Morioka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Morioka (盛岡市 Morioka-shi) é uma cidade japonesa, capital da província de Iwate.

Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.

Em 2003 a cidade tinha uma população estimada em 287.672 habitantes e uma densidade populacional de 588,11 hab./km². Tem uma área total de 489,15 km².

Morioka

盛岡市

Morioka e Monte Iwate
Morioka e Monte Iwate
Bandeira de Morioka
Bandeira
Brasão de armas de Morioka
Brasão de armas
Localização de Morioka
País  Japão
Área
 - Total 886 47 km²
População (1 de setembro de 2015)
 - Total 299,169
    • Densidade 337 hab./km²

Recebeu o estatuto de cidade em 1 de Abril de 1889.

Morioka está localizado em: Japão
Morioka
Localização de Morioka no Japão

História[editar | editar código-fonte]

A área da cidade de Morioka de hoje tem sido habitada desde o período Paleolítico japonês. Foram encontrados vários resquícios e tumbas dos períodos Jomon, Yayoi e Kofun. Os Emishi habitaram a área no período Heian. Durante a era Enryaku do período Heian, Sakanoue no Tamuramaro, foi mandado ao norte, ao Castelo Shiwa em 803 DC, como centro militar para expandir a dominação da dinastia Yamato na província de Mutsu. A área foi depois dominada pelo clã Abe até a sua destruição durante a Primeira Guerra dos Nove Anos (Guerra Zenkunen) pelos clãs Minamoto e Kiyohara. Os Kiyohara por sua vez foram derrotados na Guerra Gosannen e a área ficou sob o controle do clã Ōshū Fujiwara com sua base em Hiraizumi, ao sul de Morioka. Depois o clã Ōshū Fujiwara foi destruído por Minamoto no Yoritomo no começo do período Kamakura, o território foi disputado por muitos clãs samurais até o clã Nanbu, de Sannohe, ao norte, expandir seu território durante o período Sengoku e construir o Castelo Kozukata em 1592.

Seguindo a Batalha de Sekigahara e o reconhecimento formal do Domínio de Morioka pelo xogunato Tokugawa, o Castelo Kozukata foi renomeado Castelo Morioka. Seu nome foi trocado de 森岡 para 盛岡 (ambos lidos "Morioka").[1] Durante a Guerra Boshin da restauração Meiji, o domínio de Morioka foi um membro chave do Ōuetsu Reppan Dōmei pró-Tokugawa. Depois do começo do período Meiji, o antigo Domínio de Morioka tornou-se a prefeitura de Morioka em 1870, e parte da prefeitura de Iwate a partir de 1872. Com a adoção do sistema de municipalidade em 1889, a cidade de Morioka foi estabelecida e feita a capital de Iwate. A cidade passou a ser conectada por trem a Tóquio em 1890, e saiu da Segunda Guerra Mundial com muito poucos danos, tendo sido atingida por somente dois aviões de pequeno porte.

Em 10 de janeiro de 2006, a vila de Tamayama (do Distrito de Iwate) foi agregada a Morioka. Morioka foi proclamada uma cidade central em 2008, com maior autonomia local.

Durante o terremoto de Tōhoku de 2011, Morioka foi atingida por um terremoto de 6,1 graus, e por várias réplicas, mas com poucos danos além de extensivos cortes de energia.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Morioka está localizada na Bacia Kitakami no centro da Prefeitura de Iwate, à confluência de três rios, o Kitakami, o Shizukuishi e o Nakatsu. O Rio Kitakami é o segundo mais extenso no lado do Pacífico do Japão (depois do Rio Kuso) e o mais extenso na região de Tohoku. Corre pela cidade de norte a sul e tem algumas barragens dentro dos limites da cidade, incluindo as barragens Shijushida e Gando. Um vulcão ativo, Monte Iwate, domina a vista ao nordeste da cidade. O Monte Himekami está ao note e o Monte Hayachine pode às vezes ser visto ao sudeste.

Montes de Morioka[editar | editar código-fonte]

Lista de montes de Morioka:

Rios de Morioka[editar | editar código-fonte]

Lista de rios de Morioka:

Lagos e lagoas de Morioka[editar | editar código-fonte]

Lista de lagos e lagoas de Morioka:

Cidades vizinhas[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Morioka tem um clima de transição entre o clima subtropical e continental. É úmido, chuvoso e de neve, também uma característica normal para a área: segundo a classificação climática de Köppen com uma média de 23,4 °C em agosto e de -1,9 °C em janeiro, cai na classificação subtropical, pelos invernos serem mais suaves que o padrão de -3 °C para o clima continental. As diferenças de temperatura ainda assim estão muito associadas ao clima continental moderado.

Dados climatológicos para Morioka, Iwate (1981-2010)
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 1,8 2,9 7,0 14,4 19,7 23,5 26,4 28,3 23,6 17,6 10,6 4,6 15,03
Temperatura média (°C) -1,9 -1,2 2,2 8,6 14,0 18,3 21,8 23,4 18,7 12,1 5,9 1,0 10,24
Temperatura mínima média (°C) -5,6 -5,2 -2,2 3,0 8,5 13,8 18,1 19,6 14,6 7,3 1,5 -2,4 5,92
Precipitação (mm) 53,1 48,7 80,5 87,5 102,7 110,1 185,5 183,8 160,3 93,0 90,2 70,8 1 266,2
Umidade relativa (%) 73 70 67 65 69 75 80 79 80 77 75 74 69
Horas de sol 116,9 127,5 160,4 173,7 185,4 154,7 128,5 149,1 123,7 145,8 116,9 101,6 1 684,2
Fonte: [2] 10-1-2016

Atrações locais[editar | editar código-fonte]

Esportes[editar | editar código-fonte]

Templos e santuários[editar | editar código-fonte]

Festival Sansa Odori em Morioka
  • O Hoon-ji é um templo budista Sōtō Zen que foi originalmente construído em Sannohe pelo 13º lorde do clã Nanbu, Nanbu Moriyuki, em 1394, e trazido a Morioka pelo 27º lorde, Nanbu Toshinao. Ele foi considerado o templo principal entre os 280 operados pelo clã Nanbu. Uma característica notável é o Rakan-dō, construído em 1735 e reconstruído em 1858. Sua estátua central Rushana butsu é relatada como feita por Kōbō-daishi. No Rakan-dō há estátuas dos 500 Rakan, que foram feiras em Quioto e depois trazidas a Morioka. Incluídas estão representações de Kublai Khan e Marco Polo. É também um templo Zen ativo para treinamento de monges.[5]
  • Mitsuishi (literalmente, "três pedras") é um santuário xintoísta que tem três grandes pedras no chão com manilhas ao redor delas para representar a história "Oni no tegata", que é uma lenda que explica o surgimento do nome da Prefeitura de Iwate. De acordo com a lenda, houve um dia um Oni ou demônio que sempre atormentava e agredia as pessoas locais. Quando o povo orou ao espírito de Mitsuishi para pedir proteção, o demônio imediatamente ficou preso nas pedras e fez a promessa de nunca mais perturbar as pessoas de novo. Como um sinal de promessa, o demônio deixou uma marca da sua mão em uma dessas pedras, assim começando o nome "Iwate", literalmente significando "rocha mão".[6]

Culinária[editar | editar código-fonte]

Morioka atrai turistas com lámens locais como jajamen, reimen, e wanko soba. A fabricação de cerveja também uma indústria que prospera na cidade. Nanbu Senbei, um tipo de biscoito de arroz local, é considerado uma especialidade local.

Educação[editar | editar código-fonte]

Universidades[editar | editar código-fonte]

Escolas secundárias públicas[editar | editar código-fonte]

Mídia[editar | editar código-fonte]

Cidade-irmã[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. 地名の由来 (Chimei no Yurai) (em japonês).
  2. «Agência Meteorológica do Japão» (em japonês). =. 
  3. Site oficial do IMA (Iwate Museum of Art/岩手県立美術版)(em japonês/inglês).
  4. 石割桜(em japonês).
  5. Site oficial do Templo Hoon-ji (em japonês).
  6. Guia de viagem ao Japão - Santuário xintoísta Mitsuishi (em chinês tradicional).
Província de Iwate
Cidades
Hachimantai | Hanamaki | Ichinoseki | Kamaishi | Kitakami | Kuji | Miyako | Morioka (Capital) | Ninohe | Ofunato | Oshu | Rikuzentakata | Tono
Distritos
Hienuki | Higashiiwai | Isawa | Iwate | Kamihei | Kesen | Kunohe | Ninohe | Nishiiwai | Shimohei | Shiwa | Waga