Morgana Gmach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Morgana Gmach
Ginástica rítmica
Nome completo Morgana Regina Gmach
Modalidade Individual
Conjunto
Representante Brasil Brasil
Nascimento 17 de junho de 1994 (24 anos)
Toledo, Brasil
Nacionalidade Brasil brasileira
Compleição Peso: 44,50kg Altura: 1,59m
Nível Sênior
Treinador Camila Ferezin
Clube GR Toledo
Período em atividade 2003–presente
Medalhas
Competidora do  Brasil
Ginástica rítmica
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 Grupo geral
Ouro Toronto 2015 5 fitas
Prata Toronto 2015 6 maças + 2 arcos
Campeonato Sul-Americano
Ouro Maracaibo 2011 Equipe geral
Ouro Maracaibo 2011 Individual geral
Ouro Maracaibo 2011 Arcos
Ouro Maracaibo 2011 Fitas
Prata Maracaibo 2011 Maças
Bronze Maracaibo 2011 Bolas

Morgana Regina Gmach (Toledo, 17 de junho de 1994) é uma ginasta rítmica brasileira. Representou o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de 2015 e nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016, como parte do conjunto brasileiro da ginástica rítmica.[1][2][3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Morgana iniciou na modalidade aos 3 anos de idade, estreando no Campeonato Brasileiro de Ginástica Rítmica em 2003, aos nove anos. Após uma tentativa frustrada em 2009, Morgana conseguiu entrar na equipe principal de conjunto em 2015, substituindo a lesionada Débora Falda nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.[1]

Em Toronto Morgana conquistou 3 medalhas junto com o conjunto brasileiro: ouro no grupo geral, ouro no 5 fitas e prata no 6 maças + 2 arcos.[4] Ainda em 2015 Morgana participou do Campeonato Mundial em que a equipe terminou em 16º lugar.[5]

Em 2016 Morgana Gmach foi convocada para representar o Brasil na competição de equipes nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016. A equipe brasileira viria a ficar fora da final por uma pequena margem, terminando a competição em nono lugar.[6]

Referências

  1. a b Fernando Hawad (24 de novembro de 2015). «Entrevistas - MORGANA GMACH (GINÁSTICA RÍTMICA)». Esporte Essencial. Consultado em 24 de março de 2018. 
  2. «A toledana Morgana Gmach é confirmada para os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro». Casa de Notícias. 8 de julho de 2016. Consultado em 24 de março de 2018. 
  3. «Brasil convoca conjunto de ginástica rítmica para a Olimpíada do Rio». GloboEsporte.com. 14 de julho de 2016. Consultado em 24 de março de 2018. 
  4. «Brasil encerra a ginástica ritímica com mais dois pódios e celebra». Diário do Grande ABC. 21 de julho de 2015. Consultado em 24 de março de 2018. 
  5. «Conjunto brasileiro fica em 16º no Mundial de Ginástica Rítmica». Estadão. 12 de setembro de 2015. Consultado em 24 de março de 2018. 
  6. «Brasil emociona público na ginástica rítmica, mas fica fora da final». UOL. 20 de agosto de 2016. Consultado em 24 de março de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]