Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins
Categoria III da IUCN (Monumento Natural)
Localização Araguaína, Tocantins
Dados
Área 32 152 ha
Criação 04 de março de 2000
Gestão Instituto Natureza do Tocantins[1]
Coordenadas 7° 26' 42" S 47° 47' 31.2" O
Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins está localizado em: Brasil
Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins

Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins é um monumento natural localizado no estado do Tocantins.

Localização[editar | editar código-fonte]

A unidade de proteção de 32.152 hectares foi criada pela Lei nº 32.152 de 4 de outubro de 2000. Encontra-se no município de Filadélfia (Tocantins), Tocantins[2]. Sua área de abrangência inclui também o município de Babaçulândia[3]. É administrado pelo Instituto Natureza do Tocantins[2]. O corpo diretor inclui membros do Instituto Natureza do Tocantins, Universidade Federal do Tocantins, o município de Filadélfia (Tocantins), o município de Babaçulândia, Associação de Pequenos Agricultores de Bielândia e representantes do comércio local[3].

A maioria dos visitantes do monumento paleontológico é composta por grupos de estudantes dos ensinos médio e fundamental de várias partes do país, além de grupos de pesquisas de diversas universidades e institutos. Suas estruturas incluem prédios administrativos, banheiros feminino e masculino, auditório e trilhas. É possível hospedar grupos de alunos para a noite[4].

Conservação[editar | editar código-fonte]

A unidade está localizada no Cerrado brasileiro. Os objetivos da sua criação incluem o de proteger e conservar os sítios paleontológicos, a diversidade biológica e apoiar grupos de pesquisa[5]. O monumento guarda a mais importante floresta petrificada do hemisfério sul do período Permiano, de 299 a 250 milhões de anos atrás. O final do Permiano é marcado pela maior extinção em massa que se tem notícia, que exterminou 90% das espécies marinhas e 70% das espécies terrestres[4].

Notas

Fontes[editar | editar código-fonte]