22 de julho de 2021 
  3. a b «SIPAC - Sistema de Informações do Patrimônio Cultural da Bahia». Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia. Consultado em 22 de julho de 2021 
  4. a b «Institucional». Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia. Consultado em 22 de julho de 2021 
  5. a b «Incêndio destrói monumento histórico em Salvador, na Bahia». R7.com. 22 de dezembro de 2019. Consultado em 22 de julho de 2021 
  6. Andrade, Neila (2017). «A imagem dos cartões-postais de Salvador - Bahia em exposição (1920 a 1940)» (PDF). Universidade Federal da Bahia. Consultado em 22 de julho de 2021 
  7. BATV – Salvador | Símbolo de Salvador, monumento do artista plástico Mário Cravo Jr é atingido por incêndio Assista online | Globoplay, consultado em 22 de julho de 2021 
  8. «Monumento à cidade do Salvador». Mapa da Cultura (Ministério da Cultura do Brasil). 11 de maio de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  9. «Em vários ângulos, o incêndio que consumiu o 'Monumento à Cidade do Salvador'; Escultura foi criada pelo artista plástico Mário Cravo Junior». Jornal Grande Bahia (JGB). 22 de dezembro de 2019. Consultado em 22 de julho de 2021 
  10. «UFBA enaltece legado do artista plástico Mário Cravo Júnior». Universidade Federal da Bahia. 7 de agosto de 2018. Consultado em 22 de julho de 2021 
  11. Leite, Daniel (21 de dezembro de 2019). «Fonte da Rampa do Mercado: incêndio destrói monumento histórico de Salvador [21/12/2019]». UOL. Consultado em 22 de julho de 2021 
  12. «VÍDEO: Cartão-postal de Salvador, monumento feito por Mário Cravo Júnior é destruído por incêndio». G1. 21 de dezembro de 2019. Consultado em 22 de julho de 2021 
  13. «Jornal Nacional | Incêndio destrói Monumento à Cidade de Salvador, cartão postal da capital baiana Assista online | Globoplay». Consultado em 22 de julho de 2021 
  14. Martinho, Kamille (21 de dezembro de 2019). «Monumento à Cidade de Salvador fica completamente destruído após incêndio - Metro 1». Metro 1. Consultado em 22 de julho de 2021 
  15. «ACM Neto afirma que obra incendiada será reconstruída». Jornal Correio. 21 de dezembro de 2019. Consultado em 22 de julho de 2021 
  16. Martinho, Kamille (21 de dezembro de 2019). «Prefeitura dialoga com família do artista Mário Cravo para reconstruir monumento». Metro 1. Consultado em 22 de julho de 2021 
  17. Castro, Vitor (9 de janeiro de 2020). «Especialistas iniciam processo para a reconstrução do monumento à Cidade». A Tarde. Consultado em 22 de julho de 2021 
  18. Monumento feito por Mário Cravo Júnior é reinaugurado em Salvador quatro anos após ser destruído por incêndio. G1, 11 de janeiro de 2023.

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Monumento à Cidade do Salvador